Homem morre após bater cabeça em portão em acidente de trânsito no bairro São Francisco

Valderrane Silva dos Santos, 29 anos, morreu hoje, 17, por volta das 5h da manhã, ao cair de moto e bater a cabeça contra um portão na Vila Eliane, bairro São Francisco.

Em entrevista à FCFM, tenente Denilson explicou ao repórter Sena Freitas que Valderrane passou a madrugada se embriagando, a moto deslizou em lôdo e ele, sem capacete, morreu no local.

Em nota de esclarecimento direção do HGM diz que amarrar pacientes na cama é admitido em protocolo e manejo clínico

Usando sua conta do Instagram e não a imprensa,  a Secretaria Municipal de Saúde publicou nota de esclarecimento onde afirma que prestou toda a assistência possível ao cidadão que morreu dia 14/09/21 no HGM.

Foi noticiado que havia morrido amarrado numa cama que nem lençol tinha.

Um vídeo circulou na Internet mostrando a cena lamentável que chocou quem o viu. O cidadão, antes de morrer, estava com mãos e pés amarrados na cama do HGM se debatendo.

Na nota, a Secretaria se defende de tal afirmação.

Admite  que houve sim o que chama de “contenção física” e que ela é permitida para casos como o do referido cidadão que apresentava problemas neurológicos (agitação) após um acidente de trânsito.

900 FAMÍLIAS de Codó continuam de prato vazio por causa da incompetência administrativa do governo de Zé Francisco

A 4ª Campanha ‘ZÉ PAGUE OS OUTROS POR FAVOR” traz hoje um apelo mostrando como está o prato na mesa de 900 pessoas, zeladoras e vigias, que viram dinheiro em suas contas da Prefeitura de Codó, dia 24 de julho e nunca mais.

O governo empurra a culpa para o Bradesco e este, por sua vez, fica calado.

No meio desta arapuca estão centenas de pais e mães de família ameaçados pela fome, pelo corte da energia, da água e por todo tipo de constrangimento que acarreta esta falta de salário na vida de qualquer ser humano, sobretudo os mais pobres.

Mas neste fim de semana, ninguém do alto escalão deste governo, sobretudo o prefeito calado, ninguém dentro da empresa terceirizada que ganhou a licitação e ficou responsável pelo pagamento, muito menos ainda dentro do BRADESCO, NINGUÉM vai dormir, tomar wiski, cerveja cara, tomar banho em suas piscinas, seus sítios sem lembrar do som do som triste deste prato limpo. VEJA O VÍDEO

Nova portaria da Secretaria de Educação mostra que ensino presencial tá descartado para 2021

A SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO vai mesmo continuar com as aulas NÃO PRESENCIAIS, segundo portaria de 16 de setembro de 2021, assinada pela secretária Raquel Vieira Paula Pereira.

A Portaria nº 023/2021 disciplina, exatamente,  a rotina regular de professores e alunos no cumprimento das atividades pedagógicas ‘por meio remoto’, ou seja, à distância, enquanto perdurar o risco de contaminação por Covid-19.

Diz, entre outras coisas, que Todos os professores e estudantes, na casa de 25 mil alunos, deverão ser envolvidos nas atividades que devem combinar livro didático com material impresso (além de vídeo aulas, áudio aulas, roteiros de estudos, plataformas digitais), que o professor tem liberdade para estabelecer o método de ensino levando em consideração as peculiaridades inerentes à realidade escolar e o alcance de todos os estudantes.

AS FALTAS

Estas atividades não presenciais deverão seguir o horário semanal de cada escola. O professor deverá anotar  a falta do aluno que não participar e o diretor da escola a ausência do professor conforme orientação já repassada pela Secretaria de EDUCAÇÃO.

“O registro das frequências dos discentes fica a cargo dos docentes e destes fica a cargo da direção da escola, conforme cronograma da Unidade de Ensino”, diz a portaria 023/21.

DA AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM

O documento manda elaborar semanalmente  ou quinzenalmente para a zona rural o Plano de Atividade Docente bem como a forma de acompanhamento do trabalho pedagógico e da aprendizagem dos alunos.

 

TV Cidade mostra que moradores da Frei Henrique de Coimbra exigem serviço do secretário Pedro Belo

O repórter Weudo Gomes foi chamado para mostrar a situação da rua Frei Henrique de Coimbra, na Trizidela.

São os buracos que estão incomodando aos moradores que pedem que o secretário de Obras, Pedro Belo, que aproveite o período de estiagem para, ao menos, tapar os buracos que têm causado, inclusive, acidentes.

A reportagem foi exibida ontem no programa Balança Codó, da TV Cidade, com Jeroan Almada.

SAAE realiza entrega de novos fardamentos e kits de proteção para servidores em Codó

A Diretoria do SAAE entregou na manhã desta quarta-feira (15), novos fardamentos com kits de proteção para seus funcionários.

