Codó Trafegável recupera importantes vias em Codó

DSC_0903O Programa Codó Trafegável continua em frente melhorando o acesso de milhares de condutores de veículos e pedestres.

Nesta nova etapa, o programa Codó Trafegável está contemplando 72 mil metros quadrados de recapeamento, pavimentando e recuperando ruas importantes e que estavam muito deterioradas e precisavam melhorar a trafegabilidade.

De acordo com o Secretário Municipal de Infraestrutura e Urbanismo, Márcio Esmero, a celeridade das obras foi muito satisfatória.DSC_0938

A empresa executara realmente mostrou muita qualidade e rapidez na execução das obras. Estamos conseguindo recuperar importantes vias e levar melhor trafegabilidade para todos. Nós temos vários contratos em execução para pavimentação asfáltica. Alguns estavam paralisados em razão de prestação de contas não DSC_0942apresentadas de gestões anteriores, nas secretarias de estado oriundas desses contratos. Entretanto, nosso departamento jurídico está tomando providencias para que possamos continuar trabalhando com o programa de forma satisfatória”, explicou.

De forma precisa e rápida, o recapeamento chegou até Avenida João Ribeiro, Av. Duque de Caxias, ruas do conjunto Dallas, como a Rua 20 de Janeiro, Francisco Alves Lisbino, Antonio Joaquim, entre outras. Além das ruas próximo ao Conjunto Primavera.

Outra região que as ruas estão sendo recuperadas fica nos arredores do Conjunto COHAB, em torno da Praça e Esporte e Cultura (PEC), que será inaugurada em breve.

Ruas como a Goiás, Joaquim Nabuco, Marechal Castelo Branco, São Luis e Leontino Ramos também receberão nova pavimentação do Codó Trafegável.

Raphael Fernandes – Ascom – Prefeitura Municipal de Codó

10 comentários sobre “Codó Trafegável recupera importantes vias em Codó”

  1. Nós moradores do bairro Santo Antonio esperamos que este benefício possa chegar o mais breve possível em nosso bairro, principalmente numa de nossas principais e tradicional rua citada acima que é a rua Joaquim Nabuco, Haja visto que a mesma já faz cerca de 20 anos que foi asfaltada e nunca passou por recapeamento, sendo que parte dela nunca recebeu se quer a primeira camada.

  2. Não dá pra acreditar que esse trabalho está sendo realizado pelo município.
    Em primeiro lugar porque está sendo feito um ótimo trabalho, o que não é praxe desse governo, em segundo lugar a empresa é a mesma que presta serviços para o governo do estado, inclusive trabalhando na BR 316 e em terceiro lugar, se fosse realmente o município que estivesse realizando o serviço, contrataria uma empresa de menor porte para que “sobrasse” mais dinheiro.

  3. Todas essas obras são licitadas e são pagos milhões por elas.No entanto não se ver os funcionários usando os EPI’S básicos(BOTAS, MASCARAS OU LUVAS)ou mesmo roupas com faixas luminosas.

    Semana passada estava trafegando pela avenida Santos Dumont por volta das 19:30 e vi vários homens espalhando asfalto sem nenhuma proteção ou sinalização, da ate a impressão que o trabalho é feito de graça.

    Quantas vezes já vi o secretario de obras(que não é engenheiro civil) dando entrevista em pleno canteiro de obras sem usar capacete, ai não precisa nem pensar muito se o responsável pelas obras do município não usa.Por que os pobres mortas prestadores de serviço irão usar?

  4. Antes do recapeamento na Joaquim Nabuco completem a rede de esgoto. Há anos que esperamos e nada. E que seja um asfalto de qualidade e não o famoso sonrisal.

Deixe uma resposta