FUTEBOL: Cordino vence São José por 3 a 0 e pode escapar do rebaixamento

Para mexer com a motivação dos jogadores do Cordino, até então com zero ponto no campeonato, o técnico Marlon Cutrim transformou os dois últimos jogos do time numa final.

 “Eu falei pra eles que era uma final porque ninguém quer ser rebaixado e o Santa QUITÉRIA TAMBÉM vem pra dentro da gente, é uma final de 180 minutos, nós jogamos 90”, disse à nossa reportagem

Os 90 minutos são uma referência ao jogo contra o São José ocorrido ontem no estádio Pinheirão, em São Mateus, que só veio ter cara de  final, mesmo,  no segundo tempo quando Marlon achou de colocar em campo o atacante Jorge Luís, camisa 14,  que já entrou abrindo o placar da partida, aos 9 minutos,  com um belo gol – CORDINO 1 A ZERO.

Ele, sempre pela esquerda, só fez um, mas os outros dois gols de Toquinho, camisa 11,  também saíram de passes deados por Jorge Luís. O segundo, aos 31 minutos do segundo tempo e o terceiro também com Toquinho finalizando, final Cordino 3, São José zero.

 “Feliz de mais até porque a gente tava precisando de uma vitória dessa pra tirar nosso time de lá de onde ele tava, mas só tem que agradecer primeiro lugar a Deus e em segundo meus companheiros que tiveram força pra lutar’, disse Jorge Luís, considerado pela imprensa e pela torcida presente no Leandrão o craque da partida.

Numa situação mais livre de preocupação com rebaixamento, o São José já saiu focado no próximo confronto.

“Focado totalmente agora o hoje já passou mas contra o Imperatriz é outra guerra e a gente vai lutar pela classificação”, palavras do lateral esquerdo Breno, camisa 6 do São José.

RESPIRADA

 Este resultado era tudo que o Cordino esperava para voltar a sonhar em não ser rebaixado para a segunda divisão do maranhense.

Mas a equipe só poderá respirar aliviada mesmo depois do jogo contra o Santa Quitéria marcado para quinta-feira, 14,   e o Cordino não está  nem pensando em jogar pelo o empate.

 “A gente joga pra vencer até porque quem joga pelo empate dificilmente segura o resultado, então a gente vai manter nossa postura tática que a gente vem trabalhando e apostar nesses meninos”, disse o técnico Marlon Cutrim.

“Vamos descontrair e encarar, da mesma forma, uma guerra, uma batalha pra que possamos sair de dentro de campo com ela, escapar o  time de Barra do CORDA da Segundona”, completou o goleiro Laerte

Deixe uma resposta