14 candidatos devem disputar presidência da Câmara dos Deputados

A eleição para a presidência da Câmara registrava, até a noite desta terça-feira (12), 14 candidaturas oficiais de deputados interessados em concorrer à sucessão de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) – o deputado Heráclito Fortes (PSB-PI) retirou sua candidatura no início da noite.

Os parlamentares interessados em ingressar na disputa pelo comando da Casa terão até as 12 desta quarta (13) para oficializar as candidaturas.

A eleição está marcada para as 16h desta quarta. Até uma hora antes da votação, é permitido que os candidatos registrados desistam de participar. Qualquer deputado pode lançar candidatura.

A votação é secreta e acontece pelo sistema eletrônico, onde são registrados os votos.

Para ser eleito no primeiro turno, é preciso obter a maioria absoluta dos votos.

Ou seja, considerando a presença de 257 deputados, são necessários os votos de pelo menos 129 congressistas.

Com a oficialização de candidaturas, os deputados já começaram a distribuir panfletos pessoalmente ou por meio de cabos eleitorais e a espalhar cartazes pelas dependências da Câmara.

G1 Brasília

Deixe um comentário