Com crescimento do IDEB professores cobram promessa de Nagib feita em 2018

*DESAFIO* *×* *PROMESSA* !
Em meados de 2018 com a quadra da escola Santa Filomena (convento) praticamente lotada de educadores, o prefeito Nagib lançou um desafio seguido de uma promessa:

Se houvesse uma elevação no IDEB, no ano de 2020 o mesmo daria uma gratificação aos profissionais da educação.

Mesmo diante das dificuldades e da falta de estrutura os profissionais fizeram sua parte e o IDEB cresceu, e agora prefeito?????
SINTSERM-CODÓ

IDEB de Codó sobe de 172º lugar para 55º durante a gestão do prefeito Francisco Nagib

(ASCOM)  – O município de Codó-MA deu um grande salto no ranking do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB 2019) Redes Municipais do Maranhão – Anos Iniciais do EF (1° ao 5° ano). Nos quatro anos do governo do prefeito Francisco Nagib Codó passou da 172ª posição para o 55º lugar, evoluindo mais de cem pontos no referido ranking.

Bastante feliz com a evolução e com o resultado, o prefeito Francisco Nagib afirmou que o resultado obtido por Codó é proveniente dos investimentos realizados em melhorias estruturais (reformas, ampliações e construção de escolas), qualidade da merenda escolar, capacitação e formação dos profissionais e na qualidade do ensino público municipal, além do trabalho competente e compromissado dos professores da rede pública de Codó.

“Investimos muito e de forma adequada em educação, ou seja, de acordo com os critérios exigidos pela Constituição. Desde 2017 iniciamos um processo intenso de requalificação de nossa rede física, com a nucleação e melhoria de todas as nossas escolas. Destinamos recursos para o mobiliário das nossas unidades de ensino e para projetos inovadores em relação a qualidade do ensino, como o Alfabetiza Codó, renovamos a frota do transporte escolar e também apostamos na valorização dos professores e do conteúdo aplicado em sala de aula”, comentou o gestor

O prefeito também destacou o papel fundamental e valioso dos professores da rede municipal de ensino. “Fizemos a nossa parte, mas também devemos tudo isso ao trabalho árduo de todos os nossos professores e diretores. Quando assumimos a gestão nossa classificação, em anos iniciais, era a de 172º lugar, agora saltamos para o 55º lugar. Agradeço de todo coração a coragem e determinação dos nossos professores, que nos ajudaram a realiza esse sonho, e vamos evoluir mais. Isso tudo é fruto de um plano de ação que envolve todos os servidores da Educação”, ressaltou o prefeito Nagib.

IDEB 2019 – Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – Redes Municipais do Maranhão – ANOS INICIAIS do EF (1° ao 5° ano)
1. Lagoa do Mato 6,8
2. Porto Franco 6,2
3. Alto Alegre do Pindaré 6,0
4. Alto Parnaíba 5,8
5. Timon 5,7
6. Arari 5,6
6. Axixá 5,6
6. Barão de Grajaú 5,6
6. Dom Pedro 5,6
6. Lago do Junco 5,6
6. Paço do Lumiar 5,6
6. São José de Ribamar 5,6
55. Codó 4,9
55. Itinga do Maranhão 4,9
55. Marajá do Sena 4,9
55. Olho d’Água das Cunhãs 4,9
55. Paraibano 4,9
55 . Passagem Franca 4,9
55. Paulino Neves 4,9

Escola Colares Moreira dá otimo exemplo e garante continuidade dos estudos para seus alunos

A ESCOLA É UMA TECNOLOGIA DE ÉPOCA E NÃO PODE PARAR!

Sendo assim…

O Centro de ensino colares Moreira em detrimento das determinações do governo estadual e com o intuito de garantir a continuidade do processo educativo de seus estudantes, nesse momento em que todos nós estamos em isolamento social, devido a Pandemia do Covid-19, resolve ser protagonista no processo ensino aprendizagem. Utilizando como apoio pedagógico as Tecnologias de Informação e Comunicação-Tics (Google class room, Waat sap, e outros).

Dessa maneira, Gestão, supervisão, professores/as e estudantes compreendem que é fundamental unirem forças para construírem juntos/as o conhecimento. Não há dúvidas que a jornada é e será ainda mais árdua, pois são muitos os desafios diante desse novo cenário, entretanto sabemos que estamos no caminho certo!

É claro que o digital não vem para substituir a maneira de comunicação entre a escola e estudantes, mas, nesse momento, como um novo caminho que leve a aquisição de saberes pelas diferentes linguagens, incluindo aquelas que são pouco exploradas, e nós enquanto escola não podemos e nem devemos nos esquivar diante dessa missão!

Não vamos parar! Vamos juntos sim nessa viagem rumo ao conhecimento!!!

A DIREÇÃO

VEJA: Professores denunciam descaso e fotografam COBRA enorme em escola de Codó

NOTA DO SINDICATO – ABANDONO E DESCASO COM A EDUCAÇÃO DE CODÓ.

