EMPREGOS – Comércio de Codó já começou as contratações de fim de ano

É fato que o comércio de Codó já está começando a sentir o impacto nas vendas de fim de ano e isso deixa muita gente animada.

Só a Noroeste já abriu 10 novas vagas

Empresários e gerentes com quem conversamos mostraram expectativa de uma crescimento de até 20% nas vendas comparando com o mesmo período do ano passado, por conta disso alguns já até começaram a contratar.

O gerente Vanderlúcio Rabelo, confiante no  mercado,  tem certeza que precisará de mais vendedores.

 “A gente pretende aumentar o nosso quadro de vendedores em até 40%, a gente espera que o comércio corresponda às nossas expectativas de final de ano  (…) já contratamos dois, além do nosso quadro normal”, afirmou

Luís Oliveira já contratou 10 novos vendedores e fez isso antes de novembro pensando em deixa-los ainda melhor preparados para o período de pico nas vendas.

 “A nossa ideia é fazer com que as pessoas venham e entre com aquela vontade de dar continuidade então pra isso nós antecipamos, então logo no início da segunda quinzena de outubro nós já  colocamos 30% a mais do nosso quadro de vendedores, então hoje o nosso quadro de vendedores tá 30% a mais de vendedores novos”, gerente

JÁ TRABALHANDO

Lílian Açucenas já conseguiu o emprego temporário dela, conta que saiu distribuindo currículos antes de outubro chegar e insistiu nas tentativas.

 “Distribui muitos currículos e também coloquei minhas qualificações porque a gente pra entrar no meio de trabalho a gente tem que ter qualificações, qualidades também, é o que tá em primeiro lugar (…) Desistir não é para os fortes, a gente tem que insistir para que a gente tenha o que a gente quer”, revelou-nos

COMO SEGURAR A VAGA

Muitas vezes vale muito a pena aproveitar este período. Há quase dois anos, Rodrigo Muniz conseguiu uma vagas dessas e nunca mais ficou desempregado. Aproveitando a experiência dele quisemos saber se ele tinha alguma dica para quem tá chegando agora.

 “O conselho mesmo é você se jogar com o povão porque não é apenas conhecer o produto, mas você se dá bem com as pessoas e procurar entender o máximo do que elas estão precisando porque a internet taí e a gente não ser bem treinado é capaz dela entender mais do que a gente”, disse

Deixe um comentário