FOTOS – Descoberta em matagal Santo Antonio chama atenção para desmanches de motos em Codó

O serviço de inteligência do 17º BPM Codó  vinha investigando furtos e roubos de motocicleta e hoje o serviço de inteligência encontrou uma dessas motocicletas que tinha sido furtada de um estacionamento de uma padaria que fica em uma das principais Avenidas da cidade.

A proprietária estacionou e saiu com amigos para um festejo que acontecia na praça de São Sebastião,  quando voltou já NÃO encontrou sua motocicleta.

A moto foi encontrado em um matagal na região do bairro Santo Antônio e nas investigações o serviço de inteligência chegou até um rapaz de 19 anos Antônio Francisco Alves, morador do Bairro Santo Antônio Primeira Travessa Goiânia.

Suspeito detido pela PM

Ao chegar na delegacia junto com a moto toda desmontada o suspeito Antonio disse que que não tinha sido ele mas citou o nome de um velho conhecido da polícia militar e civil Caveirão.

Antonio e a motocicleta desmontada ficaram na delegacia e no final da tarde de hoje 15 o serviço de inteligência encontrou a proprietária que foi à delegacia receber sua motocicleta toda desmontada

Agora o delegado que faz parte da área onde a motocicleta foi encontrado vai fazer e deve fazer as investigações para chegar até o segundo suspeito citado pelo Antonio

Texto distribuído pela PM via whatsApp

Polícia chega a conclusão de autoria mas bebê Jonatan completa 22 dias desaparecido de Belágua

Nesta sexta-feira (12), faz 22 dias que o bebê, Jonatan Alves dos Santos, despareceu do quarto que sua avó paterna, Maria do Amparo Portela do Nascimento,  nos mostrou ontem, quinta-feira, 11, ainda  movida pela mesma angústia do dia 21 de junho quando acordou, na cidade de Belágua, Leste do MA, e soube que estava sem o neto recém-nascido.

 “eu não sei se tá morto ou se tá vivo, levaram pra fazer maldade essa criança, se levaram pra criar essa criança, eu não sei, é só dúvida na cabeça, muita dúvida na cabeça”, disse

Só 3 pessoas chegaram a ser presas, por 5 dias,  para investigação, neste período, além do pai de Jonatan,  Marilene a tia e seu Raimundo o avô. Eles foram acusados pela mãe,  Eudilene dos Santos Alves,  de ter planejado dar o bebê à alguém não identificado sem o consentimento dela.

 “Eu fui preso inocente,(…) E ATÉ HOJE NADA, NENHUMA , PISTA? Não, nenhuma pista, a pista que eu tenho é só dela, porque ela dizer essa palavra que o menino não tava morto então, na certa ela sabe”, defendeu-se o avô.

A REVOLTA DA TIA

A polícia concluiu que pelo menos o avô e a tia, que agora acusa também mãe como suspeita, nada tiveram com o sumiço de Jonatan. Marilene desabafou.

 “Nem que se eu pegasse 100 anos, se eu tivesse envolvida eu falava, o bonito é a pessoa falar a verdade, não andar com mentiras que nem uma mentira dessa daí que ela me envolveu, dizendo que eu pegar o menino pra doar, é mentira, isso eu afirmo é mentira….O QUE A SENHORA ESPERA DA POLÍCIA? Que a polícia investigue bastante ela, sobre, muito bem, essas mentiras que ela me envolveu”, respondeu

 Para ouvir pela primeira vez uma das pessoas mais importantes desta história intrigante nós saímos da cidade de Belágua e fomos  para a zona rural atrás de Eudilene dos Santos Alves, de 19 anos. Desde o episódio, ela se separou do marido e foi morar num povoado chamado Pequizeiro, a mais ou menos 7 km da sede do município, na companhia dos pais dela.

A MÃE 

A jovem que encontramos é de poucas palavras e não apresenta emoções fortes, choro por exemplo, quando fala do desaparecimento. Se defendeu das suspeitas da família do pai da criança da mesma forma que fez ao prestar depoimento para o delegado que cuida do caso.

 “Não, se eu tivesse culpa de alguma coisa eu já teria assumido, não posso culpar, também não posso julgar, as pessoas também não devem julgar os outros”, disse

Também foi firme ao cobrar o fim da investigação com o devido retorno do filho para seus braços voltando a apontar o pai da criança, com quem não conseguimos contato em Belágua, e a tia Marilene.

