ZANGADO: Prefeito Zito desabafa em cima de repórter Acélio Trindade

O prefeito, Zito Rolim, usou a TV Codó, direto do Studio improvisado no Corredor da Folia, para, na madrugada desta quarta-feira de Cinzas, por volta da meia noite e 30, desabafar em cima do repórter, Acélio Trindade.

Começou dizendo à apresentadora Kelly Macêdo.

“Eu fiquei muito triste hoje (21) quando eu vi uma postagem no blogdoacelio, que por sinal eu respeito muito e considero um rapaz muito inteligente, mas que foi muito infeliz, porque naquele momento em postar aquela matéria ele não pensou em Codó”, disse

EU EXPLICO: Na verdade, o prefeito não leu nada, pois a tal postagem não existe. A moçada que baba que cai os dentes disse algo para ele, já pra lá de deturpado e Rolim, sem verificar, engoliu. Aliás, ouvir e dar atenção a babão é um mal do qual sofrem todos os ‘reis de 4 anos’ que já acompanhei nesta minha vida ‘réa’ sofrida de ‘cuspidor de microfone’ com alguns já me intitularam.

A irritação dele é com uma reportagem da TV Mirante, exibida pelo Jornal do Maranhão 1ª Edição, de segunda-feira, 21, onde mostramos a tradição dos blocos de rua em Codó, nem o nome dos três blocos filmados foram citados (que é uma reunião deles formada no bairro São Francisco). Tanto é verdade isso, que depois Zito tentou se consertar fazendo a real referência e questionando até a minha origem.

“Eu vi, excelente a matéria que foi apresentada, com relação a apresentação do bloco, por sinal o bloco que eu gosto muito, sempre que posso eu contribuo, que é o MultiFolia, mas ele apresentou só o bloco, aquilo ali foi uma matéria, que foi apresentada para todo o Maranhão, por quê não mostrou o bloco Tsunami, porque não mostrou outros blocos? Por que ele não mostrou o corredor da folia, eu tenho certeza se ele não está aqui todas as noites, ele tem algum correspondente dele, porque não fez isso? Olha isso é muito ruim pra pessoa que gosta dessa cidade, só parece que não nasceu aqui, que não mora aqui, que não ver a realidade de Codó”

EU DIGO: Existem dias que acho que melhor seria se eu morasse ou tivesse nascido mesmo em Londres, na Inglaterra. Codó ta avançado demais na cabeça de meus políticos e eu to ficando alienado.

Dando sequência a fala do nobre chefe do Executivo Municipal. Ele deu mais detalhes de sua insatisfação, afirmando que, em vez de termos mostrado o carnaval durante o dia nas ruas, deveríamos ter feito a matéria a noite no Corredor da Folia.

“Eu digo assim porque nós tivemos aqui, e temos uns eventos monstruosos que poderiam ser mostrados não só pra Codó, não só para o Maranhão, mas para o mundo e ele ficou restrito só a apresentação de um bloco, não quero com isso dizer que este bloco não é tão importante como todos os eventos, mas a dimensão do evento foi muito maior, está sendo muito maior”

E continuou, perguntando se EU (Acelinho de açúcar da Trindade) estava a serviço de alguém.

“Porque não divulgar algo grande pra que a nossa cidade seja reconhecida? Será que Acélio não gosta de Codó? Será que Acélio não está a serviço de alguém? Meu amigo Acélio, me desculpe, gosto muito de você, mas você foi muito infeliz”, indagou

EU RESPONDO: O que a galera que baba que cai os dentes não sabe, portanto, não poderia falar à sua excelência é que eu estava em Codó naquela tarde (pois tinha 9 cidades para circular – já cheguei a fazer esse percurso numa só noite, acredite, em passado não muito distante) e tinha prazo até às 5h da tarde para fazer uma reportagem sobre qualquer movimentação carnavalesca interessante na cidade, claramente, a matéria não poderia ser feita a noite, uma vez que tinha que viajar às 19h, se assim eu procedesse ficaria o buraco no jornal e, depois, outro buraco nas minhas costas. Ao sair com minha equipe, os blocos que apareceram debaixo de sol quente, fazendo coisas fora do habitual, em matéria elogiada até por vossa senhoria, foram os primeiros que encontramos e, inteligentemente, fechamos o vídeo.

