10 MESES NA ESCURIDÃO – Mãe vem de Fortaleza cobrar elucidação da morte de Paulo da Óptica Mundial

A senhora Maria do Socorro Araújo Cavalcante, mãe do empresário Paulo Henrique Cavalcante Maciel, o Paulo da ÓTICA MUNDIAL, veio de Fortaleza- Ceará – participar da Caminhada pela Paz realizada no último sábado (1º de novembro) em Codó.

Ela tinha um intuito específico e muito justo – cobrar da Polícia Civil a elucidação do assassinato do filho dela ocorrido na madrugada do dia 14 de janeiro de 2014, na residência dele, na Av. Cristóvão Colombo,  bairro Trizidela.

Maria do Socorro chora e pede elucidação da morte de Paulo da ÓTICA Mundial
Maria do Socorro chora e pede elucidação da morte de Paulo da ÓTICA Mundial

Paulo ia viajar para Teresina para, entre outras coisas,  comprar um carro de luxo e foi encontrado, pela empregada doméstica, morto dentro do quarto. Até hoje o crime continua um mistério. Ninguém foi preso sequer sob suspeita.

“É um crime que não dão resposta de nada, eu tenho que vir de Fortaleza (CE) pra cá, mas eu tenho fé em Deus que a Justiça divina vai ser feita, a Justiça dos homens é falha, mas de Deus não é”, disse

“NADA, NADA”

Sobre a situação do inquérito fizemos algumas perguntas à mãe que logo começou a chorar enquanto as respondia ostentando um cartaz que trazia cobranças em frases e uma fotografia de Paulo.

“QUANTO TEMPO JÁ SEM RESPOSTA DA POLÍCIA? Já vai fazer 10 meses…NADA, NADA? Nada, nada, nada…TEM ALGUMA PISTA? Dizem que tem, mas não tem como provar para prender a pessoa”, respondeu

“UM PEDAÇO DE MIM”

Emocionada dona Maria do Socorro, que chegou a nos revelar que vem à Codó com medo de também ser morta, apelou para as autoridades dizendo que levaram o pedaço dela quando assassinaram Paulo Maciel em janeiro deste ano.

“Eu desejo que a Justiça investigue, coloque essa pessoa na prisão. Sei que a vida do meu filho não vai voltar, mas pra mim eu sou uma mãe sofrida é um pedaço de mim que tiraram, é muito triste, eu sou a mãe e o pai do meu filho’, concluiu

Deixe uma resposta