Zito lança PRÊMIO CODÓ e vira exemplo de gestão pública para o Ministério do Planejamento

A Secretária de Administração Delia Bernarda Nunes Assen e o Assessor Técnico Múcio Jorge Nelo de Oliveira, líderes na Prefeitura Municipal de Codó, reuniram-se com a equipe do NEP-MA no dia 03 de agosto para organizar a implantação do planejamento do Prêmio Codó Para a Excelência na Gestão Pública, já aprovado pelo Prefeito Zito Rolim durante a realização da I Semana da Qualidade, com o objetivo de firmar o Município de Codó como força regional na implantação da excelência na gestão.

A implantação do Prêmio conta com o apoio e a participação do Núcleo da Excelência Pública no Maranhão e objetiva implantar um sistema de reconhecimento e premiação dos melhores desempenhos das organizações públicas locais e regional. A Prefeitura de Codó quer estimular o alcance de resultados excelentes pelas secretarias municipais e demais organizações públicas dos três níveis de poder e governo ampliando a capacidade de resposta às necessidades dos cidadãos. E pretensão da prefeitura de Codó expandir a participação no prêmio para reconhecer e valorizar os bons resultados obtidos por organizações públicas das cidades vizinhas na Região dos Cocais inserindo-as no cenário da melhoria contínua.

Durante a reunião foram concluídos os cronogramas e as principais atividades que deverão ser realizadas nos meses de agosto à novembro de 2011, fechando o ciclo com a realização de um grande evento no dia 05 de dezembro, Dia Internacional do Voluntariado.

A criação do prêmio visa estimular o alcance de um dos objetivos mais importantes do Programa Gespública que é a disseminação de conhecimentos, ferramentas e tecnologias num processo de economicidade no uso dos recursos públicos

O Programa Gespública é desenvolvido pela ação de uma rede nacional de voluntáriado que transfere conhecimentos e tecnologias custo zero para as organizações adesas.

Fonte: Ministério do Planejamento

10 comentários sobre “Zito lança PRÊMIO CODÓ e vira exemplo de gestão pública para o Ministério do Planejamento”

  1. INUSITADO, esse programa. Não vejo economia. Vc caro Acélio não está entendendo esse programa. Veja que vc disse que o programa tem como fim a economicidade no uso dos recursos públicos.
    Apesar da inteligência do Assessor e da Secretária, o Senhor Prefeito não sabe o que é essa tal de economicidade, pois no governo existe enraizado o nepostismo. O Assessor referido nesta matéria é filho de um Secretário Municipal, isso não seria despesas ao invés de economicidade?

  2. Prefeito Zito,a sua derrota definitiva começou hoje, pois o bate papo do Alberto Barros com o Jonas deixou claro que a sua televisão vai ser pior do que as baixarias que o Biné fazia com o Ricardo.

    Dois loucos destilando veneno para todo lado.

  3. Os dois alicerces

    MATEUS 7.24-29
    — Quem ouve esses meus ensinamentos e vive de acordo com eles é como um homem sábio que construiu a sua casa na rocha. Caiu a chuva, vieram as enchentes, e o vento soprou com força contra aquela casa. Porém ela não caiu porque havia sido construída na rocha. — Quem ouve esses meus ensinamentos e não vive de acordo com eles é como um homem sem juízo que construiu a sua casa na areia. Caiu a chuva, vieram as enchentes, e o vento soprou com força contra aquela casa. Ela caiu e ficou totalmente destruída.

    A autoridade de Jesus
    Quando Jesus acabou de falar, as multidões estavam admiradas com a sua maneira de ensinar. Ele não era como os mestres da Lei; pelo contrário, ensinava com a autoridade dele mesmo.

  4. Isso é exemplo de gestão ou de “CONGESTÃO”? O Ministério não sabe dos absurdos da “CONGESTÃO” de Codó. Deveria o Ministério saber que existe um fatasma da família do Prefeito que está se dedicando GRATUITAMENTE a administração municipal, isto é que é ECONOMICIDADE de recursos públicos.

Deixe um comentário