Fale com Acélio

CODÓ, 128 ANOS DE EMANCIPAÇÃO POLÍTICA DE UM MUNICÍPIO QUE:

● Neste 16 de abril não consegue inaugurar sequer uma grande obra que possa ficar marcada na memória dos que aqui moram;

● Em se tratando de serviços públicos, as estradas, ruas, praças e prédios públicos tanto da sede quanto da zona rural encontram-se nas piores condições possíveis;

● O aterro sanitário juntamente com as duas mil casas continuam sendo um sonho e necessidade da população;

● Na saúde, o caos permanece com pacientes há semanas e meses à espera de uma cirurgia e/ou transferência;

● Os profissionais desenvolvem suas atividades em condições insalubres, sem os Epis necessários, além da desvalorização e falta de estabilidade dos mesmos, devido a não realização de concurso público nesta área há décadas;

● Na educação os problemas históricos persistem como: falta de alimentação e do transporte escolar, assim como, o sucateamento das escolas;

● Após muitos anos, o n° de professores contratados supera o de efetivos dada a não realização de concurso nos últimos quatro anos;

● Nem mesmo os 30 milhões extras de precatórios do FUNDEF destinados à Codó nos últimos sete anos e não rateados com os professores nos governos de Nagib e Zé Francisco, não serviram para melhorar o sistema educacional do município.

SINTSERM-CODÓ.
Em: 15 de abril de 2024.

3 comentários sobre “SINTSERM:CODÓ, 128 ANOS DE EMANCIPAÇÃO POLÍTICA DE UM MUNICÍPIO QUE…”

  1. Esses libelos da lavra do sindicato revelam a ânsia de mostrar serviço midiático a algum candidato, menos aos associados.
    O prefeito Zé Francisco deixou marca indelével na memória do codoense, sim, ao doar ao povo a escritura das suas casas — nesses 128 anos nenhum político fez uma obra social tão abrangente e útil como essa.
    No último item, que fala de precatórios, despropositadamente o Sintserm faz politicalha miúda ao omitir que em 2021 Zé Francisco pagou o precatório aos professores; o único prefeito que pagou precatório. O pior, caro leitor, é que o Sintserm também omite que Nagib recebeu 24 milhões de precatórios e não pagou um centavo sequer aos professores. Por que o Sintserm não cobra o Nagib? Essas omissões grosseiras revelam que o sindicato age mais como pau mandado de políticos ultrapassados do que em prol dos associados.

  2. Um beijo para voce senhor docente infelizmente sou casado não podendo atender seus desejos declarados durante todo o nandato do teu…….

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

PUBLICIDADES

A CONVERSA É COM ACÉLIO TRINDADE

APP RAD MAIS

Dra. Nábia, PEDIATRA

JÉSSICA COUTINHO

IMPULSO CRED

REGIONAL TELECOM

Marque Consulta

FC MOTOS

LOJA PARAISO

FARMÁCIA DO TRABALHADOR

PANIFICADORA ALFA

OPTICA AGAPE

SUPERLAR

BRILHO DO SOL

 

CAWEB FIBRA

PARAÍBA A MODA DA SUA VIDA

Venda de Imóveis Codó-MA

HOSPITAL SÃO PEDRO (HSP)

Óticas HP

CARTÃO NOROESTE

 

 

SEMANA RAD+

GABRIELA CONSTRUÇÕES

Imprima

Lojas Tropical

 

Mundo do Real

Reginaldo

Baronesa Janaína

RÁDIOS NET

EAD – Grátis

Categorias