CODÓ – Secretária define início das aulas e explica como será seleção de currículos dos contratados

Nós entrevistamos a nova secretária de Educação de Codó, professora doutora Deusimar Serra, quando da presença dela na Câmara, na semana passada. O tema, lógico, foi a seleção de currículo para suprir a necessidade de, no mínimo, 400 professores que o município precisa para fazer funcionar todas as nossas escolas.

Secretária de Educação de Codó Deusimar Serra

Sobre o envio do projeto de lei que pede a autorização dos parlamentares para que a seleção curricular ocorra, falou.

“O procedimento correto é esse, nós não podemos contratar, mesmo em caráter provisório, nenhum profissional da educação a revelia da legalidade. Então nós estamos aqui, exatamente, preocupados junto ao governo municipal Francisco Nagib, de modo que a gente também já tenha ouvido a posição da promotoria local que também é, ela também é favorável de que se faça as coisas dentro da legalidade para isso foi elaborado um projeto de lei e que foi que encaminhado à Câmara e que tá nessa discussão, exatamente, pra decidir em tempo hábil a contratação dos professores da forma mais, vamos dizer, legal possível”

QUEM FARÁ A SELEÇÃO/INÍCIO DAS AULAS

A secretária informou que as aulas vão começar dia 20 de fevereiro e também explicou sobre como será formada a banca examinadora dos currículos.

“Nós temos já uma banca montada com professores representantes do IFMA, da UFMA, da UEMA e também representante do Conselho Municipal da Educação, da Secretaria de Administração e Educação para que a gente possa iniciar os trabalhos, mas só após a aprovação ou de um projeto de lei, ou de um decreto lei, mas que  que haja, de fato, algo que a gente possa argumentar de que é viável, de que é possível se fazer essa contratação em função de não atrasar o período letivo previsto para o dia 20 de fevereiro”

Finalizando tratou do edital que vai ditar as regras de participação no seletivo de currículo, cuja inscrição, disse Deusimar Serra, será gratuita.

“A ideia que já está materializada num edital, já está pronto, só pra divulgar, eu vou passar pra você e toda a rede de comunicação local para que a gente possa divulgar, vai ser lançada ao público. Todos os professores interessados poderão se inscrever não vai pagar nenhum tostão, vai ser grátis essa inscrição e nós vamos proceder, já em tempo hábil, daqui pra outra semana essa seleção”

“De modo que nós queremos evitar com isso qualquer tipo de interferência política, mas que seja critério de mérito e que o próprio edital mais descrever isso, quais são os requisitos básicos para ingresso dos professores, em todas as modalidades de ensino, tanto pra zona urbana quanto pra zona rural”

15 comentários sobre “CODÓ – Secretária define início das aulas e explica como será seleção de currículos dos contratados”

  1. já sei que nos próximos quatros anos se saí concurso vai ser só para professor, como se as outras áreas não fosse serviço publico e outra se saí. Votei no atual prefeito mas pelo andar da carruagem, decepção até agora e olhando para o futuro já não espero muita coisa, só os que tem pistolão se dando bem como sempre e os que estudam como eu não tem oportunidade de fazer um concurso como manda a lei.

  2. Acreditei que o atual gestor ia fazer diferente mas pelo que vejo até agora a mesma coisa dos outros, fazendo da prefeitura cabide de emprego (contrato) em troca de votos. Decepção.

  3. Se for para de fato não haver interferência política como sempre houve nos processos de seleção de professores aqui em Codó,essa iniciativada da secretária é louvável, porém se de alguma forma houver indicações de vereadores e velhas raposas da política codoense ligadas ao governo aí sim esse seletivo não passará de uma maquiagem de procedimento legalidade.

    1. E esse sindicato serve pra alguma coisa? só pra receber dinheiro público, falando nisso, porque a diretoria do sindicato não disponibiliza as contas para a população? pra onde vai o dinheiro?

  4. Espero que haja uma seleçao transparente, pois no antigo governo fui aprovado no seletivo me disseram que nao podia assumir, por nao está com 75% da faculdade concluída, e uma pessoa que fazia faculdade no mesmo período e na mesma sala que eu estudava, foi contratada, sendo que a mesma nem se quer ao menos passou no seletivo. DETALHE: era filho de uma funcionária da prefeitura. ABSURDO!

  5. NA MINHA OPINIÃO SERIA MELHOR UM SELETIVO ATRAVÉS DE UMA PROVA ESCRITA MAS VAMOS TORCER PARA QUE AS ANALISES DESSES CURRÍCULOS SEJAM FEITAS DE FORMA JUSTA E IMPARCIAL.

  6. Vocês acreditam nessa historia de banca examinadora, kkkkkkkkkkk
    Isso é piada, como disse o codoense soberano é só maquiagem e os bilhetinhos vão funcionar por baixo dos panos. Acreditem nessa piada

  7. Por que não chamaram os excedentes do concurso público de 2014? é bom secretaria secretaria e o prefeito convocar todos. grato.

Deixe um comentário