As entregas ocorreram no Clube do SAAE e contou com a participação do diretor Chiquinho do SAAE, secretários, vereadores e o prefeito Dr. Zé Francisco.

Segundo o diretor do SAAE, Chiquinho, a principal finalidade é oferecer um conforto e ajudar na padronização do setor. “Estamos aqui hoje entregando novos uniformes e fardamentos para nossos servidores que são mais de 130, para dar mais conforto e padronização da identidade visual do nosso SAAE”, explicou.

A prática do uso de uniforme se tornou relevante e de obrigação por ser uma forma de proteção e segurança para os servidores que trabalham incessantemente nas ruas de Codó.

ASCOM-PMC

VEJA O VÍDEO: Cidadão mostra fragilidade das ruas de Codó mesmo após pequenas chuvas

A pequena chuva que caiu ontem, 16, em Codó, foi o suficiente para nos mostrar como somos frágeis no sentido de não termos escoamento adequado para água pluvial.

No bairro SANTO Antonio isso é ainda mais evidente. Foi isso que mostrou um cidadão que gravou, usando uma moto, como ficam algumas vias após chuvas, por menores que sejam como foi a de quinta-feira.

Prefeitura realiza posse dos conselheiros da Cultura em Codó

A prefeitura de Codó, por meio do Departamento de Cultura, na última quarta-feira (15), realizou a nomeação dos novos Conselheiros Municipais da Cultura de Codó que vão atuar no período de 2021 a 2023.

A solenidade aconteceu no salão nobre da prefeitura, reunindo os membros representantes do poder público, representantes da socciedade organizada, entidades de classe representantes de cada uma das seguintes áreas culturais municipais, o Secretário de Juventude, José Carlos Moreira e representando o prefeito de Codó, o Secretário de Governo André Jansen.

O conselho de Cultura visa dar mais identificação dos principais produtos culturais diferenciados existentes em Codó. Com o objetivo de fortalecer e integrar todos os segmentos produtivos da cultura do município.

ASCOM- PMC

URGENTE: Zé Francisco manda projeto pra Câmara pedindo reestruturação de cargos e funções nas secretarias de seu governo e no SAAE

ZÉ FRANCISCO mandou  projeto de lei pra mexer de novo na estrutura de seu governo (secretarias, cargos, funções).

A votação será em regime de urgência dia 21 de setembro segundo convocação que a mesa diretora da Câmara expediu nesta quinta-feira aos parlamentares.

Todos ainda estão estudando que mudanças são estas num projeto de lei que tem 29 páginas.

Ainda não sabem se há novas secretarias ou a diminuição delas.

Se há projeção de novos salários ou a diminuição dos já existentes.

Saber de tudo é importante para definir se há ou não prejuízo ao erário, no entanto temos que ter a consciência de que, por possuir a maioria, o que quer que tenha nesta reestruturação será aprovado.

Pelo menos sabemos a motivação  – foi a pressão da CPI da Saúde.

Fiquemos atentos.

Por Jacinto Júnior – AINDA SOBRE O 7 DE SETEMBRO

AINDA SOBRE O 7 DE SETEMBRO

A ascensão ao poder de um homem que tem suas ideias alinhadas à ideologia do nazismo, só poderia causar uma crise institucional dimensionando sua força pelo ódio e aplicando o terror a quem o contesta. Portanto, temos um governante que pauta seu discurso na ofensa, no desrespeito às instituições democráticas e, mais ainda, constrange a democracia e tenta tolher a liberdade individual e coletiva. Na verdade, temos um governante que utiliza o principio da inversão dos valores e fere diretamente o Estado Democrático de Direito em sua mais pura essência.

O governo cujo slogan é: Brasil acima de todos. Deus acima de tudo reflete mais o lado negativo e negro do que propriamente, luz e positividade. Em síntese, temos um governante falastrão que elegeu as trevas como prioridade em seu mundo paranoico.

O Brasil não pode reproduzir o mesmo modelo de 1964, como uma alternativa para resolver a crise política e social que ora se abate sobre nós.

Não somos saudosistas de uma época marcada pela perseguição, tortura, assassinatos, violência, intimidação e pelo inaceitável silêncio ensurdecedor. Nossa experiência histórica rejeitou esse horrendo modelo monstruoso.

Na verdade, somos implacáveis defensores da democracia, da liberdade e dos direitos fundamentais garantidos pela CF/88, a guardiã do Estado Democrático de Direito.

A ideia estapafúrdia conclamada pelo psicopata infante de transformar a data cívica – o 7 de setembro – num movimento político de natureza autoritário choca-se com o espírito preceituado pela nossa Carta Magna.

