Azar – Polícia Civil apreende mais de 50 caça-níqueis

Apreensão na Fço. Bernardino

A polícia começou cedo a operação na manhã desta segunda-feira, 7. Em alguns bares, onde elas são encontradas com maior freqüência, os donos tiveram que ser chamados para abrir o estabelecimento para que a polícia civil fizesse a apreensão.

Uma investigação prévia foi realizada pelo delegado Rômulo Vasconcelos e seus agentes. Nestes locais, os policiais descobriram que as máquinas eram utilizadas até por crianças.

“Isso é jogo de azar e isso é crime no Brasil, várias crianças, obtivemos a informação, crianças estavam jogando nesses locais e a polícia está aí para coibir isso”, explicou o regional

OPERAÇÃO VAZOU

A polícia esteve em 28 estabelecimentos comerciais de todos os bairros e como resultado, segundo informou o delegado regional, apreendeu mais de 50 caça-níqueis.

Dr. Rômulo verifica mandados

Só não foi maior o número porque a informação de que a operação seria realizada vazou e muitas foram escondidas, por isso mesmo o delegado vai voltar às ruas de surpresa. Quanto aos proprietários que foram flagrados com as caça-níqueis Rômulo Vasconcelos explicou.

“Vão ser intimados a posteriore pra fazer um TCO de jogo de azar e se for constatado que alguns objetos, alguns equipamentos que compõem a máquina forem contrabandeados eles vão responder por contrabando”, concluiu

Deixe um comentário