Escola Colares Moreira dá otimo exemplo e garante continuidade dos estudos para seus alunos

A ESCOLA É UMA TECNOLOGIA DE ÉPOCA E NÃO PODE PARAR!

Sendo assim…

O Centro de ensino colares Moreira em detrimento das determinações do governo estadual e com o intuito de garantir a continuidade do processo educativo de seus estudantes, nesse momento em que todos nós estamos em isolamento social, devido a Pandemia do Covid-19, resolve ser protagonista no processo ensino aprendizagem. Utilizando como apoio pedagógico as Tecnologias de Informação e Comunicação-Tics (Google class room, Waat sap, e outros).

Dessa maneira, Gestão, supervisão, professores/as e estudantes compreendem que é fundamental unirem forças para construírem juntos/as o conhecimento. Não há dúvidas que a jornada é e será ainda mais árdua, pois são muitos os desafios diante desse novo cenário, entretanto sabemos que estamos no caminho certo!

É claro que o digital não vem para substituir a maneira de comunicação entre a escola e estudantes, mas, nesse momento, como um novo caminho que leve a aquisição de saberes pelas diferentes linguagens, incluindo aquelas que são pouco exploradas, e nós enquanto escola não podemos e nem devemos nos esquivar diante dessa missão!

Não vamos parar! Vamos juntos sim nessa viagem rumo ao conhecimento!!!

A DIREÇÃO

VÍDEO – Atacado por ‘protestos’ e de loja fechada empresário de Codó questiona “pra quê cartório aberto?”

O empresário Francisco Marques se viu esta semana diante de mais um dilema provocado pela crise do CORONAVÍRUS. Além de estar de loja fechada por conta dos decretos, descobriu ontem, 1º, que os bancos continuam mandando contas atrasadas para protesto em cartórios de Codó, que continuam abertos.

Ele conversou com o chefe de cartório e ouviu dele que nada poderia fazer, ou seja, quantos chegarem serão protestados, o que significa nome da empresa ‘sujo’, impedido de fazer qualquer negócio enquanto estiver negativado nos cartórios.

“Qual é a necessidade de cartório funcionar , qual é a necessidade de cartório tá protestando os boletos que estão sendo encaminhados pra lá, porque se é, realmente, pra ajudar a classe empresarial teria que suspender esses protestos porque os bancos estão encaminhando pros cartórios e o cartório tá protestando”, disse

Disse que teve que tirar o pouco que tinha para pagar os funcionários esta semana e redirecionar para livrar-se do protesto e questionou a necessidade de ainda se ter cartórios abertos em Codó.

“To sofrendo com isso, eu tô tendo que tirar do dinheiro do pagamento dos funcionários, tive que fazer isso, essa semana, deixar de pagar os funcionários  pra cobrir boleto que já está no cartório porque o cartório disse que não tem como fazer nada…NA SUA OPINIÃO TINHA QUE ESTÁ FECHADO? tinha que está fechado porque aí mesmo que encaminhassem não iria protestar porque o cartório ia tá fechado”

Ao ver a reclamação do empresário no www.Instagram.com/trindadeacelio a Oficial de Registro, Livia de Oliveira Ayub Alves, emitiu a seguinte opinião a respeito.




“Quem precisa ficar isolado é ele”, diz Lula sobre Bolsonaro

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva concedeu, na tarde desta quarta-feira (01), uma entrevista coletiva para o que definiu como “membros da mídia alternativa”. Durante a conversa, que foi exibida ao vivo nas redes sociais o petitsa, ele criticou a maneira com que o governo Bolsonaro está lidando com a pandemia do coronavírus no País e a preocupação excessiva da base governista com as consequências econômicas da doença.

“As únicas medidas concretas que o governo fez foram para os banqueiros. Enquanto isso o povo espera chegar os R$ 600 que eles agora estão prometendo pra 16 de abril”, disse Lula, ao lembrar que o repasse aprovado pelo Congresso ainda não foi pago pelo governo. “O Bolsonaro só está preocupado em manter os fanáticos dele. Ele não está preocupado em orientar o povo. A Câmara e o Senado vão ter que intervir cada vez mais”, continuou o petista, que ainda elogiou o trabalho do governador João Doria, membro do PSDB, partido que rivalizou com o PT nas últimas décadas.

“A gente tem que reconhecer que quem tá fazendo o trabalho mais sério nessa crise são os governadores e os prefeitos”, admitiu. “Eu estou convencido de que o Bolsonaro, ou ele muda, ou ele não tem condição de continuar”, disse Lula, ao ser perguntado sobre a possibilidade de impechment do presidente da República. “Todos os líderes do mundo já entenderam a gravidade da situação, menos o Bolsonaro. Ou esse cidadão renuncia ou se faz o impeachment dele com base nos crimes de responsabilidade que ele já cometeu.”