A coexistência da liberdade e da democracia devem ser os mais importantes elementos para aperfeiçoar a cultura de um país próspero e desenvolvido. O livre arbítrio, a democracia e os direitos sociais e civis são instrumentos inquestionáveis quando se tornam objeto de disputa política – com tendência absolutamente autoritária e conservadora – na perspectiva de suprimi-los. Nenhuma sociedade sobreviveu sob o enfoque da ditadura e do obscurantismo. Os exemplos que temos denunciam sua insustentabilidade e perenidade.

O fracassado governo filiado às fileiras ideológicas do nazismo tenta se sustentar inflamando os seus seguidores numa perspectiva violenta e totalmente extemporânea, pois, nossa tradição cultural não se alimenta da inconstitucionalidade e nem tampouco por atos agressivos e desordeiros; ao contrario, a crise instalada tem como caminho o diálogo e a mediação democrática.

Não podemos aceitar a incontinência militar como fato político necessário para garantir a estabilidade de um governo que mete os pés pelas mãos e transforma o país numa espécie de balbúrdia desnecessariamente!

O ato de 7 de setembro articulado pelo governante simpatizante das ideias nazista, não alcançou seu objetivo primário: recrudescer o autoritarismo sob o manto da esperança e o incisivo combate ao fantasma/espantalho do COMUNISMO. É até hilário, ainda ouvirmos essa ladainha fleumática em pleno século XXI, com o propósito de gerar o terror psicológico no interior da sociedade civil. Neste sentido, vejamos a contradição desse discurso extemporâneo:

  1. O PT governou nosso país por 14 anos. Durante esse período nunca vimos o governo apresentar no Congresso algum projeto substitutivo, ou projeto de lei, ou, ainda alguma PEC, visando modificar a nossa bandeira, sua cor e o Hino Oficial. Esse discurso tem apenas uma finalidade: engendrar o terrorismo psicológico no cidadão comum. É só analisar a governança petista nesse período em que esteve no comando desta nação. Verificaremos que, em nenhum momento de nossa história o governo petista intentou alguma manobra para introduzir uma nova bandeira com a foice e o machado cruzado formando a união da classe trabalhadora do campo com o da cidade, a cor vermelha substituindo as tradicionais cores e a substituição do Hino Nacional pela Internacional Comunista. Portanto, esse discurso não cabe mais na atual historicidade dos fatos. Quem acredita e aceita isso como um fato, é um individuo que finge não entender a natureza estratégica da classe dominante para manter-se no poder ou, simplesmente, é um cínico que se permite ser oprimido tácita e sistematicamente pelo detentor do capital.

  1. Estamos testemunhando um governo sendo desmantelado por si mesmo, por sua má conduta, por sua incapacidade gerencial, por sua índole má – esse governo tem como mantra, as trevas. Não há evidências de um homem de espírito manso e segundo o coração de Deus – fazendo aqui, uma parodia sobre a relação intima de Davi para com Deus. Na verdade, esse atual governante é um hipócrita, desonrado, desonesto; em essência é um filisteísta.

  1. Governar de forma responsável uma instituição não é simplesmente jogar palavras ao vento. Carece constituir um bom gabinete, com pessoas idôneas e de notáveis saberes para proporcionar as reais modificações que farão a diferença entre o povo e sua condição material de vida. Governar uma nação não é brincar, não é jogar, não é gritar; não é balbuciar palavrões de baixo calão que envergonha a própria nação perante o mundo. Governar requer estilo. Exige comprometimento, habilidade e maturidade intelectual para estabelecer mediações com o diferente, acima de tudo e, particularmente, acima dos interesses pessoais e familiares.

  1. O butim/motim articulado pelo governo nazista no 7 de setembro, não saiu como pensara, pois, ele não teve coragem suficiente para reimplantar a ditadura por que não há unidade no interior das Forças Armadas e, por isso, recuou. Na atual conjuntura política contemporânea não comporta mais movimento dessa natureza. Se, de fato, o nazista tivesse tido a ousadia de romper com a normalidade democrática, seria rechaçado pelo mundo, nenhum governante daria apoio e o reconheceria como um legítimo representante de uma nação do porte do Brasil – talvez, o EUA.

  1. Sua estratégia de apresentar uma carta à nação pedindo desculpas demonstra mais uma vez, sua infantilidade e seu método agressivo de querer alcançar os objetivos. Ninguém, em sã consciência acredita numa só palavra descrita por Temer e assinada por ele, como forma de se recuperar de sua fanfarronice!

Por fim, o nazista empreendeu um movimento que resultou no próprio desmoronamento e no descrédito de si mesmo. Até nisso, é um vocacionado para cometer asneira e pecar. Adeus, querido! Lembro-me dessa frase quando do golpe branco midiático-jurídico-parlamentar que derrubou uma presidente legítima!