Juízes e promotoras se reunem com forças de segurança

O juiz da 69ª zona eleitoral, Rogério Tognon Rondon, e  Dra. Gisele Ribeiro Rondon, da 7ª zona eleitoral, reuniram-se hoje (4)  pela manhã com o Ministério Público e com representantes do Exército Brasileiro, da Polícia Militar, Civil e Federal.

Juízes e promotoras ouvem força de segurança
Juízes e promotoras ouvem força de segurança

A junção de todas as forças de segurança para um traçar um planejamento estratégico de atuação, hoje e amanhã, foi elogiada pela juíza.

“Traz segurança e a certeza de um pleito tranquilo, claro, sem nenhuma influência negativa, eleições claras, justas e é esse o objetivo da Justiça Eleitoral”, destacou Dra. Gisele

NA ÁREA RURAL

Dr. Rogério e Dra. Linda Luz, ambos da área rural,  demonstraram especial preocupação com os povoados maiores e distantes como Boa Vista do Procópio, Km 17 e Cajazeiras.

“Nós estamos dando especial atenção às seções eleitorais que tenham maior número de eleitores e tenham histórico de problemas em razão da distância, principalmente, e da não presença da autoridade como Cajazeiras que é bem distante da sede”, disse a promotora eleitoral

Já o juiz garantiu que não faltará a presença ostensiva das polícias e do Exército, principalmente, nestes locais de votação.

Nestes locais vão ficar polícias Militar, o Exército, a Polícia Federal também vai estar presente”, afirmou Rondon.

CRIMES ELEITORAIS E A FEDERAL

A Polícia Federal está sob o comando do delegado Sandro Ângelo Fonseca. À imprensa falou sobre o foco de seus agentes no combate aos crimes eleitorais.

“Nossa principal meta é combater o crime 229, do Código Eleitoral, compra de voto, mas também a distribuição de santinhos no dia de amanhã também é crime, de menor potencial ofensivo, causar qualquer tumulto na seção eleitoral, tentar de qualquer forma impedir o andamento normal da eleição, tudo isso é crime e nós vamos atuar”, disse

Deixe uma resposta