SIMPROESEMMA de Peritoró diz que greve está suspensa

Professor Daniel Daivys

De acordo com informações repassadas ao blogdoacelio pelo coordenador do Núcleo do Simproesemma em Peritoró, professor Danielo Deivys Prudêncio do Nascimento, a greve dos professores do município foi suspensa na última quinta-feira, 3, por decisão da maioria dos filiados àquele sindicato.

Depois de duas audiências o governo de Agamenon Milhomem teria se comprometido com a classe em atender 20 reivindicações que constam na pauta que levou a deflagração da greve dia 24 de outubro.

“As reivindicações, elas apontavam para algumas alterações de emendas pra nosso Plano de Carreira, como também aprovação de um plano de carreira do pessoal de apoio e também pedimos algumas melhorias das condições de trabalho, instalações físicas das escolas, aquela questão da merenda, aquela questão dos salários atrasados”, disse Daniel complementando a seguir

“O governo se comprometeu na última reunião que teve, foi na terça-feira, dia 1º pela manhã, ele se comprometeu a executar todas as nossas reivindicações com um prazo máximo do fim deste mês até o final do ano (2011)”, concluiu

“VAMOS FICAR DE OLHO”

Daniel Deivys garantiu que se trata apenas de uma suspensão do movimento grevista, caso até o fim do ano as 230 reivindicações não sejam atendidas os professores cruzarão os braços novamente.

“Nós não acabamos com a greve em definitivo, apenas suspendemos temporariamente até que o governo cumpra e execute o que foi acordado

As aulas devem normalizar na segunda-feira, dia 7.

E O SINDSERP?

Na cidade de Peritoró existe, além do Núcleo do Simproesemma, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais comandado pelo professor Clemilson Viana, que já demonstrou ser a favor da continuidade da greve por entender, entre outras coisas, que o Núcleo do Simproesemma tem ligações fortes com o governo de Agamenon.

O blog quis saber sobre o tal impasse. Daniel disse que o Sindicato de Clemilson não tem legitimidade.

“Existe aqui, Acélio, uma dualidade de sindicato porque nós estamos a mais tempo lutando pela classe, porém o Clemilson Viana, ele não se contentou em fazer oposição, a oposição é contra mim porque a gente trabalhava mais, porém ele criou outro sindicato pra poder se ascender, então queremos até dizer que o sindicato – Sindserp – ele não pode responder pela educação porque isso vai ferir o art. 8º da Constituição, no seu parágrafo 2º, onde fala lá que é vedado a criação de mais de um sindicato onde já existe outro”, disse

Daniel acusou Clemilson de ter tentado impedir professores e alunos de entrarem nas escolas e criticou a atitude de seu colega.

“Nós colocamos carro de som na quarta-feira, que foi 2 de novembro, avisando que estava suspensa a greve, quando ele colocou carro dizendo que a greve continua para os pais não mandarem os filhos para as escolas, entendeu? E no outro dia ele tava fazendo barricada nas escolas, impedindo os professores de entrar e mandando os alunos embora, ele não pode fazer isso, mandar os alunos embora, ele nem professor dessa escola é. Fica uma confusão porque está acima da lei, é muito complicado”,

Deixe um comentário