Falta de transporte escolar digno prejudica estudantes em Timbiras

A falta de veículos adequados para o transporte dos estudantes em Timbiras, principalmente os da zona rural, é um dos principais problemas na educação ainda não solucionado pela administração do prefeito Fabrízio Araujo.

Desde 2013 a maioria dos estudantes da zona rural teve o ano letivo prejudicado devido ao não cumprimento da carga horária de aulas previsto em lei, que é de 200 dias letivos. Várias reclamações e denúncias foram feitas por vereadores e pela Promotoria de Justiça. No entanto, nada de efetivo foi feito pela administração de Fabrízio Araujo para solucionar esses graves problemas da falta de estrutura no transporte escolar e do cumprimento das metas exigidas pelo Ministério da Educação.

Na Sessão Legislativa da Câmara Municipal da última segunda-feira (14.06) o assunto veio à tona novamente, e os vereadores de oposição e de situação foram decisivos em seus discursos. O vereador Zé Chagas chegou a classificar a frota de ônibus contratado pelo município de “sucata”. De acordo com o vereador “existe ônibus sem pneus e escorados com troncos de madeira à espera de serviços de manutenção”.

O vereador Manoel Batista, membro da bancada de sustentação do prefeito, definiu o transporte escolar de Timbiras como sendo “uma vergonha municipal”. O parlamentar relatou que o sistema de transporte de alunos não funciona desde 2013, e que é necessário o gestor tomar uma atitude para resolver de vez a questão.

O vereador Nato Sales usou a tribuna para informar aos colegas que depois de inúmeras tentativas, conseguiu contato com o dono da empresa de ônibus que presta serviço no município, e que o mesmo estará em Timbiras nos próximos dias para tratar do assunto.

Na oportunidade o vereador Vilson Vieira interferiu na fala do colega para sugerir que seja realizada uma reunião entre os poderes municipais e o proprietário da empresa para que essa ineficiência seja relatada, e que busquem uma solução imediata para que os alunos não sejam prejudicados outra vez.

Enquanto o assunto do transporte é tema de debate, meios de comunicação divulgam que a Secretaria Municipal de Educação resolveu o problema com a aquisição de uma frota de ônibus escolar para o deslocamento diário e regular dos alunos, além da merenda de qualidade servida nas escolas da rede municipal.

É ver para crer!

Por Hidenilson Sousa

Deixe um comentário