Comunidade e autoridades se reúnem para discutir recuperação de escola em Santo Antônio dos Pretos

Pais, mestres e alunos estiverem reunidos no Centro Quilombola de Formação por Alternância Ana Moreira, localizado no Povoado Santo Antônio dos Pretos, cerca de 40 Km da sede do município.

Comunidade participa
Comunidade participa

Na oportunidade, a comunidade de Santo Antônio dos Pretos recebeu a visita de autoridades municipais e estaduais para discutirem soluções e melhorias para o centro de ensino. Estavam presentes na reunião o Vereador Pedro Belo (PC do B) e a Diretora da Unidade Regional de Educação de Codó, Fátima Falcão, além de técnicos da SEDUC.

A diretora da URE informou que o prédio onde funciona a escola encontra-se em situação precária e com sua estrutura comprometida.

A estrutura está muito desgastada e depredada, não temos banheiro em condições adequadas, não temos pessoal de limpeza, não temos monitores, a estrada está em péssimas condições, dificultando o acesso. A situação é caótica. Por isso estamos entrando em contato com o governo para realizarmos a recuperação física e pedagógica da escola”, explicou.

Em busca de uma identidade

Fátima Falcão ainda declarou que será preciso um trabalho mais profundo de conscientização da juventude do campo sobre a identidade cultural das comunidades quilombolas.

Os alunos não estavam sendo orientados sobre o que realmente é ser um descendente de quilombola, o que é um quilombo e sua história. Iremos também convidar a secretária de educação do município para revermos a parte pedagógica”.

Após conversar com os pais, alunos e moradores, o vereador Pedro Belo informou que todas as demandas e os problemas analisados pela equipe técnica da SEDUC serão levados ao governo do Estado para que a recuperação seja feita. “A URE possui os professores, mas a SEDUC fara o levantamento das demandas e encaminhará ao Estado, para que o governo tome as devidas providências. Precisamos de nossa juventude do campo bem amparada, estudando com estrutura digna e consciente de sua identidade cultural”, finalizou o parlamentar.

Assessoria de Imprensa

Deixe um comentário