SUPER SALÁRIO: Zito Rolim ganha mais do que 13 prefeitos de capitais do Brasil incluindo o Rio de Janeiro

Em 4 anos, os dois ganharão R$ 1.341.360,00
Em 4 anos, os dois ganharão R$ 1.341.360,00

Em janeiro de 2009 o prefeito Zito Rolim já entrou sabendo que teria um dos maiores salários do Brasil na área do serviço público. Os vereadores, no ano anterior, aprovaram a mudança salarial do prefeito e de seu vice para valer a partir de 1º de janeiro de 2009 (LEI 1.476 de 2 de janeiro de 2009). Ficou Assim:

Prefeito de Codó – R$ 18.630

Vice-prefeito – R$ 9.315

Mesmo para tanta responsabilidade, convenhamos é um super salário. Os jornalistas do G1 (site da central Globo de jornalismo e sua afiliadas) fizeram na semana passada um levantamento sobre quanto ganha cada prefeito em 26 capitais do país.

Olhando o resultado, conclui-se, claramente, que o prefeito de Codó ganha mais do que 13 prefeitos de capitais do meu Brasil, obviamente, com responsabilidades bem maiores. Ficam no chinelo de Zito, em termos de ‘bufunfa’ no fim do mês, prefeitos de cidades como Teresina, Fortaleza, Belém e, pasmem, até do Rio de Janeiro.

Tá bem pra caramba, meu prefeito.

Os vereadores de Codó são dignos de muitos aplausos em termos de inteligência matemática. Não se sabe, nem na China,  que tipo de índice da economia mundial nossos edis utilizaram para reajustar esse super salário, que não passava da casa dos 10 mil reais até 2008.

Veja a lista dos prefeitos de grandes capitais que ganham menos que Zito Rolim, prefeito de Codó, cidade de 118.000 habitantes e um Indice de Desenvolvimento Humano – IDH – de dá inveja à qualquer governante do continente africano.

Goiânia R$ 18.460
Vitória R$ 18.400 24,6%
Belém R$ 18.038,11 12,7%
Salvador R$ 18.038,10 73,4%
Manaus R$ 18.000
Teresina R$ 16.574,02 27,9%
Rio Branco R$ 16.437,40
Fortaleza R$ 15.891,83
Porto Alegre R$ 15.503,58
Boa Vista R$ 15.000
Recife R$ 14.635
Cuiabá R$ 14.300
Rio de Janeiro R$ 13.964,94

15 comentários sobre “SUPER SALÁRIO: Zito Rolim ganha mais do que 13 prefeitos de capitais do Brasil incluindo o Rio de Janeiro”

  1. Ah Acélio, quer dizer que a responsabilidade de cuidar dos habitantes de uma capital nao é a mesma de cuidar do povo de Codó? Por quê a responsabilidade com o povo de Codó é menor?

  2. Sr Pedro Malasarte nao e dificil reponder sua pergunta, comparar Codo com Rio de Janeiro ja e demais, nao acha? Passe so uma semana em um daqueles morros de conflito e volte pra contar historia! Va estudar meu irmao, faca um concurso publico, pare de babar prefeito que essa profissao nao garante futuro nao meu irmao!

    1. Meu amigo to falando justamente disso.. PROPORÇÃO! vc q precisa estudar p saber a diferença entre absoluto e relativo. Voce acha que os problemas de timbiras sao menores do que os de Codó porque la é menor? Ai entram varios outros aspectos. Será que Codó e timbiras recebem os mesmos recursos de fpm que o Rio de janeiro?

  3. Na verdade ele não tá nem aí pra esse salário, que é uma “merreca” se comparado ao ……………….. R$ 18.630 é trôco, o négócio bom mesmo vem dos ……………..

  4. Qdo não era prefeito, a fazendo dela eh simples e humilde. Hj são varios tratores trabalhando tá um brinco, as cabeças de gado aumentaram, em mais de 1000%. com esse salário de prefeito não dá kkkkkkkkkkkkkkkk, eh o povo sorrindo.

  5. P Q P
    AGORA CHEGA E PEDE 10 REAIS PARA O ZITO OU PARA O GUILHERME SÓ PARA FAZER UM TESTE
    OS DOIS AINDA TEM A CORAGEM DE DIZER QUE A COISA TA RUIM O QUE É UMA FALTA DE VERGONHA NA CARA MUITO GRANDE VIVER CHORANDO MISSERIA COM OS BLOSOS CHEIO DE DINHEIRO DO POVO SÃO DOIS LADRÕES

  6. acho que Zito está ganhando é pouco, pois a responsabilidade é enorme e outra coisa o Zito faz é trabalhare muito, ele merece muito mais…. tenho certeza q se fosse um de vcs ia querer era mais, pra tamanho trabalho e responsabilidade

  7. Por isso que codó não vai pra frente…
    vê ai se o salario do pessoal do HGM num tá atrazado.
    agora deixa eses felas da puta sem receber 1 mês pra cê ver!

    a politica brasileira é uma piada essa que é a verdade.

Deixe uma resposta