Professores de Codó se preparam para a batalha contra o veto de Nagib à lei que lhes garante 60% de R$ 26 milhões

Os professores de Codó obtiveram uma grande vitória no final do ano passado quando a Câmara de Vereadores votou a favor do repasse no patamar de 60% dos recursos dos chamados PRECATÓRIOS DO FUNDEF que chegaram aos cofres da prefeitura de Codó,da ordem de R$ 26 milhões.

Com a aprovação da lei ela deveria ser enviada ao prefeito Francisco Nagib para que sancione ou se negue a sancionar.

Ontem, 23, em entrevista ao programa COISAS DO POVO, da Eldorado AM, com Francisco Lemos, os professores Antonio Celso Moreira, e Marco Antonio da Silva, ambos da diretoria do SINTSERM, afirmaram que houve a constatação de que a lei nunca saiu da Câmara até agora.

A promessa é de que isso só ocorra, ou seja, só seja encaminhada ao chefe do Executivo, após o retorno do recesso parlamentar, marcado para  fevereiro.

E O VETO?

Como existe a possibilidade do prefeito vetar a lei, o radialista Lemos quis saber o que fará o sindicato neste caso. A resposta foi dada por Antonio Celso:

“Independentemente da assinatura do prefeito ou não nós iremos continuar lutando para que esse recurso, realmente, cai nas mãos de quem é merecido, no caso, os professores que tiveram ao longo de, praticamente, uma década um prejuízo imenso com relação à questão do reajuste do recurso do FUNDEF, mas se caso o prefeito não sancione, ele possa vetar,  nós iremos cobrar os vereadores que têm o poder pra quebrar, derrubar  o veto”, garantiu

16 comentários sobre “Professores de Codó se preparam para a batalha contra o veto de Nagib à lei que lhes garante 60% de R$ 26 milhões”

    1. Florencio
      Professor não se recicla, estuda continuamente, assim como o aluno. Inclusive, era o que você deveria fazer também, pois se reler o seu texto que escreveu, vai encontrar vários erros.
      Diretos e deveres são obrigatórios!

  1. NÃO SEI SE OS PROFESSORES ESTÃO OU NÃO COM RAZÃO, POIS NÃO ENTENDO DO ASSUNTO.
    AGORA, DE UMA COISA EU ENTENDO E CONVIVO DIARIAMENTE COM JOVENS TOTALMENTE DESPREPARADOS NÃO SABENDO INCLUSIVE PRONUNCIAR ALGUMAS PALAVRAS DE PORTUGUES POR MAIS SIMPLES QUE SEJA. É EVIDENTE QUE PARA ENTENDER O QUE ESCREVE UM PROFESSOR E EX-SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO QUE USA PALAVRAS E FRASES QUE TALVEZ MEM ELE MESMO ENTENDE.
    ENTÃO SUGIRO AOS PROFESSORES QUE LUTEM POR AQUILO QUE ACHAM SER SEUS DIREITOS MAS PROCUREM TAMBÉM SE RECICLAR PARA NÃO DEIXAR OS ALUNOS SAIREM DESPREPARADOS APÓS CONCLUSÃO DO FUNDAMENTAL.

    1. Você acredita que somente os “professores se reciclar” vai solucionar os problemas? (observa-se que você não conhecem concordância), os professores não são os únicos responsáveis pela educação brasileira, todos possuem sua parcela neste processo: aluno, professor, escola, gestão escolar, município, estado e união. Valorizar o professor é um pilar muito importante na educação e a gestão municipal ignora a classe docente e a sociedade em muitos aspectos é conivente com essa situação ao invés de apoiar quem contribui para a educação dos seus filhos.

    2. Professor não se recicla, professor estuda continuamente, assim também como os alunos devem fazer, inclusive você, independente, do que faz.
      Direitos e deveres tem que ser cumpridos.

  2. Uma boa parte dos gestores de outros municípios já cumpriram o que determina a lei. Só o gestor daqui que se nega a pagar. O que ele tem contra esses profissionais?

  3. Triste é uma nação que não valoriza a classe de professores, porque será que os governos desvalorizam tanto a classe?? Os profissionais do magistério estão sempre lutando para adquerir direitos, sempre na luta, enquanto os poderes nem precisam fazer nada pois vivem usufruindo de mordomias e altos salários. OS PROFESSORES MERECEM SIM OS PRECATÓRIOS.

  4. A base da educação começa na família, se o cidadão nao tem uma boa educacao em casa, dificilmente ele vai ter na escola. Sou a favor dos precatórios dos docentes, so acho que essa confusão ainda esta longe, porque se não me engano ainda esta no STF e se ainda está lá, vereador nao tem competência para mudar nada.

Deixe uma resposta