Juíza Eleitoral de Codó e Timbiras destaca a segurança do pleito do próximo domingo

Uma equipe da Justiça Eleitoral está finalizando o trabalho com todas as urnas que serão utilizadas em Codó e na cidade de Timbiras que agora fazem parte de uma única zona, a 7ª zona eleitoral.

O momento é de carga das urnas quando, tecnicamente, elas recebem dados dos eleitores da seção onde vão funcionar e, claro, dados também dos candidatos. Depois elas são lacradas e voltam a esperar o momento do transporte para os devidos locais de votação que acontecerá na manhã de sábado.

OS NÚMEROS

246 ficarão em Codó, 57 seguirão para a vizinha Timbiras. Todas servirão a 303 seções eleitorais. A juíza que cuidará deste pleito nas duas cidades, Dra. Karla Jeane Matos de Carvalho, destacou  que as urnas são 100% seguras.

 “Se a pessoa tentar tirar esse lacre da urna, ele é um lacre inteligente ou seja, ele é um lacre que se autodestrói, ninguém pode abrir sem que a gente possa perceber (…) e antes que comece o processo eleitoral nós imprimimos todos os dados relativos à estas urnas novamente e aí os dados vem zerados , que é a prova de que dentro de todas essas urnas não tem nenhum voto”, explicou

Nas duas cidades da sétima zona eleitoral 89.080 eleitores poderão votar no próximo domingo, mais de 70 mil só em Codó.

“O nosso objetivo maior é que nossos 89.080 eleitores possam chegar  no local de votação e votem de forma tranquila, com serenidade, que o processo seja o mais transparente possível, enfim a nossa função é, a função da Justiça Eleitoral, é garantir a lisura do pleito eleitoral e que o pleito, realmente, manifeste a vontade do eleitor”, garantiu a magistrada.

OUÇA A ENTREVISTA COMPLETA DA  Juíza Eleitoral Dra. Karla Matos

Deixe uma resposta