Com base no IDEB 2019 Acélio Trindade mostra que a Educação de Codó já acumula décadas de tragédia

Analisando os números do IDEB 2019, que foram divulgados esta semana, nos deparamos com 15 anos de tragédia na educação municipal de Codó, contados a partir de 2005 quando começa a contagem no site federal.

Falo décadas de tragédia na manchete porque se de 2005 pra cá não avançamos nada, praticamente, imagine de 2005 para trás.

A turma dos chamados anos iniciais (1º ao 5º), passaram 15 anos para avançar 2,1 pontos no IDEB, ficando em 2019 com 4,9 (a meta era 4,8).

Anos finais , do 6º ao 9º ano, ficaram com 3,9 e não conseguiram nem alcançar a meta de 4,6 estipulada pelo Governo Federal.

Os alunos que fazem prova no 9º ano, só avançaram 1,1 ponto em 15 anos. Uma verdadeira tragédia educacional, considerando que a meta máxima é 10.

4 comentários sobre “Com base no IDEB 2019 Acélio Trindade mostra que a Educação de Codó já acumula décadas de tragédia”

  1. O ERRO EM CODÓ TÁ NOS QUE SE DIZEM TÉCNICOS EM EDUCAÇÃO DE SECRETARIA A PIOR EQUIPE É ESSA JÁ MONTADA SÓ EX DIRETORAS QUE NÃO TEM UM PLANO DE AÇÃO E ACABARAM COM A CREDIBILIDADE DO NAGIB COMPROMETENDO SUA REELEIÇÃO ARREBENTARAM COM O CARA

  2. Esses 15 anos que você fala Acélio, foram 8 anos de Zito + 4 de Nagib

    Vamos fazer um resumo desses 4 anos de Nagib na Educação:
    Fechou várias escolas na zona rural e urbana;
    Não realizou concurso público para contratação de professores;
    Não foi realizada eleição para gestores escolares;
    Não Pagou abono que Ele (Nagib Prometeu no Primeiro encontro pedagógico que foi realizado no seu governo na Escola Santa Filomena – Convento);
    Não Vem pagando as Progressões dos servidores da Educação (Quinquênio – míseros 5%);
    Não Pagou os Precatórios;
    Não Construiu nenhuma Escola (so o Liceu) – (Minha opinião: Dava para construir 10 escolas com o dinheiro que foi gasto ou reformar umas 15 – foram mais de 8 milhões)
    Não pagou o salário dos professores contratados (quando pagou foi so 350 reis)
    Tentativas de ampliação da carga horária dos assistentes administrativos, assim como a mudança no regime previdenciário do servidor, ambas barradas graças a intervenção do sindicato;
    escolas encontram-se em péssimas condições físicas e estruturais faltando em muitas delas a manutenção e/ou aquisição de impressoras e máquinas de xerox;
    vem negando o direito no vencimento do 1/3 de férias dos professores baseando-se em 30 dias e não nos 45 dias que são as férias efetivas destes profissionais,
    Constantes atrasos nos salários de vigias e zeladoras;
    Não Paga 13º aos Professores Contratados;
    Não Paga 13º aos Vigias e Zeladoras através da Gerenciar;

    Tem mais…mas estou com as mãos doendo de tanto digitar!

    São apenas algumas das Razões que levam ao fracasso da Educação Pública Codoense!

  3. So uma Retificação: onde se lê: Esses 15 anos que você fala Acélio, foram 8 anos de Zito + 4 de Nagib

    Leia-se Desses 15 anos que você fala Acélio, foram 8 anos de Zito + 4 de Nagib (80%)

    80% do período de Fracasso citado por você, Acélio foi desses dois governantes, e ainda querem continuar fazendo isso!

  4. Os prefeitos larápios do dinheiro público, que são os responsáveis. Eles atrasam o início do ano letivo para não pagar os contratados; fecham escolas, dificultando o acesso dos estudantes aos estabelecimentos de ensino; escolas em péssimas condições; Caso o professor queira fazer um bom trabalho, terá que arcar até com aluguel de máquinas de xerox… Mesmo com estas mazelas os profissionais do magistério estão cumprindo com suas responsabilidades.

Deixe uma resposta