Filho espanca mãe, marido esfaqueia esposa – cresce número de casos enquadrados pela Maria da Penha em Codó

Apresentado ontem à imprensa, Clemilton Benício de Andrade foi preso em flagrante pela Polícia Militar depois de agredir a própria mãe a socos e pontapés. O delegado regional, Rômulo Vasconcelos, disse se tratar de um sujeito de índole perigosa.

 “Esse rapaz que foi preso tem até dois homicídios pelas costas, é o Cléo, e ele agrediu sua mãe, sua genitora, também a lei abrange também e ele foi autuado em flagrante por causa disso’, explicou

Outro flagrado pelos militares foi Josiel Paulino  da Silva, o chinês. Ele também já tinha  outras passagens na delegacia, mas desta vez foi preso e indiciado com base na  Lei Maria da Penha. Segundo o delegado,  ele esfaqueou a companheira dele após chegar embriagado em casa. A mulher está fora de perigo pois seu maior golpe foi em uma das pernas.

AUMENTANDO

Em apenas dois dias, sábado e domingo passados, cinco casos de agressão à mulher foram registrados  na delegacia regional. Todos seguindo a rotina codoense – ocorreram na periferia, geralmente entre casais de baixa escolaridade e poder aquisitivo e na maioria dos casos o agressor tem algum envolvimento com drogas ilícitas ou com o álcool.

No geral, um maior número vem dos bairros São Francisco, Codó Novo e Nova Jerusalém. Sem divulgar a quantia exata de registros oficiais por mês o delegado regional afirmou que  os casos só têm aumentado.

 “Tem crescido ultimamente na nossa cidade os crimes contra a esposa, a genitora, as parentes que fazem parte do lar então a lei Maria da Penha hoje tem aumentado bastante em nossa cidade”, afirmou

Apesar de muitas agressões chegarem ao conhecimento da polícia, as autoridades acreditam que  mais ainda ficam longe dos registros policiais, algo que elas esperam mudar algum dia.

Deixe um comentário