VEJA O VÍDEO: ACÉLIO TRINDADE explica o porquê de muitas pessoas do MAIS ÁGUA estarem pagando ‘talão caro’ agora

A lei 1.826 de 05 de junho de 2018 criou o programa MAIS ÁGUA que beneficia 3 mil famílias, boa parte dos 29.734 consumidores que o SAAE de Codó tem ativos e deixa um rombo mensal de no mínimo R$ 71.099,00 nos cofres da  autarquia para a PREFEITURA DE CODÓ PAGAR, só que isso nunca aconteceu (nem neste governo, nem no anterior).

Agora a nova gestão está fazendo cumprir a lei  aprovada pelos vereadores em 2018 e muita gente está sem entender o motivo de estar recebendo contas de até R$ 90, como foi o caso de uma denunciante ao blogdoacelio.

Neste vídeo explico critérios que estão fazendo estes beneficiários pagarem contas agora – o mais corriqueiro deles tem haver com o que pouca gente sabe, é que para receber a conta quitada a pessoa só pode consumir 15 mil litros de água no mês (15 metros cúbicos de água).

O que passar disso ( de 15 mil litros), a lei manda o beneficiário pagar.

Mas atenção, não significa que você vai ser excluído, significa que naquele mês em que o medidor registrar mais do que 15 mil litros consumidos, você paga.

Só existem duas formas de ser excluído ou afastado do MAIS ÁGUA, CONFORME ESTA LEI MUNICIPAL, TÁ NO ART. 5º:

1- DEFINITIVAMENTE: Se for constatado que a casa está sem ninguém morando (imóvel vago).

2 – TEMPORARIAMENTE: Quando o consumo mensal for superior a 15 mil litros de água, ocasião em que será cobrado normalmente ‘ com base no efetivo consumo”, diz a lei.

Portanto, se só existem estas duas formas de sair do programa, tranque sua torneira, veja este vídeo, e aprenda a continuar no PROGRAMA MAIS ÁGUA com informação de verdade.

 

Deixe um comentário