ASA BRANCA contará amor e fé entre casal devoto de São Jorge/Ogum nos arraiais do Maranhão

A busca pela perfeição de cada passo é uma marca da ASA BRANCA que está há 10 anos brilhando nos arrais do Estado. 2019 será a terceira participação desta quadrilha junina no Arraiá da Mira e ela vem aí cheia de amor de fé.

Junina Asa Branca 2019

 Este ano a Asa Branca vai levar para as festas juninas do Maranhão o forte sincretismo religioso de Codó contando a história de amor de um casal devoto de São Jorge, só que do ponto de vista de religiões diferentes.

Os noivos Leilane Silva e Cleiton Santos  serão os personagens principais do enredo que gira em torno do São Jorge para ela, a católica da história, e de Ogum Militar para ele que representará um umbandista apaixonado.

 “Porque vai ser duas versões, o São Jorge da Igreja e o São Jorge daUmbanda, da Igreja Católica, e durante toda a apresentação a gente vai falando da história deles dois, mas é um santo só, viu!, vai todo um espetáculo, vai ser ótimo de ser ver, vai ter teatro, vai ter tudo, vai ser lindo, não percam, vai ser maravilhosa nossa apresentação”, nos explicou Leilane rapidamente

Teatro e dança vão prometem encantar cada público, cada jurado.  Pra garantir que será mesmo um bom espetáculo, os ensaios já estão sendo diários há muito tempo e Cleiton sabe bem qual é a finalidade disso.

 “Todos os dias pegado, 4 horas de ensaios sem parar, é isso aí se a gente quiser arrebentar, chegar lá fora arrasando com tudo, todos os dias tem que  ter ensaios…REPETE, PRA NÃO ERRAR, SE TIVER QUE ERRAR O MOMENTO É AGORA? O momento é agora porque quando a gente chegar no período é só mostrar o que a gente vem treinando todos os dias”, disse o noivo

A expectativa é de voltar do Arraiá da Mira com o título de campeã de 2019 e, pelo que planejam, não há aposta mais convincente – o amor e a fé.

Resolveram conhecer a história um do outro e viram que aquilo que eles tinham mesmo eles sendo de religiões diferentes isso não ia separar os dois, então a gente vem tratando dentro disso, a gente  vai mostrar para o público que independente de qual for a sua religião o amor é mais forte”, concluiu o marcador da Asa Branca, Wellington Raul

4 comentários sobre “ASA BRANCA contará amor e fé entre casal devoto de São Jorge/Ogum nos arraiais do Maranhão”

  1. Que saudades das quadrilhas caipiras do passado, aquelas sim eram muito mais bonitas e propagavam o verdadeiro festejo a São João. Que graça é que tem hoje, não se pode mais nem chamar o grupo de quadrilha… Devolvam nosso verdadeiro São João.

    1. Se eu tivesse dinheiro fazia mesmo tal ação meu nobre Júnior, uma vez que o mesmo dinheiro tornou o objeto norteador desses grupos, daqui uns dias as “juninas” se apresentarão ao som de Hip Hop e estará tudo normal, tudo em nome da cultura! Talvez esse ano eles chamem também um pai de santo pra conduzir a apresentação afim de enriquecer ainda mais… Saudades do verdadeiro do São João.

  2. Acredito que as reconfigurações e apropriações realizadas pela
    cultura popular e utilização das redes sociais digitais e outros dispositivos pelas mesmas tem o intuito de se fazer entender os novos caminhos dos movimentos
    culturais e sua sobrevivência em tempos de constantes mudanças sociais. A cultura é evolutiva e vivaz. Assim, as práticas culturais tradicionais festivas ao longo das décadas tiveram modificações no que se refere a uma dimensão espetacularizada do evento,
    que pode ser visualizada em múltiplos aspectos; contudo, essas mesmas práticas culturais são um mixer de várias outras “festas” adaptadas pelos brasileiros. É só estudar um pouquinho e entederemos isso.

Deixe um comentário