Cobra na escola de Codó

Essa foi a realidade presenciada em escolas da rede pública municipal de ensino por boa parte dos professores ao se apresentarem em seus locais de trabalho nesta terça, dia 11/02, conforme deliberação em Assembleia.

Aberrações das mais diversas formas, desde escolas fechadas por falta de vigilância à sujeira, muito mato e pasmem até cobra rastejando pelos corredores entre outras situações.

 O que nos chamou mais atenção foi o fato de boa parte desse descaso ser observado justamente numa escola recém reformada pela atual gestão.

De acordo com o cronograma da secretaria, as aulas estão previstas pra iniciarem no dia 2 de março com exatamente um mês de atraso, se dentro de praticamente dois meses o governo municipal não conseguiu ainda resolver tal situação, em apenas quinze dias haverá tempo suficiente pra isto?

   Essa é mais uma demonstração da falta de respeito com a população.

SINTSERM

Governo mente sobre piso e prejudica professores estaduais, afirma César Pires

O deputado César Pires criticou duramente o governador Flávio Dino pela forma desrespeitosa com que tratou os professores estaduais no processo de votação do projeto de lei que tratou do piso salarial do magistério estadual. Para o parlamentar – que tentou convencer os governistas a discutir a matéria com a categoria antes de colocá-la em votação na Assembleia Legislativa -, o governo mente ao afirmar que paga o maior piso do Brasil e impõe grande prejuízo à categoria quando desrespeita o Estatuto do Magistério.

Ao encaminhar a votação do projeto do Executivo no plenário, César Pires esclareceu que o piso dos professores estaduais no Maranhão é de R$ 1.412,00, e não os R$ 6.300,00 alardeado pelo governo. Além disso, o reajuste aprovado na sessão desta quinta-feira varia entre 5% e 17,49%, sendo que cerca de 80% da categoria vão receber o menor percentual de reajuste.

“Em toda a minha trajetória política, nunca votei contra os professores. E em respeito aos educadores, jamais participarei de qualquer manobra que desrespeite direitos daqueles que têm a honrosa missão de levar conhecimento e formar cidadãos conscientes”, afirmou César Pires, após a aprovação do projeto do Executivo pela maioria dos deputados.

César Pires disse ainda que votou contra o projeto para manter sua coerência e atendendo aos apelos dos professores que acompanharam a votação, já que a proposta não respeitou o Estatuto do Magistério, construído com muito sacrifício. “Me sentiria mal se tivesse defendido o Estatuto do Magistério, criticado a ausência de coerência do governo entre discursos e suas práticas, e dado um voto que não interferiria no resultado da votação mas feriria minha consciência. Optei por atender o clamor dos professores que lotaram a galeria da Assembleia Legislativa do Maranhão”, concluiu ele.

Sindicato denuncia que nunca teve resposta do governo Nagib sobre reajuste salarial de 12,84% dos professores

REAJUSTE DE 12, 84%. 

 Logo bem no início do ano o SINTSERM encaminhou ofício para a administração cobrando o reajuste salarial  tanto para os professores quanto para todos os demais servidores públicos municipais, no entanto, até o momento não obtivemos nenhum retorno nem posicionamento parte do prefeito.

Continuamos no aguardo e prontos para fazermos o enfrentamento caso tenhamos mais este direito negado pelo município.

Estamos também atentos e vigilantes quanto ao andamento do PL dos precatórios aprovado na Câmara, assim como ao  início do ano letivo e a realização do concurso público.

De acordo com o desenvolvimento dessas ações, o mês de fevereiro promete ser de muitas LUTAS, portanto companheiros(as) devemos estar sempre prontos, dispostos e preparados para o embate e mobilizações.

SINTSERM – CODÓ

Em 24/01/2020.

VÍDEO – Prefeito fala sobre CMEI Vera Lúcia com pais dormindo desde sexta-feira (10) para conseguir matrículas

Pais e mães  do CODÓ Novo chegaram na sexta-feira, 10/01, para dormir na porta do Centro de Educação Infantil Vera Lúcia, na rua Puraqué (Puraquê), com o intuito de conseguir matrícula amanhã, segunda-feira, 13. Várias fotos foram enviadas à redação do blogdoacelio mostrando pessoas à noite e suas cadeiras vazias, durante o dia de sol quente, marcando lugares na fila.

Foto da CMEI Vera Lúcia na manhã deste domingo (12) na hora da entrega das fichas

Na manhã deste domingo, 12, fui pessoalmente checar a informação e o resultado neste post onde explico que por ordem da Secretaria de Educação a direção foi orientada a entregar na manhã deste domingo 91 fichas.


REFLEXO DE UMA EDUCAÇÃO QUE DEU CERTO, AVALIA PREFEITO

Nós fizemos contato com o prefeito de Codó, FRANCISCO NAGIB (PDT) sobre o caso. Na opinião dele, não há necessidade do que ocorreu no CMEI Vera Lúcia, mas que isso é o reflexo de que a  Educação está sendo bem avaliada pelos codoenses.

