DESCASO: IML de Codó está com energia elétrica cortada desde 13 de agosto

Constatamos ontem pela manhã que a Unidade Avançada do IML de Codó, localizado na rua Marcos Rocha, Trizidela, realmente, está com fornecimento de energia suspenso e quando estivemos no local, por volta das 9h30min da manhã, só havia um vigia.

A subseção da ordem dos Advogados levantou que a situação começou no dia 13 de agosto, desde então todas as perícias feitas aqui estão prejudicadas conforme entrevista concedida pelo presidente José Mendes de Sousa.

 “Dizer que o perito sem presente encontrou no IML, sempre fez o trabalho dele, o problema é  que não tem a mínima condição de um médico perito estar num ambiente onde não tem energia, não tem nenhuma condição de trabalho pra que ele possa fazer essas perícias(…)Numa situação dessa como é que o advogado vai dá entrada nas ações, se existe um posto, existe um médico perito, mas não existe condições para ser feito o trabalho”, disse

O IMPASSE

A conta de energia vinha sendo paga, desde que o Posto foi Inaugurado em novembro de 2016, pela Prefeitura de Codó com recursos da Secretaria de Saúde.

Em agosto deste ano o governo municipal decidiu deixar de pagar as faturas e passar a responsabilidade para o Estado, só que até o momento nada foi resolvido e o prédio continua sem energia elétrica.

O Secretário Municipal de Saúde, Suelson Sales,  explicou que como o prédio foi cedido à Secretaria Estadual de Segurança Pública, responsável pelo IML, não há como justificar o pagamento para as autoridades fiscalizadoras.

 “A partir do momento em que o prédio foi cedido a competência da manutenção do prédio é da Secretaria de Segurança Pública do Estado por ser um órgão IML vinculado a eles, então nós não teríamos como fazer a manutenção do prédio, está apenas cedido, então desde agosto nós fizemos todo o processo de transferência da competência, isso foi feito, né, cabe agora ao Estado ver o que está acontecendo”

Enquanto o impasse não é resolvido, quem necessita segue apelando.

 “Entramos em contato com as autoridades, pedimos urgência com essa situação. Estão providenciando mas a gente pede encarecidamente que resolvam o mais rápido possível porque quem tá sendo prejudicado não é só o advogado, quem tá sendo prejudicado é  é a sociedade como um todo, Não só a sociedade de Codó mas os municípios aqui Coroatá, Peritoró todos eles estão aqui fazendo perícia aqui no Postos Avançado do IML de Codó”, disse José Mendes

Estamos aguardando nota do Governo do Estado e da CEMAR a respeito deste assunto.

6 comentários sobre “DESCASO: IML de Codó está com energia elétrica cortada desde 13 de agosto”

  1. para ser considerado IML esse prédio precisa melhorar muito. A Secretaria de Estado da Segurança Pública deve construir um prédio adequado às necessidades de um IML, e não ficar reaproveitando um local que foi construído há mais de 40 anos!

Deixe um comentário