Francisco Nagib avalia primeiros dias do governo de Michel Temer

Participando do lançamento dos livros da professora doutora Deuzimar Serra, o empresário Francisco Nagib falou ao blogdoacelio sobre a importância daquele evento para a cultura codoense e também deu algumas pinceladas sobre a atual conjuntura política e econômica do Brasil.

Nagib mostra-se confiante no governo Temer
Nagib mostra-se confiante no governo Temer

Perguntamos sobre como ele avalia as primeiras semanas do governo do presidente interino Michel Temer. Nagib mostrou-se confiante.

“Olha, o que eu vejo, ele tá tomando a par da situação, tá buscando saber a real situação em que se encontra o endividamento internacional do Brasil, então eu acredito que ele vai conseguir colocar medidas e projetos que possam fazer com que, realmente, o Brasil produza, que o Brasil possa pagar essa dívida, e, assim, ter  recursos para incentivos à agricultura”, disse

Depositou confiança em um dos setores que mobilizam a economia do país, a agricultura.

“Eu acredito que a agricultura é o ponto principal para que o Michel (Temer) possa dá produtividade, dá receita para o país através de suas exportações, um dos maiores produtores de carne do mundo é o Brasil e tem aí esse produto pra poder exportar e trazer riquezas pra dentro dessa país”, frisou

E encerrou apostando na inteligência do governo do PMDB liderado, claro, por Michel Temer.

“Então ele (Temer) tem inteligência suficiente, junto com todos do PMDB para tirar o Brasil dessa situação e termos, no futuro, dias melhores”, disse

7 comentários sobre “Francisco Nagib avalia primeiros dias do governo de Michel Temer”

  1. todos nos sabemos que se ele for eleito, quem vai administrar e o pai. entao seria interessante ouvir o sr Francisco (pai) e nao o filho acelio, vc colheu errado a opiniao.

  2. PMDB é um dos partidos do grupo, por isso, cabe falar bem, mas todos sabem que esse presidente e sua turma é um retrocesso político.

    Precisa informar mais as coisas da política, ler mais e assistir menos a jn e seus iguais.

Deixe uma resposta