Frisou que ouviu relatos de várias pessoas dizendo que este ano estão tirando filhos da rede particular para colocar na rede pública municipal por confiar na educação ofertada por seu governo.

“Não há necessidade deste povo estar na porta, o serviço de educação tá tão bom que as mães estão desesperadas para querer colocar seus filhos nas creches, mas não há necessidade disso. Hoje nós já mandamos a diretora distribuir as fichas. Amanhã (13) nós vamos mandar a Guarda Municipal ir pra lá porque vai ter pessoas que vão chegar de casa pra querer ir pra lá. Se você passar lá agora não tem mais fila,  porque nós pedimos, nós entregamos as fichas e amanhã (segunda) nós vamos atender só esse pessoal que tava aí na fila, aí vai chegar mais gente”

“Isso significa, Acélio, que o trabalho está sendo reconhecido, hoje eu ouvi muita gente dizer que tá tirando seu filho da escola particular pra colocar na pública, Acélio nunca a Educação de Codó esteve tão boa como está hoje, os professores ganhando bem, material escolar, material didático, uma creche dessa daí, o cuidado que existe com os filhos das pessoas é enorme, acho que eles não têm nem em casa”, disse o prefeito

NOVELA DOS PRECATÓRIOS – Sindicato critica posicionamento de Edimilson Filho na FCFM

SOBRE A REPERCUSSÃO DA NOTA EMITIDA PELO SINDICATO DOS PRECATÓRIOS NO PARLAMENTO MUNICIPAL E IMPRENSA LOCAL.

Esclarecemos que:

  • O título da matéria publicada em blog não é de autoria do sindicato;

 

  • Em nenhum momento mencionamos o termo vereadores defensores do prefeito em nota emitida pelo sindicato e  compartilhada nas redes sociais;

  • Demonstrando total falta de conhecimento do tema em pauta, um radialista em programa matinal na rádio de propriedade da família do prefeito afirmou que o STF já bateu o martelo em desfavor do rateio dos precatórios com os professores, o que não é verdade, haja visto, a Côrte Supremo ainda não ter realizado o julgamento final do mérito;

  • Esse mesmo radialista num comportamento de total desespero e falta de conhecimento sobre a função de um sindicato, disse que a nossa entidade deveria era ser parceira do prefeito e dizer que a culpa não era do mesmo, veja só quanta aberração diante de nosso combativo trabalho.
  • Entre tantas asneiras falada pelo comunicador, o mesmo terminou falando uma verdade, ao afirmar que percebe o sindicato muito distante do governo, realmente não somos pelegos, muito menos fundo de quintal da prefeitura e a nossa função é a de defender os interesses da classe e não do governo como assim o fazem os comunicadores pagos seja pela prefeitura com o dinheiro da população e/ou por imprensa privada pertencente à família do prefeito;

A diretoria do SINTSERM-CODÓ.

ESTANTE DE LIVRO: Uma Locadora de Livros na Cidade de Codó para todos os que se interessam pelo universo da leitura

Codó agora conta com uma locadora de livros! Essa novidade, administrada por Alessandra M. e Aline Barbosa, tem a intenção de levar experiências literárias às pessoas que se interessam pelo mundo dos livros. O acervo conta com diversos gêneros, desde os clássicos aos contemporâneos. Os best-seller que estão fazendo sucesso ao redor do mundo e que são recordes em vendas também estão disponíveis para a locação.

A ideia nasceu a partir da vontade em fazer com que Codó ampliasse seus números de leitores. Infelizmente, pesquisas apontam que o hábito da leitura não faz parte do dia a dia dos brasileiros. De acordo com o Instituto Pró Livro, www.prolivro.org.br, enquanto os brasileiros leem 4,96 livros por ano, nossos vizinhos, os argentinos, leem 12 livros por ano.

Para alugar um livro da Locadora é simples. Basta acessar o site www.estantedelivro.com.br. Nele, consta todos os livros que a locadora possui: romances, suspenses, terror, livros baseados em fatos reais, poesias, trilogias, crônicas e sagas, biografias, desenvolvimento pessoal, religiosos e clássicos da literatura.

Após a escolha do livro, a locadora entrega o livro no endereço informado pelo cliente. Ressalta-se que não é cobrado taxa de entrega*. Sobre os valores do aluguel de um livro, existem dois planos:

– PLANO DE 10 DIAS: paga-se o valor de R$ 8,00 e o cliente fica dez dias consecutivos com o livro escolhido.

– PLANO DE DIÁRIAS: neste plano, paga-se R$ 1,00 por dia e pode ler à vontade. Ao final, os dias são contabilizados.

Para maiores detalhes dos planos de locação é só entrar no site ou falar diretamente com a locadora pelo whatsapp (99) 98856-3576.

Não perca tempo e mergulhe no universo da leitura.