“O que eu quero, espero, todo mundo quer é que eles tragam meu filho, quero Justiça, quem fez, quem foi a culpada, pode ser ele, pode ser ela, quero que pague, quero meu filho de volta”, afirmou

O DELEGADO

O delegado regional de Chapadinha, Jackson Ferreira,  é quem está à frente das investigações. Disse que a prisões do início do inquérito o ajudaram a excluir linhas de investigação.

Hoje está convicto de que Jonatan está vivo e que foi entregue  ao alguém pelos pais de comum acordo ou por um deles sem o consentimento do outro.

Na próxima semana o próprio Jackson Ferreira vai ouvir, em São Luís,  parentes do menino desaparecido para tentar achar a resposta da principal pergunta deste caso – onde está Jonantan Alves dos Santos?

“Não houve subtração, o que houve foi uma entrega, o que a gente precisa é só delimitar é se há a participação, a autoria, ou a coautoria dos dois, pai e mae.  A princípio a dificuldade é que em um ambiente em que só ficavam os dois em um quarto, quarto nos fundos de uma casa, não existe testemunhas, não existe cÂmeras, não existe nada que possa trazer uma informação por isso nós estamos procurando outras formas alternativas deinvestigação. As investigações estão em andamento, não desistimos do caso, tem prazo, 30 dias, inquérito penal, se for o caso a gente vai solicitar prorrogação”, afirmou

VÍDEO SUSPEITOS – Bandidos invadem casa, maltratam idosos e roubam no centro de Codó

De acordo com testemunhas, ouvidas a pouco por nossa reportagem, enquanto tentavam ajudar policiais militares a identificar os criminosos, dois bandidos entraram numa casa que fica na rua Semeão de Macêdo, centro de Codó, por  volta das 14h15min, desta sexta-feira, 26.

Dentro da casa estavam além da cuidadora, dois idosos, uma mulher de 92 anos, que chegou a ser empurrada e um homem de 74 anos que teve a boca amarrada por lençóis já que não parava de falar  e isso teria irritado os assaltantes.

Eles procuraram por dinheiro, computadores, celulares, objetos de valor. O que conseguiram,  levaram numa mochila que aparece em imagens captadas por câmeras de segurança instaladas na região, feitas na hora da saída dos bandidos da casa exatamente às 15h15min de hoje.

SAMU E PM

No final da tarde encontramos uma ambulância do SAMU atendendo aos idosos vítimas, que estão fora de perigo, e também homens da Polícia Militar em busca das imagens da região para identificar e prender os bandidos que até foram vistos por vizinhos entrando e saindo da residência, mas, infelizmente, pela tranquilidade, acharam até que eram pedreiros.

Ninguém foi preso até agora.

VIOLÊNCIA – Mulher tem moto tomada de assalto na saída do residencial Trizidela

Beatriz Dutra, dona de casa, concedeu entrevista por volta das 10h da manhã desta quarta-feira, 10, ao blogdoacelio. Contou que saia do residencial Trizidela por volta das 19h40min quando foi abordada por dois assaltantes que levaram sua Honda Pop, cor preta, ano 2018, placa PTG 0846.

Exatamente às 11h12 ela nos comunicou que a motocicleta foi recuperada na estrada vicinal (transversal da MA-026, Codó/Timbiras,  abandonada  pelos bandidos.

Moto recuperada

 

CHINÊS que pratica assaltos em Codó e Caxias já está solto novamente

De acordo com o delegado Rômulo Vasconcelos o nome Lucas Lima da Silva, e sobretudo seu apelido – chinês,  são velhos conhecidos do meio policial. Trata-se de um garoto recém-chegado à maioridade (18 anos), mas já com uma longa ficha de antecedentes criminais, entre eles um latrocínio (roubo seguido de morte) e um homicídio quando ainda era menor de idade.

Chinês prestou depoimento e foi liberado

 “Na verdade Chinês é um elemento conhecido nosso apesar que é de Caxias, ele quando menor em Caxias ele cometeu um latrocínio contra um frentista, num posto de gasolina, e o homicídio de um comparsa dele né, degolou o rapaz, um elemento perigoso que chegou em Codó ano passado, ano passado ele foi preso aqui com várias motos roubadas em Caxias”, revelou o delegado

CRIMES EM CODÓ E CAXIAS

Chinês, como é conhecido, vive, segundo a Polícia cometendo crime em  duas cidades. Numa mesma semana ele roubou uma moto aqui em Codó e a levou para Caxias, lá, usando esta moto roubada aqui, ele cometeu 7 assaltos, roubou 7 celulares, e ainda trouxe para Codó uma outra moto também roubada.

