Governo Zito quebra o silêncio e diz que investiu R$ 92.000,00 em segurança particular

A Prefeitura de Codó, por meio de seus agentes políticos, finalmente quebrou o silêncio para dar alguma justificativa sobre a segurança do carnaval  tão criticada pela população nos meios de comunicação e pela imprensa de forma geral (rádio, TV e internet).

Em nota enviada aos blogs, a assessoria de comunicação do governo Cuidando de Nossa Gente retransmite posicionamento do secretário de Governo, Ricardo Torres, onde afirma que a organização aumentou o recurso gasto com contratação de segurança particular para o auxílio das polícias Militar e Civil.

A nota destaca que teriam sido gastos R$ 92.000,00 com estes contratados entre pagamento pelo trabalho (da ordem de R$ 62.000,00)  e logística (lanche, água, etc…).

O delegado Rômulo Vasconcelos destacou ontem (19) no rádio e na TV que achou pequeno o número de contratados para 2015.

No comunicado oficial da prefeitura, aparece o número de 320 homens e mulheres que teriam sido distribuídos para diversos pontos da cidade como hospital, corredor da folia, mercado central e até para a delegacia da cidade.

Abaixo a íntegra da nota da Assessoria de Comunicação:

……………………………………………………………………………………………..

A Prefeitura Municipal de Codó aumentou os investimentos em segurança para o carnaval 2015.

De acordo com a organização do evento, a quantidade de agentes de segurança de apoio às polícias civil e militar aumentou.

Entre Agentes Municipais de Trânsito, Guarda Municipal e seguranças particulares contratados, 320 homens e mulheres dessa força complementar estiveram envolvidos na segurança do carnaval.

Só de seguranças contratados o governo investiu R$ 62.000,00, e mais R$ 30.000,00 de apoios logístico as forças complementares, totalizando mais de R$ 90.000,00.

As forças de segurança foram distribuídas na cidade de Codó, em locais como o Corredor da Folia, HGM, Mercado Central, UPA, Feirinha, Delegacia, sede da GM e nos distritos Km 17 e Cajazeiras. Outro ponto que contribuiu para uma rápida resposta das forças de segurança aos baderneiros e criminosos foi o fechamento do Corredor da Folia e o sistema de videomonitoramento em seu perímetro.

De acordo com o Secretário Municipal de Governo Ricardo Torres, a união das forças complementares e o sistema de monitoramento ajudaram na identificação e na prisão imediata pela Policia Civil e Militar na única ocorrência mais grave na área do corredor.

“Nas ocorrências mais graves ocorridas no período, a atuação das polícias militar e civil foi digna de elogios, pois conseguiram prender, ainda em flagrante delito, todos os responsáveis pelos crimes. Ainda recebemos apoio das forças policias militares de Caxias e Timom. Assim podemos dar respostas rápidas e objetivas aos infratores”.

O secretário ainda informou que para 2016 a organização irá aperfeiçoar as estratégias de segurança e os investimentos na área, reduzindo o número de ocorrências, como aconteceu no Carnaval 2015.

Os investimentos em segurança reduziram o número de ocorrências, como foi mostrado no relatório da PM deste ano. E os casos graves que ocorreram no perímetrodo corredor foram imediatamente respondidos pelas forças de segurança pública e seus responsáveis presos”.

Pagamento dos seguranças

A prefeitura informa que o pagamento dos seguranças contratados para o período de carnaval será nesta sexta-feira (20) no Auditório da Escola Ananias Murad a partir das 14h.

Ascom

4 comentários sobre “Governo Zito quebra o silêncio e diz que investiu R$ 92.000,00 em segurança particular”

  1. O secretário municipal de Governo, da Saúde, procurador-chefe do município e prefeito de fato, deveria mostrar as notas de todas as despesas desse carnaval péba. Mas é mais fácil um jumento voar com uma asa quebrada.

  2. Eu não tenho nada a ver com esse carnaval, até porque prefiro ficar em casa, agora eu queria saber qual o prefeito que já fez o que o cascagrossa está pedindo.

Deixe uma resposta