Há 4 anos Ely Oliveira ensina a filosofia do Basquete à crianças carentes de Codó

Alunos de Ely Oliveira treinam na rua por falta de quadra para Basquete
Alunos de Ely Oliveira treinam na rua por falta de quadra para Basquete

Há 4 anos o técnico de Basquete Ely Oliveira desenvolve um trabalho muito importante com crianças de 10 à 12 anos e adolescentes de 15 até 18 anos. Quem passa à tarde entre o estádio René Bayma e o Ginásio Deolindo Rodrigues, próximo à Agência da Previdência Social já deve ter visto sua dedicação.

Os alunos nada pagam para participar, ele dá preferência à pessoas carentes da periferia de Codó e basta que os pais conversem com Ely para que ele os conheça e possa aceitar o futuro jogador de basquete.

“Já fez 4 anos em janeiro (de 2016) e estamos aqui trabalhando com crianças, jovens, adultos e adolescentes para, tipo assim, ocupar a mente deles, ter estilo de vida, o esporte que é o basquete que hoje em dia cresceu muito na cidade de Codó”, explicou

A FILOSOFIA QUE EDIFICA

Professor Ely Oliveira
Professor Ely Oliveira precisa de ajuda para comprar material para quadra cedida por escola

Além de ensinar as técnicas e táticas do Basquete, Ely Oliveira, que também é educador social do MAIS EDUCAÇÃO, trabalha o emocional dos alunos, prepara-os para os desafios da vida.

“Eu trabalho para que eles sejam futuros pais de família, estudem e sejam um bom professor de educação física (…) para que eles tenham um futuro melhor através do esporte. É por meio do esporte que os jovens estão crescendo hoje em dia”, disse

AJUDA POR LOCAL

Professor Ely está precisando de um local mais seguro, uma vez que treina seus alunos no meio da rua. O diretor da escola Ananias Murad, professor Romildo, segundo ele, já permitiu que os treinos ocorram na quadra do colégio, mas a quadra não tem qualquer preparo para a prática do basquete.

Essa é a única ajuda que Ely Oliveira espera para continuar dando aula de maneira voluntária e mudando a vida de muitos garotos.

2 comentários sobre “Há 4 anos Ely Oliveira ensina a filosofia do Basquete à crianças carentes de Codó”

  1. que deus abençoe essa grande iniciativa deste homen que com muita fe incentiva crianças e jovem a iniciarem praticas esportivas como o basquetebol espero que um dia jesus possa abrir as portas pra que apareca um grande incentivo financeiro pra esse projeto iniciado por ele ha 4 anos atras !!!! que deus ilumine seu trabalho prof ely!!

  2. Engraçado como é o descaso em Codó, enquanto esse cidadão, faz esse tipo de beneficio, temos ao lado um ginásio que mesmo caindo aos pedaços dava pra esse rapaz fazer suas atividades e esse moço que se diz secretario passa ai e não vê isso. Não dá o mínimo de atenção, talvez agora com essa reportagem ele apareça e possa ajudar cedendo as dependências do ginásio.

Deixe uma resposta