 “Eles fizeram numa noite 7 assaltos de celulares, alguns celulares já foram recuperadas, as duas motos já foram recuperadas em Caxias pelo delegado Jair que é o delegado regional e agora nós fizemos a entrega de uma moto também de Caxias. Ele não estava em estado de flagrância, foi qualificado, interrogado, mas a gente vai tomar as medidas cabíveis legais”, afirmou a autoridade

NAS RUAS DE NOVO

Chinês já está solto novamente, sobre isso o delegado afirmou que para ele e para o comparsa dele, Cirilo, a intenção é pedir a prisão preventiva  à Justiça porque para a Polícia Civil  já é certo que a dupla voltará a cometer roubos nas duas cidades.

Porquinha é preso com Cocaína para distribuir no carnaval

A Polícia Civil do Maranhao – Delegacia Regional de Itapecuru Mirim, prendeu em flagrante delito, JEKESON  CABRAL RODRIGUES, 28 anos, vulgo Porquinha, pelo crime de trafico de drogas.

 A Operação Policial ocorreu entre a cidade de Itapecuru e o povoado Entroncamento.

A Equipe percebeu quando PORQUINHA jogou um pacote ao ver os policiais, que, imediatamente,  localizaram  o material, e tudo indica tratar-se de aproximadamente  100 gramas  de cocaína, provavelmente para ser distribuída neste período carnavalesco.

 Este  já foi preso pela nossa Equipe da Policia Civil,  também por tráfico de drogas, do tipo crack, e também por receptaçâo de uma moto Biz roubada, de cor preta.

Em continuidade de operação, prendeu em flagrante delito, JOSÉ CARLOS NASCIMENTO CABRAL, 43 anos, por posse irregular de arma de fogo,  no Povoado Covas.  Foram apreendidas duas armas de fogo( fogo central e garrucha ).

A incansável Equipe ainda prendeu em flagrante delito, no Bairro Piçarras, em Itapecuru,  RONALDO SILVA LIMA,  57 anos, por ter agredido sua mulher com um pedaço de pau, causando lesões corporais, xingado, e também ameaçado.

Para finalizar, apreendeu em cumprimento de Internação, um adolescente de 16 anos, que conduzia uma moto com a placa adulterada com fita isolante preta, provavelmente para fazer assaltos, como sempre o mesmo faz, tendo o adolescente, praticado vários atos infracionais análogos aos crimes de roubo e furto.

ASCOM Polícia Civil

Delegado Zilmar Santana detalha planejamento da Polícia Civil para o carnaval de Codó

O delegado regional  Zilmar Santana concedeu entrevista ao repórter Jair Ribeiro, da equipe CIDADE FM FOLIA. Ele falou sobre como a Polícia Civil procederá ao longo dos dias de carnaval que já acontecerá neste fim de semana.

Segundo a autoridade policial haverá um reforço de efetivo.

CONFIRA A ENTREVISTA

Major Hudson fala sobre a prisão de ‘Terrorista’ na zona rural de Codó

Fotos da PM/Codó

Major Hudson Carneiro, subcomandante do 17º Batalhão,  contou como os militares Jobson e Amaro, que faziam plantão na localidade Cajazeiras, povoado a 86 kms da sede do município de Codó, localizaram Robson Vieira Soares no  fim de semana.

 “E observaram dois elementos numa moto, aí fizeram a abordagem, um deles estava em estado de embriaguez alcoólica, respondeu às perguntas, respondeu o nome dele direitinho e tal, nisso os policiais liberaram porque não tinha nada de suspeito assim, de mais grave”, disse

Desconfiados os policiais militares submeteram o nome completo de Robson à uma pesquisa no sistema de segurança. Descobriram que ele era foragido da Justiça de Brasília, no Distrito Federal, onde era conhecido pelo apelido de Terrorista.

Na abordagem ‘Terrorista’ havia informado também o povoado Mata Virgem como sua atual morada, também na zona rural de Codó.

 “Eles já sabiam que o rapaz morava no povoado perto, povoado Mata Virgem, se deslocar am pra lá e efetuaram a prisão e aí ele foi conduzido para a cidade de Codó (…) no mandado de prisão tem o apelido dele, ‘terrorista’ não deve ser coisa boa, realmente, e não conseguimos saber, realmente, o que ele fez, mas tem esse mandado de prisão, fizemos o necessário e aí ele foi conduzido pra delegacia aqui de Codó”

A Polícia Civil informou que o mandado de prisão contra Robson Vieira dos Santos se refere à um homicídio cometido em Brasília. Ele era considerado foragido desde o dia 13 de janeiro de 2017.

Foragido de Brasília é capturado por militares na zona rural de Codó

Policiais Militares que estavam de serviço  no Distrito de Cajazeiras, no município  de Codó, efetuaram neste domingo, a prisão  de Robson Vieira Soares, 29 anos, que estava homiziado na Zona Rural de Codó.

