De portas de compensado de R$ 543 a gravação de sessão por R$ 121.000, Leonel denuncia ‘absurdos’ da gestão Expedito Carneiro

48 portas de compensado de R$ 543, só o projeto arquitetÔnico para reformar e ampliar número de gabinete a R$ 20 milta e exatos 1.345 kg de açucar, mais 1.060 pacotes de café a R$ 6,50 a unidade, estão entre os espantosos números denunciados à Justiça sobre a gestão de Expedito Carneiro 2017/2018.

A lista segue com R$ 81.000,00 para publicidade e propaganda, a manutenção de informática levou, em 2017,  R$ 61.000,00, a gravação da sessão pela internet consumiu R$ 121.000,00 no  mesmo ano.

Os dados foram revelados pelo novo presidente Leonel Filho que os extraiu da ação na Justiça que resultou no afastamento de Expedito da presidência.

iframe width=”560″ height=”315″ src=”https://www.youtube.com/embed/PZ8b4cQUtDA” frameborder=”0″ allow=”accelerometer; autoplay; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture” allowfullscreen>

7 comentários sobre “De portas de compensado de R$ 543 a gravação de sessão por R$ 121.000, Leonel denuncia ‘absurdos’ da gestão Expedito Carneiro”

  1. Por que não cassam o Nagib?. Terminei de lembrar que o próprio Leonel desprestigiado ($$) nessa administração rompeu com o prefeito e criou um grupinho denominado ‘liberta Codó’. Parece que deu certo, pois voltou para os braços do prefeito e bem satisfeito ($$). Fazendo uma análise, não tão profunda, Leonel não é a pessoa mais indicada para sentar nessa cadeira e nem muito menos falar em cassação de um outro vereador. Abismado aqui com tanta bizarrice nessa Câmara!!

  2. Nossa cidade de Codó tem que passar por uma renovação completa na politica. Uma varredura mesmo, passar o rodo e mandar pra casa do chapéu todos esses ….. que se dizem ” representantes” do povo. Representam mesmo ė o interesse do bolso deles. Tem muitos ai que tem como profissão : político.

Deixe uma resposta