O petista ainda provocou Bolsonaro: “Seria muito mais fácil resolver essa situação se o Bolsonaro não se sentisse dono do Brasil e entendesse que ele é apenas um administrador. Todo mundo quer colaborar: especialistas, médicos, governadores, prefeitos Todo mundo quer salvar a vida do seu povo”, explicou.”O povo precisa ficar em casa pra se proteger inclusive do Bolsonaro. E se tem alguém que precisa ficar isolado é ele”, finalizou Lula.

FONTE: www.terra.com.br

Após entrega de ambulância no KM 17 prefeito Nagib fala sobre avanços na saúde

O repórter Amaral Júnior entrevistou o prefeito Francisco Nagib agora pela manhã após a entrega da ambulância no KM 17.

VÍDEO – Veja como os idosos, sob risco de infecção do Coronavírus, analisam as filas na porta dos bancos em Codó

Veja como os idosos de Codó avaliam a questão das filas na porta de agências bancárias em tempos de disseminação do novo CORONAVÍRUS.

Existe o medo da doença? como eles veem a necessidade do distanciamento entre as pessoas? De quem é a culpa? Há desorganização?

SAAE/Codó trabalha diariamente para manter o abastecimento de água sem interrupção em época de pandemia

SAAE/Codó trabalha diariamente para manter o abastecimento de água sem interrupção em época de pandemia

Em tempos de pandemia coronavírus (COVID-19) onde as autoridades sanitárias e de saúde orientam para uma maior atenção aos cuidados de higienização pessoal e das áreas habitáveis, o SAAE/Codó intensificou suas ações em identificar pequenos e grandes vazamentos, queima de bombas hidráulicas, tudo para diminuir ao máximo as interrupções no fornecimento de água para o codoense. Para isso conta com a garra e o trabalho de dezenas de servidores dedicados.

Segundo o diretor geral eng. Evimar Barbosa, essas ações que fazem parte da rotina dos trabalhos da autarquia foram intensificadas. *“Esse é um momento em que todo o município de Codó, todos os órgãos públicos, estão unidos e empenhados no combate ou na ajuda ao combate dessa pandemia. É o nosso caso, que mesmo com relação a ações que para nós são rotineiras, intensificamos para que as interrupções no abastecimento de água, tão importante neste momento sejam as menores possíveis. ”* Disse o diretor.

A autarquia SAAE/Codó, como órgão de serviço essencial, está trabalhando, com alguns justes para proteger seus servidores, bem como os usuários. Por tanto, emissão de faturas e cobranças são normais, legais e responsáveis pela manutenção dos serviços. Com essa arrecadação é possível pagar os insumos necessários para produção de água potável como: energia elétrica; produtos químicos; combustíveis para a frota; e os salários de seus servidores; dentre outros.

Por determinação do Prefeito Francisco Nagib, conforme Decreto Municipal 4220/2020, fica temporariamente suspenso o corte no fornecimento de água enquanto perdurar o estado de pandemia.

SAAE/Codó – Juntos venceremos a pandemia do coronavírus (COVID-19)

Ascom/Saae

CORONAVÍRUS – 10 Instituições da área do Direito assinam nota conjunta defendendo isolamento social no Maranhão

Uma nota conjunta foi elaborada por dez instituições maranhenses nesta terça-feira, 31. O documento defende o isolamento social como forma de prevenção ao coronavírus.

Assinam a nota o Ministério Público do Maranhão, o Tribunal de Justiça do Estado, o Ministério Público Federal no Maranhão, a Assembleia Legislativa, o Tribunal de Contas do Estado, a Defensoria Pública, o Tribunal Regional Eleitoral, o Tribunal Regional do Trabalho da 16ª Região, o Ministério Público do Trabalho no Maranhão e a Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Maranhão.

No documento, as instituições defendem que “deve-se observar que a OMS persiste nas recomendações de isolamento domiciliar como sendo a medida de maior eficácia contra a nova pandemia, sendo testada e trazendo resultados positivos em diversos países que tentam debelar a nova moléstia”.

A necessidade de equilíbrio social também é defendida na nota. “Conclamamos a todos, neste momento de extrema gravidade, a mantermos a união social e política, haja vista que o momento não enseja radicalismos de natureza político partidária ou ideológica, que somente poderão levar ao caos social”, afirma o texto.

