21.532 codoenses estão com títulos cancelados pela Justiça Eleitoral e mais 300 estão suspensos

Codó tem hoje 71.024 eleitores aptos a votar em qualquer eleição, mas você sabia que este número poderia chegar a 91 mil eleitores (exatos 91.556) .

Sim, poderia. Poderia por causa  do número de títulos cancelados que existem em Codó. Conforme informações colhidas pelo blogdoacelio  no Cartório Eleitoral, atualmente 21. 532 codoenses que estão com títulos em casa que serve, exatamente, pra nada. Gente que terá problemas caso necessite do título eleitoral agora.

Perguntamos ao chefe do cartório, Ivo Pinheiro Bento,  o que leva ao cancelamento?

 “O eleitor que deixa de votar em 3 eleições consecutivas, sendo um turno considerado uma eleição, ele tem o título de eleitor cancelado, outra hipóteses  é o falecimento de eleitores, quando o eleitor falece os cartórios enviam pra gente envia o comando pra cancelar o título”, respondeu

Mesmo com tanta gente tendo que se regularizar, o dia-a-dia do cartório tem sido de sala de espera, praticamente,  vazia. Quem aparece vem por outros motivos.

Dona Janaína Veras veio fazer o alistamento eleitoral da filha e acabou descobrindo uma multa a pagar, ela não votou na última eleição.

 “Tava devendo tem que pagar, né, segunda-feira já vou botar tudo em dia…PRA PODER REGULARIZAR O TÍTULO? Com certeza…E NA PRÓXIMA EXLEIÇÃO DE 2020, PRETENDE IR ÀR UNAS? Pretendo, pretendo sim…PRA NÃO TER ESTA HISTÓRIA DE MULTA? Com certeza (rindo)”, disse

Para quem está com o título cancelado a recomendação é procurar o cartório o mais breve possível, apesar do prazo de regularização ir até maio do ano que vem.

“Se ele deixou de votar em três eleições consecutivas, então, com certeza, o título dele vai tá cancelado, então ele vai ter que vir aqui, se dirigir ao cartório eleitoral, munido dos documentos pessoais, do título eleitoral dele antigo e do comprovante de residência pra que a gente possa regularizar a situação eleitoral dele”, orientou Ivo Bento

CANCELADOS

Codó ainda possui 330 pessoas com títulos suspensos por estarem com pendências na Justiça em decorrência de sentença criminal ou por terem cometido alguma  improbidade administrativa, geralmente  quando a pessoa faz algo contra a lei na administração pública.

Deixe uma resposta