Ciretran de Codó está sem atendimento por causa de paralisação dos servidores

Desde as primeiras horas da manhã desta segunda-feira, 3, quem  está se dirigindo à sede da 3ª Circunscrição Regional de Trânsito, no bairro São Sebastião,  em Codó,  tem encontrado os funcionários  na porta, inclusive fazendo apitaço.

Há uma paralisação em andamento que já tá prejudicando muita gente. A  paralisação atinge a todos os serviços prestados pela 3ª Circunscrição Regional de Trânsito, em média cerca de 200 pessoas deixarão de ser atendidas por dia aqui em Codó enquanto ela durar.

200 PREJUDICADOS POR DIA

João Feitosa foi hoje pela manhã receber um documento que permite a circulação do veículo, não conseguiu.

 “Vim receber o documento do carro que eu paguei à uns 15 dias atrás, aí quando eu chego aqui tá em  greve…ISSO TE PREJUDICA COMO, JOÃO? Você vai descendo e tem uma blitz, de repente você é pego na blitz e o documento? Tá só o comprovante que tu pagou, eles não querem aceitar, termina tu pega uma multa ou recolhe até o carro”, reclamou o comerciante

O empresário  Joel Santana de Menezes chegou à Ciretran de viagem marcada com as placas  do carro na mão. Não colocou a placa, nem vai viajar.

“A gente se depara, não pode nem viajar agora porque tá sem placa…PREJUÍZO PRA VOCÊ? Prejuízo, já tinha viagem marcada agora tem que esperar ver o que eles vão resolver”

SEM REAJUSTE HÁ 6 ANOS

Os servidores querem que o governo do Estado reajuste o salário deles que gira em torno de R$ 1.400,00, é o mesmo valor há seis anos.

 “Pelo visto não tem nenhuma previsão do nosso plano de carreiras e contando que o DETRAN também tem terceirizados exercendo a função de funcionários com contratos milionários que ninguém até quando vai durar e tendo gente concursado na fila pra ser chamado”, explicou Gerson Sousa

A Paralisação aqui deve terminar na quarta-feira, 5.

A população tá informada desse movimento, tão tal que os usuários que estão chegando hoje  à Ciretran eles estão compreendendo, o nosso movimento é um movimento legal, um movimento justo, a gente tá lutando por nossos direitos que estão sendo negados”, destacou o servidor Sebastião Chaves.

6 comentários sobre “Ciretran de Codó está sem atendimento por causa de paralisação dos servidores”

  1. Se a carga horária está excedida ou não, isso é questão para o setor administrativo do órgão resolver, o que estamos buscando são os direitos a uma previsão constitucional que está sendo negada que é o reajuste anual do salário base que deve ser corrigido conforme a inflação do ano. No caso do Detran há cerca de 6 anos os servidores estão com seus salários congelados.

  2. Os servidores do Detran tem que reivindicar seus direitos, pois todos os anos os salários são reajustados e a inflação sobe a níveis assustadores. Então, é um direto deles e de todo e qualquer servidor que se sinta prejudicado por injustiça provocada pelo governo.

  3. Os servidores estão lutando para terem seus direitos respeitados e infelismente a greve tem sido a única voz que esse governo que aí está é capaz de ouvir. Seis anos sem reajuste salarial não dá, a inflação reduz o poder de compra do salário o que diminui a qualidade de vida do servidor.

  4. Observador se tem servidor trabalhando na prefeitura é o mínimo que se espera quando se paga para trabalhar que é o que tem feito esses servidores com salários defasados a mais de 6 anos. E quem disse que servidor do Detran está condenado a uma remuneração cachorra como essa e que não pode complementar sua renda em outras fontes de trabalho. Suas observações são tendenciosas maias as necessidades dos servidores são objetivas. Reajuste salarial já.

  5. Fui renovar minha habilitação na CIRETRAN Codó e tive um ótimo atendimento.
    Apoio totalmente a manifestação dos servidores. Se não há reajuste nos salários é dever do Estado atender as reivindicações dos servidores. Infelizmente os serviços serão afetados,mas a causa é justa.

Deixe um comentário