Para o procurador-geral de justiça, Luiz Gonzaga Martins Coelho, “estamos todos vivendo um momento muito delicado. Em nosso estado, infelizmente já tivemos óbito confirmado por causa do coronavírus. Os números de casos são crescentes em São Luís, no Brasil e no mundo todo e isso nos mostra o quão grave é a situação”, afirmou. “Não temos a exata dimensão de até quando essa situação continuará. Mas as instituições estão unindo esforços e, por isso, elaboramos esta nota conjunta. O apoio da população é muito importante nesta fase”, finalizou o chefe do MPMA.

NOTA CONJUNTA – CORONAVÍRUS

REPERCUSSÃO POSITIVA – Veja 7 medidas anunciadas pela Prefeitura para o MERCADO CENTRAL a partir desta terça-feira (31)

A repercussão do vídeo gravado por Acélio Trindade com o tema  UMA ILHA CHAMADA MERCADO CENTRAL gerou mobilização nesta segunda-feira, 30, entre as autoridades. Na Secretaria Municipal de Agricultura, responsável pela área, houve uma reunião comandada pelo secretário Araújo Neto.

Ao repórter Jair Ribeiro ele disse:

“Eu sei de notícias que saíram inclusive no blogdoacelio, eu agradeço ao Acélio  pela preocupação que tem tido com o mercado, mas nós estávamos trabalhando nos bastidores para que as coisas não tomassem um rumo diferente”, disse o secretário

Araújo destacou uma série de medidas que serão postas em prática, segundo ele, a partir desta terça-feira, entre as quais:

1 – Tentar distanciar as barracas uma das outras

2 – Delimitar espaço de compra e venda

3 – Equipamentos de Segurança Individual (Luvas, máscaras, etc.)

4 – 6h às 11h fechamento do Mercado para carros, motos, bicicletas

5 – Conversar com merendeiras para que não permitam que comam no mercado (que levem para casa)

6 – Conscientizar idosos e aqueles considerados de grupo de risco evitem estar no Mercado Central

7 – Apoio do Exército no controle das pessoas

OUÇA A ENTREVISTA COMPLETA COM JAIR RIBEIRO

VEJA a Polícia Militar fechando lojas que amanheceram abertas em Codó

Foi preciso a ação da Polícia Militar, sob ordem do comandante do 17º BPM, tenente-coronel Johny Alves, para voltar a fechar dezenas de lojas que amanheceram semiabertas nesta segunda-feira, 30 de março de 2020, na cidade de Codó contra a própria decisão da CDL anunciada dia 27 de março dando conta de que não reabriria esta semana.

Os decretos estadual e municipal só permitem serviços essenciais.

Por Acélio Trindade – UMA ILHA CHAMADA MERCADO CENTRAL

O caso do Mercado Central salta aos olhos em tempos de quarentena contra o CORONAVÍRUS. Meu apelo não é para fechá-lo, até porque ele enquadra-se na venda de alimentos que é permitida pelo decreto municipal.

Meu apelo é para que haja um trabalho de ordenação da entrada e saída para acabar com a aglomeração. Ainda estamos sem caso confirmado, mas se tivermos problemas sérios com o novo Coronavírus não me resta dúvida que o Mercado Central será um grande foco de propagação.

Que nossas autoridades, que até hoje tem feito um grandioso trabalho, possam voltar seus olhares para o nosso Mercado Central.

Também chamo a atenção neste vídeo para a vergonha que nós ainda sentimos de pedir aos outros que mantenham a distância mínima de 1 metro e meio. ASSISTA

Grupo dedeputados do Maranhão propõe redução de 50% do próprio salário durante a pandemia

Um grupo de deputados estaduais do Maranhão protocolou um projeto de decreto legislativo que propõe a redução de seus próprios salários em 50% pelo período de três meses, com o objetivo de ajudar o Estado do Maranhão a enfrentar a pandemia de coronavírus (covid-19).

A proposta, encabeçada pelo deputado Duarte Jr (Republicanos) e com apoio dos parlamentares Felipe dos Pneus (Republicanos), Daniella Tema (Republicanos), Fábio Macedo (Republicanos) e Mical Damasceno (PTB), destina o valor resultante da redução para ações em prol de pessoas que perderam a renda ou o emprego em razão da pandemia. O valor também deve ser investido no financiamento de políticas públicas de combate aos efeitos sociais do coronavírus.

Nacionalmente, já existem pelo menos quatro projetos para a redução de salários dos deputados federais, que ainda precisam ser analisados pela Câmara dos Deputados, em Brasília.

“Espero que essa medida seja adotada por outros deputados. Neste momento de pandemia, em que as medidas de isolamento e contenção afetam a economia de empresários, micro e pequenos empreendedores, profissionais liberais e informais, essa é uma das alternativas para que essas pessoas possam novamente gerar emprego e renda, bem como assegurar condições de vida para muitas famílias”, argumentou Duarte, que espera a aprovação da proposta pelos outros deputados do Maranhão ainda nesta semana.