Fotos da PM/Codó

Robson é foragido do Distrito Federal e pesa contra ele um Mandado de Prisão. Durante a abordagem ao então  suspeito, não  havia nada que desabonasse a sua conduta, até  que os Policias decidiram realizar uma pesquisa no BNMP ( Banco Nacional de Monitoramento de Prisão) no intuito de obter informações sobre o mesmo.

Após o levantamento das informações do indivíduo, foi constatado que havia o mandado pendente de cumprimento em seu desfavor expedido pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios, apos confirmação , foi dado voz de prisão para o mesmo que foi encaminhado para a delegacia da cidade de Codó para providências.

FONTE: BlogdoBezerra

Suspeito de furtar botijão, quadros e até panelas é preso no bairro São Sebastião

CONDUZIDO: Gedson Gabriel Da Silva Gomes, 21 anos / Rua Osmarino Medeiros, São Sebastião

Foto feita pela PM

VÍTIMA: Antonio José Ferreira da Silva, 58 anos / Rua Osmarino Medeiros, São Sebastião

HISTÓRICO:*  Na tarde de sexta-feira (18/01), a Policia Militar efetuou a prisão de um elemento acusado de ter furtado vários objetos da vítima como: botijão, panelas, quadros e etc, além de danificar o seu veículo, tentando escalar a parede de sua residência.

 A prisão aconteceu por volta das 14h, quando a equipe de policiais recebeu um chamado da vítima afirmando que havia um homem no interior de sua casa.

A vitima afirmou ainda que sofria constantes ameaças  por parte do conduzido para que não o denunciasse a polícia. O conduzido foi apresentado na 4° delegacia de policia para que as medidas cabíveis sejam tomadas.

ASSCOM 17° BPM

Equipe do delegado Samuel Morita prende casal acusado de tráfico de Cocaína

A Polícia Civil do Maranhao, por meio da Delegacia Regional de Itapecuru-Mirim prendeu em flagrante delito DANIELSON SOUSA FERREIRA,  24 anos, vulgo Nielson e ANDREA DOS SANTOS,  28 anos, pelo crime de trafico de drogas e associação para fins de tráfico.

A Operação Policial ocorreu ontem, 16/01/19, no bairro Roseana Sarney, em Itapecuru-Mirim.

Uma porção de cocaína foi encontrada na residência dos flagrados, dinheiro trocado e um celular que possivelmente foi roubado.

 A investigação iniciou-se há algum tempo e o comércio de entorpecentes era grande na residência.

Nielson é reincidente em crimes desta mesma natureza.

Ascom Polícia Civil

OUÇA: Major Hudson dá detalhes da apreensão de 24 quilos de maconha na zona rural de Codó

O Serviço de Inteligência da PM descobriu que Antonio Damasceno Brandão  (residente a rua Pedro Álvares Cabral, 1271) e Antonio Joilson Dos Santos (residente a Rua 8, Qd 8 casa 4 Mutirão), ambos de 27 anos de idade, partiram pra São Paulo no dia 11 de janeiro com o intuito de comprar drogas, a partir de então ficou monitorando o retorno da dupla.

Suspeitos flagrados pela PM

Na madrugada do dia previsto para o retorno (hoje/15) a polícia começou a acompanha-los a partir da rodoviária de Peritoró porque lá eles poderiam descer, mas o desembarque acabou, mesmo, acontecendo no KM 17, zona rural aqui do município de Codó e lá os militares também já os esperava.

Fotografias feitas pela polícia mostram o que os dois trouxeram de São Paulo, nada menos que 24 quilos de maconha e mais uma balança de precisão usada na hora da distribuição da droga em Codó.

24 QUILOS DE MACONHA

 “Ao chegar no 17, lá na parada de ônibus, eles foram presos, abordados foi verificado as suas malas, com o senhor Antonio Damasceno Brandão, foram encontrados 14 quilos da droga prensada e com o senhor Antonio Joilson foram encontrados 10 quilos da drogas e mais uma balança de precisão, com isso os policiais deram voz de prisão e foram conduzidos pra delegacia de Codó”, disse o subcomandante

Foi a primeira apreensão de 2019. Ano passado a PM realizou 50 apreensões de drogas, 10 a mais que no ano anterior. Grande parte disso foi resultado do Serviço de Inteligência monitorando traficantes codoenses

 “O serviço de Inteligência ele é muito importante pra polícia, sem esse serviço a gente fica assim sem saber nada. Então vai continuar o trabalho, como sempre continuou, a gente já deu várias entrevistas sobre resultados positivos do Serviço de Inteligência e 2019 já vamos começando com o pé direito”, garantiu Major Hudson

CASO BEBÉ – Polícia Civil identifica bandidos que mataram dono de bar em Codó

Agora há pouco ouvimos a delegada Maria Tecla Cunha que está responsável pelo Plantão na 4ª Delegacia Regional de Codó neste fim de semana.