A SERVIÇO DE QUEM?: Essa, além de ser um pergunta muito boba e cheia de malícia política, é hiper fácil de responder – Eu estou ou estava a serviço da TV Mirante, prefeito. (até que insatisfações como estas nos separe).

Zito Rolim fez um pedido que também ouço desde o tempo de Ricardo Archer, que eu fale das coisas boas de Codó.

“Fale das coisas boas que existem em Codó, apresente as coisas positivas, você só parece que não gosta de Codó, porque quando se fala de Codó, tudo que se fala de Codó, dessa administração nada é bom pra você? Pelo amor de Deus, veja que o povo está achando bom, está gostando, só você que é contrário?”, questionou o nobre

EU OBEDEÇO: Este é um pedido justo, meu prefeito. Essa foi dentro, na veia. Mas eu também vou lhe fazer um pedido – Veja mais o Jornal do Maranhão, o senhor deixa só a turma que baba que cai os dentes assistindo e essa galera só leva o resumo das matérias que mostram os problemas que afligem nossa comunidade, nunca falam das reportagens que mostram nossas belezas, nossos talentos, nossos artesãos, nossa produção agrícola, nosso comércio.

Se em 14 anos de TV Mirante eu só falasse de desgraça, até meus superiores já teriam feito o mesmo pedido que o senhor, ou pior já teriam, com toda razão, me demitido. O que sua excelência, e seus antecessores Biné e Ricardo, pregam, é impraticável do ponto de vista jornalístico.

ESSA É VELHA: Essa reclamação dos prefeitos sobre o carnaval só não é mais velha do que eu na TV, porque começou comigo. Posso ficar uma noite no corredor? claro que sim, mas vai depender do roteiro que é estabelecido, previamente – Eu, enquanto empregado, neste caso, não digo o que quero fazer, só executo e aprimoro as ordens quando isso me é facultado.

Ademais, se um repórter está numa cidade e acha algo que rende uma boa reportagem, erro dele não desenvolvê-la com a justificativa de que no corredor da folia será melhor (à noite). O legal entre nós é mostrar o diferente, o inusitado, porque o comum é ver um monte de repórteres mostrando um local cheio de pessoas dizendo “AQUI TÁ BOM DEMAAAAIS” dentro do que toda cidade chama de Corredor da Folia.

Outro detalhe, que é a parte que eu mais gosto nisso tudo – a TV Mirante não faz sua programação de cobertura do carnaval pautando-se no que os prefeitos do Maranhão querem ou deixam de querer. Isso é irrelevante para nossa direção de jornalismo (Graças a Deus, já pensou – filma aqui, não, não, filma ali, mostra o prefeito, óia a primeira-dama, aff!!). No dia que for o contrário disso, acho que vou estar na TV errada.

PARTE FINAL

Enfim chegamos ao ápice. Zito finalizou pedindo desculpas aos telespectadores pelo desabafo.

“Sinceramente, desculpe este desabafo, telespectador da TV Codó, mas eu fico indignado, eu quero ver o nome de Codó lá fora, onde aqui se percebe uma evolução, recebe a grandeza dela, mas as pessoas que tem as condições de fazerem isso, infelizmente não está fazendo a sua parte”, disse

EU TAMBÉM ENCERRO: Pois é, Desculpe-me também meus leitores, pelo desabafo.

4 comentários sobre “ZANGADO: Prefeito Zito desabafa em cima de repórter Acélio Trindade”

Deixe uma resposta