Secretaria de Educação dá previsão de retorno das aulas presenciais em Codó

O governo do Estado já anunciou retorno das aulas para dia 02 de agosto na rede pública estadual wm sistema híbrido (presencial/on-line).

Em Codó, de acordo com a secretária Raquel Paula, este sistema híbrido pode ocorrer a partir da segunda quinzena de setembro.

“Existe uma previsão para segunda quinzena de setembro, porém, vale ressaltar que tudo é muito instável nesse momento de pandemia.

Dessa forma, estamos condicionados a situação do momento, se for favorável em setembro retornaremos sem risco maiores para a saúde da comunidade escolar. Deus no controle”, afirmou a secretária de Educação.

8 comentários sobre “Secretaria de Educação dá previsão de retorno das aulas presenciais em Codó”

  1. Isso é uma vergonha, um escárnio e um fracasso para população mais pobre que não pode pagar escola particular, sim porque as escolas particulares estão aí em pleno funcionamento. O mundo todo já voltou as aulas, no Estado já começa dia 02/08/21 e aqui talvez na fim do ano. QUE ABSURDO É ESSE? E NINGUÉM FAZ NADA?!!!!!!! GOVERNO DOS INFERNOS. Um desastre pra população codoense.
    Serão os quatro anos mais longos e sofridos pra nós. Que Deus tenha misericórdia.

    1. Vc não pode e não tem propriedade pra fala de forma geral que professor não sabe ou não tem formação pra trabalhar,vc tem que medir suas palavras menosprezando a categoria, todos merecem respeito.Toda profissão tem o bom e mal profissional não geralizar.

  2. Achei sensato o período desse retorno às aulas presenciais em Codó. Inspira mais segurança, tendo em vista que as escolas precisam estarem adequadas para este contexto e, esse tempo a mais servirá para efetivar essas adequações necessárias.

  3. Pois é mais com liderando as festas a tendência é que os casos aumente e provavelmente as aulas serão suspensa mais uma vez e os nossos alunos seguiram prejudicado mais uma vez enquanto os alunos de escolas particulares continuam seu aprendizado. Isso é uma vergonha

  4. Melhor para proteger as crianças seria abrir somente após 60% da população do município vacinada. Acontece que a imunização está lenta em todo o país porque a vacina chega a conta gotas aos municípios. Mas adotando e fiscalizando o protocolo de distanciamento, álcool em gel, máscara, as escolas podem funcionar. Mas é preciso atenção e critério.

  5. Quando vão começar a estruturar as escolas, isso já era pra ter feito, visto que com as aulas presenciais suspensas, diminuiu muito os gastos, mas o que vejo são escolas completamente abandonadas, cheia de cupim, quero saber quando vão começar a estruturar aa escolas para o retorno das aulas?

Deixe um comentário para Áurea Silva Cancelar resposta