Advogados de Codó entregam pauta de reivindicação ao presidente do TJMA

Um grupo de advogados da subseção Codó reuniu-se ontem, 25, com o desembargador Cleones Carvalho Cunha, presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, em São Luís.

Advogados codoenses com o desembargador Cleones Cunha
Advogados codoenses com o desembargador Cleones Cunha

Os causídicos, liderados pelo atual presidente, Dr. José Mendes, levaram uma pauta de reivindicação que incluiu pedidos de melhorias para o  Juizado Especial Cível e Criminal de Codó, como a nomeação urgente de um juiz titular e o fato de existirem processos com mais de 7 meses sem realização de execução com posterior penhora on line.

Para a  1ª Vara de Codó, constou da pauta:

  • Norma legal que ampara a cobrança de selo oneroso sobre os honorários sucumbenciais;
  • Uniformização das expedições de alvarás judiciais em nome do advogado com procuração nos autos e com poderes expressos para receber e dar quitação;
  • Melhoria no andamento dos processos em geral (fase de execução e penhora on-line).

NA 2ª VARA, consta da pauta:

  • Além da uniformização das expedições de alvarás em nome do advogado e da melhora no andamento dos processos em geral, os advogados também mostraram preocupação ‘sobre a situação das ações de empréstimos consignados, que já foi objeto de reunião local.

Os advogados codoenses também solicitaram ao desembargador presidente a criação e instalação da 4ª Vara Criminal em Codó.

OUTROS MUNICÍPIOS

Para outros municípios a comissão pediu instalação de uma Vara na comarca de Peritoró, já criada por lei (que nunca saiu do papel).

Para Coroatá foi solicitado a criação e instalação do Juizado Especial Cível e Criminal.

Encerrando, pediram ‘agilidade no andamento processual na central de cartas precatórias de São Luís com relação aos processos da Comarca de Codó.

Cleones Cunha ouve presidente José Mendes
Cleones Cunha ouve presidente José Mendes

DESEMBARGADOR DIZ NÃO

Ao radialista Jair Ribeiro o desembargador Cleones Carvalho Cunha, falou de sua satisfação em receber os codoenses.

“Dizer que  foi uma conversa agradável, que eu ouvi muitas reivindicações feitas por esses advogados e que nós vamos ver o que pode, evidentemente, atendido, resolver os problemas apresentados pela subseção. A cidade de Codó e a região pela diretoria da subseção e um abraços a todos os jurisdicionados de Codó”, disse

O desembargador descartou de imediato a instalação de varas (pedidas para Codó, Peritoró e Coroatá).

“As pautas referentes a instalação de Varas ou de comarcas, evidentemente que nesse primeiro momento nós não temos como atender porque implica em gastos, em mais gastos e nós não temos fase à crise econômica que o país apresenta como atender nesse momento, mas logo que seja possível nós faremos isso”, afirmou

PRESIDENTE AVALIA

O presidente da subseção, José Mendes, também foi entrevistado por Jair Ribeiro. Considerou positiva a reunião apesar de ter ouvido um não quanto às varas sob a alegação do desembargador-presidente do TJMA de falta de dinheiro.

“A avaliação que eu faço é positiva, nós viemos tratar de assuntos pontuais da Comarca região de Codó, da subseção, aonde envolveu todas as comarcas de Coroatá, de Peritoró, Santo Antonio dos Lopes, Capinzal do Norte, Cantanhêde e Timbiras. Então essa reunião ela veio somar’

“A gente sabe que a resposta, as vezes, não é do jeito que a gente quer, positiva, mas o fato da gente levar ao judiciário, à presidência do Tribunal de Justiça já éum avanço muito grande. Eu acho que o avanço não parte só da questão da gente conquistar um resultado positivo, mas da gente procurar  esse resultado para que amanhã ou depois ele possa ser colhido, então pra mim  a avaliação da reunião foi positiva”, concluiu Dr. Zé Mendes

6 comentários sobre “Advogados de Codó entregam pauta de reivindicação ao presidente do TJMA”

  1. Parabéns a Toda a Diretoria do Conselho da Subseção da OAB de Codó-MA. Foi uma excelente Reunião realizada com o Presidente do TJ-MA. São por meio de atitudes desse nível que se conquista o apoio e o respeito dos Advogados, da Sociedade Codoense e de toda a Região.

  2. Se tivessem levado o advogado velhinho não teriam recebido não. Não levaram nem pra tirar foto, que maldade. Um discurso que ele faria de 2 horas que foi decorado na decada de 30 seria a solução para conquistarem os pleitos. Nesse meio parece que tem alguém com problemas com processos. Quem será?

  3. ESSA DIREÇÃO DA OAB-SUBSEÇÃO DE CODÓ ESTEVE NA REUNIÃO COM O PRESIDENTE DO TJ-MA DEFENDENDO O DIREITO DOS ADVOGADOS.NÃO ESTÁ PRATICANDO A POSTURA DA OAB-MA QUE PARTICIPA DE AUDIÊNCIA NA CORREGEDORIA DO TJ-MA PARA PEDIR INVESTIGAÇÕES CONTRA OS ADVOGADOS. A OAB-MA TEM QUE MUDAR ESSA POSTURA DE MEDO E SEM CORAGEM PARA DEFENDER SEUS PROFISSIONAIS.

Deixe uma resposta