CODÓ – Ladrões levaram até o motor da geladeira do prédio da Associação das Pessoas com Deficiência

O prédio  da Associação das Pessoas com Deficiência fica no centro de Codó, final da Av. Maranhão, nos fundos daquele prédio  que abrigava a Receita Federal que agora está abandonado.

Pelo que entendem os membros da associação o abandono do prédio vizinho está prejudicando a associação porque  os bandidos estão entrando pela frente onde não há cadeado no portão,  tendo acesso ao prédio da associação.

 “Agora como está livre acesso como você podem ver porque qualquer pessoa pode entrar, estão nos roubando, o pouco que a gente tem porque a nossa entidade é uma entidade humilde”, disse-nos a secretária da ASPEDEC, Daniele Viana

Já por duas vezes a ASPEDEC teve o prédio arrombado.

LEVARAM ATÉ MOTOR DE GELADEIRA

Os bandidos no arrombamento mais recente tentaram entrar primeiro pelo teto da cozinha do prédio, como a madeira ainda está bem forte não conseguiram e viram logo depois a oportunidade certa  na janela sem grades. Quebraram e entraram pelo buraco.

Os arrombadores  levaram do colchão da cama ao motor da geladeira, como nos explicou José JÚNIOR Lages Mouzinho.

 “Fizeram arrombamento, levaram motor da geladeira, levaram uma cama, né, colchão, documentos necessários principalmente o documento do prédio que foi um prédio doado né, levaram documento desse prédio (…) levaram até o vazo sanitário, quando tava desativado, eles fizeram arrombamento de novo aqui”, afirmou

Por precaução, os cerca de 100 associados deixaram o prédio vazio. Agora toda vez que realizarem reuniões trarão as cadeiras para se sentar, depois levarão novamente.

 “É para o prejuízo não ser maior, principalmente os calçados que a gente recebe doado pela uma pessoa de Teresina (…) a gente vai tomar pra casa pra não ter uma prejuízo maior…VAI TOMAR PROVIDÊNCIA? A gente vai tomar providência, eu voui fazer o registro de ocorrência daqui a pouquinho”, respondeu o presidente

SEM RESPEITO

A secretária da ASPEDEC lamentou as ocorrências porque a Associação sobrevive apenas da contribuição de seus sócios o que torna mais difícil comprar de novo aquilo que os ladrões levam.

 “A gente fica¸realmente, revoltada Porque nós somos uma sociedade humilde, de pessoas com deficiência, então nem isso eles levam em conta, né”, concluiu indignada Daniele

Um comentário sobre “CODÓ – Ladrões levaram até o motor da geladeira do prédio da Associação das Pessoas com Deficiência”

  1. Em Codó a bandidagem está demais, a PM faz a parte dela que é de prender, ai os vagabundos vão para uma audiência e depois são liberados, lá eles juram de pé juntos que nunca mais irão fazer isso de novo, quando sai taí roubam novamente, Cadê esse políticos que não mudam esse código penal que é do tempo da minha bisavó. Fala serio.

Deixe uma resposta