Iniciadas as obras de recuperação da MA-026 trecho Codó-Coroatá

Nesta segunda-feira (30) foram iniciadas as obras para a recuperação da MA-026, trecho Codó-Coroatá. Seguindo a programação preestabelecida pelo Governo do Estado, homens a máquinas iniciaram os trabalhos. Em meados de setembro, várias manifestações, lideradas por taxistas e motoristas de lotação, bloquearam o tráfego nos trechos da MA-026 que interligam os municípios de Codó, Timbiras e Coroatá.

Na ocasião, após três horas de bloqueio, representando a Superintendência Regional de Articulação Política do Estado do Maranhão, a advogada, Dra. Suany Corrêa, mediou com os manifestantes e conseguiu a liberação da estrada. A advogada informou aos condutores que o processo licitatório já havia sido realizado e garantiu obras e serviço de qualidade para o dia 1 de outubro, o que já estava previsto nos cronogramas de obras do Governo do Maranhão em várias rodovias estaduais.

 “Conseguimos levar todas as informações sobre o processo licitatório aos condutores que realizavam a sua manifestação e conseguimos com que todos entendessem que uma nova empresa estaria à frente da obra para realizar o serviço com qualidade. Ficamos felizes por poder mediar a questão da melhor maneira possível e testemunhar que o compromisso do Governo do Estado foi honrado com os manifestantes, pois as obras começaram na segunda, dia 30 de setembro, assim como fora prometido, dentro do prazo até o dia primeiro de outubro”, explicou Dra. Suany Corrêa.

3 comentários sobre “Iniciadas as obras de recuperação da MA-026 trecho Codó-Coroatá”

  1. Notícias vindas do front afirmam que está sendo realizado um servico de péssima qualidade e diferente do que foi combinado. Desta forma vão bloquear a estrada novamente e agora só vão liberar com a presença do Governador. O PAU vai quebrar na casa de Noca.

  2. Os representantes do Governo do Estado que foram tratar do assunto não entendem absolutamente nada de estrada. São Aspones do Pedro Belo. Vão bloquear de novo e a população e quem se lasca.

Deixe um comentário