Vereador Delegado Rômulo fala sobre a necessidade de revitalização e organização da região do Troca-Troca

Em seu discurso na sessão da Câmara Municipal, o vereador Delegado Rômulo falou sobre uma questão antiga e que ainda causa muita controvérsia para a população: a organização e segurança pública para comerciantes e consumidores na área do chamado Troca-Troca, pequeno núcleo de comércio na região do Mercado Central de Codó.

Infelizmente hoje, todos os frutos de arrombamentos e roubos estão sendo levados para o troca-troca. Quando são apanhados, os próprios autores dos crimes dizem ter passado a mercadoria no troca-troca. Esse é um problema grave em nossa cidade e diz respeito a todos nós, políticos, comerciantes e cidadãos em geral. É um problema de segurança pública e tem que ser discutido no parlamento e com a participação da sociedade”, alertou o vereador.

Dentre as propostas apresentadas pelo parlamentar, o cadastramento dos comerciantes que atuam na região seria um bom primeiro paço. “Precisamos cadastrar as pessoas que realmente querem trabalhar e fazer seu comércio ou trocas legais naquela região. Existe a necessidade de saber da procedência e qualidade dos produtos comercializados e o cadastro dos comerciantes que ali realizam suas vendas e trocas. Separar as pessoas que de fato buscam trabalhar e garantir sua renda, dos que vão para região para fazer dela ponto de receptação de furtos e roubos, tráfico de drogas e outros crimes”.

Revitalização da região

O vereador afirmou que há a necessidade de se revitalizar, cadastrar os trabalhadores que atuam e moralizar a área, para que os comerciantes possam trabalhar com mais organização e segurança, livre da ação de criminosos. “Basta dizer que, como delegado, realizamos uma ação ali e apreendemos duas armas de fogo recentemente, e os autores foram autuados em flagrante. Tudo isso é prejudicial para os comerciantes da região que querem fazer sua renda de forma honesta e legalizada. Organizar e revitalizar aquela área será um grande benefício para os comerciantes e consumidores, além de todos os cidadãos de bem”.

Moradores de rua

Outro dado alarmante passado pelo vereador em plenário é que 90% dos moradores de rua de Codó são viciados em drogas, o que é um fator preponderante para a prática de arrombamentos e crimes na região central e por toda cidade. “Isso é um problema de todos nós e precisamos tocar nesse assunto e buscar soluções urgentes. se não fizermos alguma coisa agora a situação vai se tornar incontrolável. Precisamos seguir o exemplo de outras cidades, como São Luís, onde os moradores de rua foram catalogados, cadastrados, e levados a órgãos públicos como CRAES, CAPS, órgãos do Estado e do município. Precisamos cuidar e conseguir atividades produtivas para elas. Precisamos cuidar. Isso é um problema de saúde pública”, concluiu.

Ascom

2 comentários sobre “Vereador Delegado Rômulo fala sobre a necessidade de revitalização e organização da região do Troca-Troca”

  1. O vereador Rômulo é tigrão contra os comerciantes do Troca Troca, mas Tchutchuca contra as ilegalidades do Executivo Municipal (o qual ele deve fiscalizar)!

Deixe um comentário