Cláudio Paz luta para incluir pacientes de Câncer de Codó em tratamento feito em Teresina

Dr. Cláudio quer codoenses atendidos no PI
Dr. Cláudio quer codoenses atendidos no PI

A briga para que o município de Teresina receba pacientes com câncer vindos do Estado do Maranhão parou na Justiça ano passado depois que o Ministério Público Federal entrou com uma ação alegando que, constitucionalmente, não há empecilho para que a saúde pública da capital do Piauí  receba maranhenses no São Marcos (hospital oncológico).

Em matéria a respeito o Portal AZ publicou trecho da decisão favorável aos cidadãos do Maranhão:

“De acordo com a decisão “o tratamento dos pacientes do Maranhão é uma obrigação por duas razões: porque assim quer a Constituição; porque não há razão justa para o Município de Teresina eximir-se. Sob a ótica constitucional, não há divisões territoriais que possam se colocar como obstáculo ao acesso à saúde. Trata-se de direito fundamental, a ser provido pelo Estado brasileiro, independentemente da naturalidade. É de se destacar que o SUS é unitário”.

O documento destaca ainda que, “as alegações do Município de Teresina para negar o atendimento, são basicamente de ordem orçamentária, mas tais justificativas não foram solidamente apresentadas até agora. A União, a fim de negociar o repasse das verbas extras para Teresina, exige, com razão, a realização de estudos de custos e número de atendimentos, bem como a formalização do fluxo de pacientes, inclusive para que se esclareça se a alegada sobrecarga de pacientes em Teresina decorre dos pacientes advindos do MA ou do interior do Piauí, de forma a construir uma solução justa e definitiva para o problema”, completa a matéria

A decisão judicial não foi suficiente para dar cabo ao problema, tanto que o MPF está fiscalizando para ver se está havendo discriminação (não recebimento).

ATUALMENTE

O assunto voltou a ser pautado em encontro recente realizado na cidade de Caxias e de acordo com o médico Cláudio Paz, hoje diretor do Hospital Geral de Timbiras, estão cuidando para que apenas os municípios das regionais de Caxias, São João dos Patos e Timon (mais de 20 ao todo), tenham acesso livre à tratamento contra o câncer na capital do Piauí.

Dr. Cláudio afirmou que já iniciou uma batalha para convencer autoridades de saúde do Maranhão e do Piauí da necessidade de incluir ao menos a cidade de Codó neste acesso a tratamento oncológico, uma vez que é tradição nossa procurar Teresina e não São Luís.

“Eu estou provocando uma reunião para tentar incluir Codó. O benefício é que Codó vai ter acesso livre à tratamento de Câncer em Teresina, porque o ciclo hoje ficou São João do Sóter, Caxias, Coelho Neto, os de Timon e de São João dos Patos. Da regional que compõe Codó (Timbiras, Coroatá, Peritoró, Alto Alegre e São Mateus) não entrou nenhum”

“Terça-feira vou de novo à Teresina, pra ver se a gente consegue incluir da regional de Codó pelo menos Codó porque Coroatá e Peritoró eles já tem vínculo maior com São Luís. Porque se a gente não conseguir isso aí, hoje o pessoal de Codó tá tendo que ir pra São Luís com muita dificuldade”, concluiu

Vamos acompanhar o caso e vermos como o Governo do Estado vai se comportar a respeito, uma vez que isso, realmente, se faz necessário aos cidadãos de nossa região.

6 comentários sobre “Cláudio Paz luta para incluir pacientes de Câncer de Codó em tratamento feito em Teresina”

  1. Dr Cláudio obrigado por continuar lutando por Codó, os pacientes com câncer agradecem o seu empenho. Enquanto isso os deputados estaduais e federais que levaram os votos de Codó nada fazem pelo nosso povo.

  2. Meu caro jornalista, gostaria de sugerir atravez de seu respeitado blog ao Dr. Claudio Paz, a inclusão dos pacientes codoense que fazem hemodialise, na lista de transplante de rins do Hospital Dutra em São Luiz, conheço paciente que faz hemiodialise ha mais de 10 anos e se ele estivesse na lista, com toda certeza ja teria ganho um rim.

Deixe um comentário