A deputada Daniella Tema (Republicanos) disse que os deputados não podem cruzar os braços e esperar apenas por ações dos governos. “Cada um de nós precisa fazer a sua parte. Precisamos mostrar para o povo que somos parte da solução e que vamos encarar as consequências das medidas de enfrentamento a essa pandemia unidos à população. Nós, como representantes dos maranhenses, achamos que é justo que a verba pública seja destinada aos que mais precisam dela. Por isso, propusemos a redução em 50% dos nossos subsídios mensais para ajudar no combate dessa crise sanitária, que, além de tirar muitas vidas, tem afetado economicamente a vida de milhares de trabalhadores. Precisamos nos unir e mostrar que somos bem mais fortes”, ressaltou.

A deputada Mical Damasceno (PTB) destacou que, neste momento de contenção da Covid-19, em que as pessoas estão sendo orientadas pela OMS e pelo Ministério da Saúde a ficar o maior tempo possível em casa para diminuir a propagação do vírus, os efeitos, infelizmente, vêm acompanhados de impactos negativos na economia. “Existem vários irmãos maranhenses passando agora por dificuldades, precisando desses recursos, pessoas como trabalhadores informais e autônomos que perderam grande parte da sua renda devido ao isolamento social. Diante desse quadro, tomamos a iniciativa com mais quatro colegas deputados de pedir a redução do nosso salário em 50% pelo período de três meses. Assim, vamos beneficiar os que trabalham dentro dessa informalidade, bem como ações para a efetivação de políticas públicas, em razão dessa pandemia”, destacou.

O deputado Fábio Macedo (Republicanos) disse que o valor será revertido para auxílio às famílias maranhenses que estão em isolamento social e não podem assumir seus postos de trabalho. “Peço que neste momento tão difícil Deus abençoe o nosso Estado e o nosso país e que nós possamos sair disso tudo mais fortalecidos”, afirmou.

O deputado Felipe dos Pneus (Republicanos) reforçou a importância da união em prol de ações efetivas. “Sempre usei o lema vamos fazer juntos, fazer juntos não apenas nos bons momentos, mas também em situações difíceis como a que estamos vivendo agora. Precisamos nos unir, dar as mãos e cada um fazer a sua parte. A união pode vencer qualquer dificuldade”, pontuou.

Prefeito torna-se o primeiro morto pelo novo CORONAVÍRUS no Piauí

A Secretaria de Estado da Saúde informa que foi registrada no Piauí a primeira morte por covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

O Lacen liberou na manhã deste sábado, 28 de março, os exames do prefeito de São José do Divino, Antônio Nonato Lima Gomes, conhecido como Antonio Felicia (PT), que testaram positivo para o novo coronavírus. A informação foi confirmada pelo governador Wellington Dias, através de vídeo divulgado nas redes sociais.

O prefeito, de 57 anos, chegou a ser atendido no Hospital Dr. José Brito Magalhães, no município de Piracuruca, mas não resistiu.  Ele tinha histórico de diabetes e teve uma evolução rápida da doença.

A Associação Piauiense de Municípios (APPM) também lamentou a morte do prefeito Antônio Nonato Lima Gomes, a partir de uma nota de pesar.

O governador Wellington Dias divulgou um vídeo confirmado a morte do prefeito por coronavírus.

Confira a nota de pesar da APPM na íntegra:

A Associação Piauiense de Municípios (APPM) lamenta, com pesar, o falecimento do prefeito de São José do Divino, Antônio Nonato Lima Gomes, na madrugada desta sexta-feira (27). A diretoria e funcionários da APPM se irmanam aos familiares e amigos de Antônio Nonato, rogando para que encontrem resignação e resiliência neste momento de dor.

FONTE: www.meionorte.com

Prefeito Nagib e CDL vão ouvir hoje à tarde juízes e promotores de Justiça sobre reabertura do comércio de Codó

Prefeito Francisco Nagib e o Comitê Gestor da Crise contra o Coronavírus vai se reunir na tarde desta sexta-feira, 27, por vídeo conferência, com membros da Justiça e do Ministério Público de Codó.

A reunião virtual, que vai ocorrer no Fórum da Av. João Ribeiro, tem o intuito único de ouvir estas  autoridades sobre a reabertura do Comércio já na próxima segunda-feira, 30 de março.

O resultado desta reunião com promotores e juízes será repassado à classe empresarial ainda hoje, às 19h, na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas.