SINTSERM denuncia que Vereadores se recusam a realizar audiência pública para tratar da Educação de Codó

CÂMARA DE VEREADORES SE RECUSA EM REALIZAR AUDIÊNCIA PÚBLICA A PEDIDO DO SINDICATO, PARA TRATAR DA EDUCAÇÃO NA REDE PÚBLICA MUNICIPAL DE ENSINO.

Há dias, educadores se dirigem às sessões ordinárias do Legislativo cobrando a realização de uma audiência pública para tratar das condições físicas e estruturais das escolas municipais, assim como, a retomada do ensino presencial. À princípio, o presidente do Parlamento se colocou à disposição da categoria, fazendo com que o sindicato representativo da classe sugerisse em forma de ofício a realização da mesma para o próximo dia 26/10, no entanto, surpreendentemente o presidente em resposta alegou que por decisão da maioria dos parlamentares não será possível a realização da audiência.

Repudiamos veementemente a omissão dos parlamentares diante de tamanho descaso e abandono em que se encontra a educação na rede pública municipal.

SINTSERM-CODÓ.
Em: 22/10/2021.

14 comentários sobre “SINTSERM denuncia que Vereadores se recusam a realizar audiência pública para tratar da Educação de Codó”

  1. Ow governo fraco,

    Essa secretaria de educação #foraraquelpaula não consegue resolver nada, tudo nessa educação é “mea boca”.
    Completando 11 meses de trabalho e a educação que estava no fundo do poço consegue cavar um pouco mais. Pede para sair secretária, sabemos que você não tem competência para esse cargo

    1. Trocaram o programa que estava todos os professores já capacitados para manipular as informações das aulas por um programa (PAGE) que é pior do que o anterior. E o pior é que não foi dado treinamento aos professores e nem se quer justificaram a troca do mesmo. Geralmente se substitui um programa por outro melhor, mais essa administração fez o contrário. Talvez por incompetência ou para beneficiar alguma empresa, pois as pessoas que dirigem a educação não querem que a educação melhore, mais sim a satisfação pessoal e financeira de cada dirigente e o restante que se exploda, infelizmente é a pura realidade.

  2. Estes Edis não estão nem ai para a população, eles estão voltados para os seus interesses pessoais ou por suas barganhas que vão levar para os seus bolsos.

    1. É triste ter esses parlamentares como “representantes do povo,” péssima escolhas da população. Agora estamos pagando o preço.
      O pior é que na próxima eleição a maioria volta novamente, é por isso que eles não fazem questão de investimentos em educação, o povo sem educação é mais fácil de ser manipulado, só assim eles se perpetuam no poder .

  3. Discordo de você, Zé Roberto.
    O extenso curriculo e a dedicação credencía a secretária para o cargo. Atravessávamos uma pandemia cujos protocolos de segurança proibiam aglometações de alunos e também trabalhadores, impedindo aulas e obras de reformas. Os opositores do governo fingem não estarem cientes da crise sanitária para criarem frágil, porque inconsistente, narrativa depreciativa. Mas o povo está consciente das dificuldades que a pandemia nos causou em todas as áreas. Ademais, numa democracia, o contraditório é um direito dos perdedores. E sendo assim, você pode espernear, Zé Roberto.

    1. A história não muda se os eleitores não mudarem. Não reelejam nenhum deles, a reposta foi “por decisão da maioria dos parlamentares…” Quem se manifestou a favor de voces? Procurem saber. Os professores são uma quantidade significativa de votos inclui professores, os familiares deles, aqueles que eles conseguirem influenciar ou que simpatizem com a causa deles, repito quantidade significativa de votos, se valorizem.

    2. O que credencia a senhora secretaria é mas apadrinhamento político , que currículo.
      Essa é que e a verdade , e você e toda população codoense sabe disso.

    3. Mais uma pessoa da panelinha da secretaria. Será se você tem conhecimento dos problemas que enfrentam os docentes municipais, que para ministrar uma aula é preciso comprar pincéis do próprio bolso, para imprimir as avaliações e atividades tem que tirar dinheiro do bolso, sem contar que as escolas não tem estrutura para que o professor posso ministrar uma aula de qualidade, dinheiro é que não falta para a educação, para que as escolas sejam aparelhadas, o que está faltando é vontade, pois quando as pessoas assumem um cargo público, acham que o dinheiro é seu, e começa a e licitações de carta , paradinheiro. Não adianta o governo federal enviar verbas para educação, pois ela é , por isso o povo codoense continuará analfabeto e o índice de pobreza aumentado, pois só através da educação que podemos mudar essa realidade de Codó.

  4. Pode entrar quem for na câmara, vai continuar na mesma, o dinheiro cega e corrompe o ser humano. Se rico vai sair mais rico, se pobre, vai sair rico. Essa é a realidade. O que deveria mudar eras as leis. Vereador tinha que ser só um mandato, apenas um salário mínimo e nao podia ter outro emprego. Trabalhar 8 horas por dia. Duvido se teria tanta briga pra ser vereador.

Deixe um comentário