Bebé foi vítima de assaltantes dentro de seu local de trabalho

A mais recente novidade policial sobre o assassinato do dono de bar, Raimundo Nonato Gomes de Almeida, mais conhecido como Bebé, ocorrido na madrugada deste domingo após ser baleado 3 vezes no interior de seu bar na rua Rio Grande do Norte, é que os suspeitos, segundo ela em número de 3, já estão identificados, embora não seja prudente divulgar no momento para não atrapalhar a prisão.

Mas ainda não houve prisão, “estamos no encalce”, garantiu a delegada de plantão.

O QUE ACONTECEU?

Contaram testemunhas à polícia que já era madrugada deste domingo (PM registrou 1h30min) quando bandidos chegaram anunciando assalto e querendo que o proprietário os levasse à um cofre que fica no interior do bar.

Cofre procurado pelos bandidos

Houve uma reação por parte de Bebé, ainda não esclarecida, e, em razão disso, teria sido alvejado 3 vezes pelos bandidos.

A vítima ainda chegou a ser levada com vida ao Pronto-Socorro do Hospital Geral Municipal mas não resistiu aos ferimentos e morreu às 4h56 de hoje segundo informação do HGM.

Polícia Militar monta barreira e faz abordagens em ruas do Km 17

Policiais militares do 17º Batalhão realizam constantemente a “Operação Saturação” que visa intensificar a presença da PM com revistas e abordagens no município de Codó, especificamente em toda circunscrição do Povoado Km 17, MA 026.

A operação está sendo realizada durante todos os dias da semana, pois a orientação do comando é que a PM não fique estática no Posto Km 17, mas realizando rondas e abordagens  na circunscrição que engloba todo o povoado. Envolve homens da Força Tática, Serviço de Inteligência e do Patrulhamento de Moto do 17º batalhão de Polícia Militar de Codó.

Condutores, passageiros e transeuntes, assim como Documentos do condutor, do veículo, revistas de passageiros são alvos no intuito de encontrar armas e drogas.     As ações de ostensividade irão continuar para combater e prevenir  crimes na zona rural de Codó.

Asscom 17º BPM

Empresário codoense flagrado com carga roubada já apresentou duas versões à polícia

O vídeo  abaixo, feito pela Polícia Civil,  mostra o momento em que os policiais encontraram a carga aqui em Codó que foi roubada no interior de Minas Gerais.

Num depósito  da Av. Santos Dumont  foram encontradas 4.052 caixas de café, avaliadas em cerca de R$ 400.000,00 segundo o delegado que preside o inquérito.

São 2.366 caixas de café da marca 3 Corações à vácuo e 1.686  caixas de café em pó.

ESTRATÉGIA POLICIAL

Foi a seguradora quem avisou a polícia dando conta de que a carga roubada, que está agora em caminhões no pátio da 4ª Delegacia Regional  após a apreensão, estaria em Codó.

Daí em diante os investigadores passaram a visitar o comércio se fazendo passar por compradores interessados numa quantidade maior de café. Encontraram o que procuravam no Armazém Chaves.

Empresário Antonio Luis Chaves

O dono do depósito é o empresário do ramo de distribuição Antonio Luis Silva Chaves. À polícia apresentou duas versões, na primeira disse que tinha comprado apenas 10 caixas de café e que já havia vendido 7 delas. Depois mudou a história.

 “E ele depois nos confessou que, realmente, tinha um café em determinado espaço no armazém dele, mas que ele teria alugado esse espaço pra uma determinada pessoa, só que ele não soube nos informar o nome, a procedência da pessoa para quem teria alugado por cerca de R$ 3.000,00 e que o café estaria lá”, explicou o delegado

CADEIA

O empresário foi preso em flagrante e será indiciado pela forma mais grave do crime de receptação, cuja pena em caso de condenação pode ser de 3 a 8 anos de cadeia,  porque o delegado ficou convencido de que Antonio Luis tinha a intenção de comercializar o café roubado em Minas Gerais.

 “Como a gente chegou a conclusão de que ele estaria vendendo o produto, nós estamos autuando na receptação qualificada, art. 180, § 1º do Codó Penal”, concluiu o delegado