Evento do Ministério Público em Codó erra ao excluir membros da OAB

Hoje aconteceu a inauguração do novo prédio, sede própria, das 3 promotorias de Justiça que atuam no município de Codó.

Foi tudo muito lindo e o prédio (falaremos dele depois em reportagem específica) é amplo e moderno.

Mas, entendo, que ao formarem a mesa com juízes, muitos promotores de Justiça e até políticos, o cerimonial esqueceu um representante da Ordem dos Advogados do Brasil. Do começo ao fim, nenhum ser vivo lembrou da falha.

Mas não é preciosismo seu Acélio, futilidade? talvez, ocorre que em ambientes formais há de se preservar a paridade das instituições, a contemplação de todas, sobretudo as que se fazem presentes.

O ambiente estava cheio de advogados, tínhamos representantes do Conselho Federal, Estadual, o presidente da subseção, Dr. Thiago Maciel,  lembrado por um único orador (o prefeito), também estava presente, no entanto todos foram ignorados.

Acho que, dificilmente, o contrário ocorreria (evento da OAB desconsiderando a presença de membros do MP).

Foi ótimo, exceto a falha.

18 comentários sobre “Evento do Ministério Público em Codó erra ao excluir membros da OAB”

  1. Prezados colegas, queria aqui externa minha insatisfação e repúdio ao ocorrido na tarde de hoje na inauguração da sede do MP em nossa cidade, onde o Presidente da OAB Subseção de Codó, apesar de presente ao evento, se quer teve registrada sua presença e muito menos fora chamado para compor a mesa representando nossa classe, mostrando assim o claro desrespeito e indiferença do MP para com a OAB e com todos nós advogados.

    Yuri Corrêa
    Conselheiro Federal OAB/MA

  2. Isso foi um descaso com a classe advocatícia, uma classe que é essencial para a justiça, foi um pecado e tanto cometido pelo Parquet da região.

  3. Caros Advogado(a)s. Entendo que na Solenidade houve falhas, porem não ocorreu desrespeito aos Advogados por parte dos Membros do MPE. Devemos nesse momento agir com cautela e serenidade em relação a esse episódio da inauguração da sede do MPE. O nome do Presidente da Subseção Dr. Thiago Maciel e do Decano Dr. barreto Roma foram devidamente citados em homenagem a todos os advogados presentes no evento.

      1. Em verdade, o Fraco nessa história é o Presidente da OAB-MA Thiago Diaz, que está cercado por uma horda de Conselheiros Polêmicos e sem argumentos. Kkkkkk

        1. Acho que estas engano amigo, o fraco de fato é o da subseção que mesmo vendo o desrespeito a classe, ainda foi banquetear com o MP. E quanto a polêmica que se refere ela foi tanta que o MP se retratou e reconheceu o erro.

  4. Uma vergonha. Mostra que algumas categorias profissionais não compreenderam que não há hierarquia entre advogados, juízes e promotores. O MP demonstrou elitismo e corporativismo com esse erro vergonhoso. Espero que emitam alguma nota de retratação. É o mínimo que poderiam fazer.

    1. Mais vexatório para classe , foi saber que o presidente da ordem estava desfrutando de um grande banquete oferecido pelo prefeito para o MP…

  5. Aonde está o desrespeito. Isso é mero capricho. O mais importante foi a obra entregue a cidade para o povo.
    Estes Advogados tem que entender que já estavam lá presentes porque foram convidados pelo Ministério Público quando convidou a subseção e não existia a necessidade do presidente da subseção estar sentado nas poltronas e cadeiras que estavam após a mesa, vez que estava nas outras poltronas.
    Não havia conselheiro federal, mas um suplente que não apresentou credencial para representar a instituição e o único titular em Codó é o Conselheiro Estadual o Dr Neto, que não o vi por lá com a credencial.

    1. Prezado pra saber de tantas informações com certeza és advogado, quanto ao Dr Procópio Neto , ele se retirou imediatamente do local quando não verificou nenhum representante da ordem à mesa. E procure saber mais infirmaxoes sobre política de ordem q saberás quem é quem e como funciona as coisas. Todos advogados q estavam no local foram uníssonos em externa seu descontentamento, talves vc seja mais um subserviente e sem compromisso com a ordem

    2. Aqui não trata-se de A ou B, cargo esse ou aquele dentro da ordem, aqui estamos falando da instituição OAB e da classe como um todo. Acredito que vc que fez esse comentário ainda não saiu do palanque bem como ainda não se deu conta da representatividade que a subseção de Codó tem junto a OAB, enquanto vc tenta apequenar ps cargos ocupados pelos colegas, vc.deveria era se juntar a classe e defender os interesses dela e não os seus.

  6. No meu entender esse assunto/tema exposto não contribuirá para a boa relaçao da OAB com as instituições Públicas. Erros e falhas ocorrem. Todos os Advogados presentes foram tratados com o devido respeito pelos Promotores e Funcionarios.Os representantes da OAB que exercem cargos seja no Conselho Estadual/Federal e na Subseção devem agir com razao e nao querer criar polemicas desnecessarias.

  7. Tenho certeza que as pessoas que se escondem sob os pseudônimos “codoense advogado” e “advogado atento” não estiveram nas solenidades de cessão da antiga sede das Promotorias para o funcionamento da Casa dos Conselhos Municipais e inauguração das instalações da nova sede das Promotorias de Justiça de Codó-MA, estando, certamente, na capital do Estado do Maranhão ou em tratamento de saúde em algum lugar, posto que não têm o menor conhecimento do quanto foi constrangedora toda esta situação. Se somente dermos “importância” à “entrega da obra para o povo codoense” não temos mais nada a reclamar, enquanto classe, no tocante a título de propostas de pagamentos de honorários aviltantes, posto que o importante é o pagamento; atrasos de audiências, posto que o importante é que a audiência ocorra; juízes tqq, posto que o importante é que exista um juiz nomeado; mal atendimento junto as instituições bancárias quando do recebimento de alvarás, posto que o importante é que se receba, desrespeito a prerrogativas, posto que isso é mero aborrecimento, etc.e por ai vai. Acho que chegou a hora da classe se irmanar em busca de respeito e conquistas, de nada adianta para os “advogados” comentários com este teor, uma vez que todos os presentes, sem exceção, se posicionaram contrários ao tratamento dispensado a classe quando das duas solenidades.

  8. O fato do Presidente da Subseção ou do Suplente de Conselheiro Federal não estar na mesa do MPE não diminuiu a Classe da Advocacia Codoense. A humildade faz parte do carater e da experiencia do Advogado. Arrogancia, prepotência e soberba não combinam com um advogado no exercicio profissional.

    1. Porém fora um desrespeito, tanto o é que onpropio MP emitiu uma nota procurando se retratar, se não tivesse importância não o teria feito…

Deixe um comentário