BOM OU RUIM? – OUÇA a opinião das pessoas sobre o carnaval de Codó 2019

OUÇA como anda a opinião do folião sobre o carnaval de Codó em entrevistas feitas na subida e descida do trio elétrico com banda tocando e dentro da área da Praça da Alegria.

 

Praça da Alegria 2019

OUÇA AS ENTREVISTAS

4 comentários sobre “BOM OU RUIM? – OUÇA a opinião das pessoas sobre o carnaval de Codó 2019”

  1. Parabéns ao comandante Oficial Alison da Polícia Militar que reconheceu o direito do bloco DE OURO FOLIA que tinha alvará para realizar o seu evento.

    Contudo quero registrar que conforme a Constituição Federal não existe a necessidade de autorização (como o bloco tinha) para exercer o direito de brincar o carnaval.

    SE por a caso o ilustre oficial recebeu ordem para exigir alvará, cometeu uma irregularidade o comando da Polícia.

    Não somos bandidos!!!!

    Obrigado senhor oficial Alisson por respeitar a Constituição Federal ao contrário de interesse do cabo que lhe acompanhava.

    Atenciosamente

    Nelson de Alencar Junior
    CPF 396.895.063-15
    Cidadão Codoense e eleitor Codoense

  2. Nelson, não existe estado de exceção durante o período de carnaval, a lei tem que ser cumprida em qualquer época do ano, o artigo 42 do Decreto-Lei n° 3.688/41 estabelece prisão de 15 dias a 03 meses ou multa para quem perturbar o sossego sob qualquer meio, seja através de uma festa noturna, uso de instrumentos musicais ou qualquer forma de barulho, se vc tinha a licença para o evento tá tudo bem, caso contrário, vc tinha que obedecer a ondem do PM, pq enquanto vc estava com um paredão arrebentando, poderia ter alguém querendo descansar, o seu direito termina quando começa o direito do outro.

  3. Jânio tem razão o direito de um termina quando começa o do outro. Se é que estavam pedindo pra todos os blocos não tinha porque deixar outros de fora, se é pra cumprir a lei que seja pra todos?

  4. Então “SrJânio”, esta norma também proíbe qualquer evento com “som”. Tinha um trio elétrico e diversos paredões.
    O horário não violava a lei e o local é comercial, e endosso que a única residência no local era a da Matriarca da Família COMPETENTE e organizadora do bloco, o qual é formado por familiares e amigos da família. Pais da família e filhos e netos são a maioria no bloco.
    Não estava incomodando ninguém.
    Pela sua interpretação temos que extinguir os eventos que tenha necessidade de “som”.
    Então até o próprio “espaço da folia” não deveria ter som e somente poderíamos utilizar a linguagem dos “ sinais “.

    Reitero os parabéns ao Oficial Militar que agiu dentro do bom senso e em uma atitude conciliadora, pois a polícia não é somente para repreensão. Evolução dos treinamentos policiais.

    Parabéns a todos.

Deixe uma resposta