Após repercussão negativa CMDCA anula decisão que deixou Franck Sousa e outros fora da eleição para conselheiro tutelar

Todos estes agora seguem na avaliação, incluindo o conselheiro Sousa

Fomos informados por volta do meio dia desta quarta-feira, 26, por intermédio do conselheiro Franck Sousa que o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) voltou atrás na decisão de indeferir inscrições de quase 50 candidatos a conselheiro tutelar, entre os quais o conselheiro Franck Sousa, que tem 15 anos de experiência.

Quem fez este comunicado a Franck Sousa,  que teve seu caso repercutido aqui no blogdoacelio e depois na rádio Eldorado AM, por meio dos programas COISAS DO POVO (com o Lemos)  e A VOZ DO POVO (com Daniel SOusa), foi a integrante da comissão eleitoral Zila Moura hoje pela manhã.

Considerou, segundo o conselheiro, que houve um equívoco, mas evitou falar da repercussão negativa do caso.

Consta que os candidatos foram reprovados numa entrevista com psicóloga que, sequer, faz parte dos ítens capazes de tirar a pessoa da eleição.

Antes tarde do que nunca.

Um comentário sobre “Após repercussão negativa CMDCA anula decisão que deixou Franck Sousa e outros fora da eleição para conselheiro tutelar”

  1. Essa eleição vai ter muita perseguição,não deveria ser assim mais esse povo ja estão levando pro lado político partidário,esses membros do cmdca todos do lado do governo, não tem conhecimento sobre a política de atendimento da criança e adolescente, o nem se fala eu nunca vi esse cara envolvido em política de atendimento de criança, sempre metendo os pés pelas as mãos, fala sério!!!

Deixe um comentário