Câmara de Codó aprova dois importantes Projetos de Lei

Pastor Max
Pastor Max

Esta semana a Câmara Municipal de Codó aprovou por unanimidade dois importantes Projetos de Lei de autoria do Vereador Pastor Max. O primeiro foi o Projeto de Lei Nº 08/2015, que altera a lei 1534/2010, de criação do Conselho Municipal de Políticas Sobre Drogas.

Durante apreciação da PL na câmara, o edil justificou a alteração da lei de 2010, pois a mesma já estava defasada em relação às novas políticas antidrogas. Max também explicou que a lei precisa ser adequada as normativas estaduais e federais no que diz respeito a políticas sobre drogas

Trata-se de matéria que envolve a defesa da sociedade e por isso pedimos urgência, pois os conselheiros já foram eleitos, e ainda precisamos da alteração para que o Projeto de Lei seja adequado. O projeto nasceu da discussão da feita com a sociedade civil, poder público e o próprio prefeito Zito Rolim. Agora precisamos que a lei se encaixe as atuais demandas de nossa população, por isso iremos propor novos pontos e ampliações das ações.”, explicou. O parlamentar.

Dia Municipal do Idoso

Na sessão também foi apreciado e aprovado pelo parlamento o Projeto de lei Nº 01/2015, de autoria do vereador Pastor Max, que institui o dia 29 de setembro como Dia Municipal do Idoso. De acordo com Pastor Max, o projeto reflete o anseio de um setor da sociedade que precisa de uma atenção especial e um tratamento digno.

Infelizmente é uma comunidade que muitas vezes fica esquecida e a margem, muitas vezes pela própria família. Alguns projetos são realizados com muita competência, como o Conviver e a Casa São Pio, lugares que são baluartes de dignidade, bem estar e qualidade de vida ao publico idoso de Codó. Ainda assim é necessário se pensar e discutir politicas públicas voltadas para este público”, preconizou Max.

O vereador Pastor Max ainda explicou que a criação do Dia Municipal do Idoso estabelecerá um marco na luta pelos direitos de toda a comunidade da chamada Terceira Idade.

É necessário que se lance um foco. E quando se cria o Dia do Idoso se consegue estabelecer este foco. A data foi escolhida por aqueles que trabalham com os nossos idosos e são atuantes nesta luta. Será um dia nosso. Uma data que simboliza o direito da nossa comunidade de idosos. Uma data para a cidade de Codó pensar, cuidar, respeitar, homenagear e trabalhar em prol da terceira idade”.

O vereador encerrou declarando que é necessário e urgente acabar com a violência doméstica contra os idosos e desenvolver mais políticas públicas para proteção da terceira idade.

Quero agradecer e parabenizar a companheira Alicemar de Jesus, pelo seu projeto e sua luta, bem como toda esta Casa agradece a você. Agradeço também aos colegas pela aprovação do Projeto de Lei”.

Ascom

3 comentários sobre “Câmara de Codó aprova dois importantes Projetos de Lei”

  1. O impacto do impeachment de Dilma no Maranhão

    Blog do Ed Wilson – Se a presidente Dilma Roussef (PT) tiver o mandato cassado, o Brasil vai entrar em uma escalada de retrocesso, muito parecido com o cenário que precedeu ao golpe militar de 1964.

    Com Michel Temer (PMDB) no comando, o Palácio do Planalto ficará à mercê de Eduardo Cunha, Renan Calheiros e do professor de todos eles – José Sarney.

    Será o retorno da UDN, da Arena e do PDS, materializados nas velhas práticas coronelistas, clientelistas e da corrupção. Algo muito pior que o PT.

    José Sarney ganhará fôlego nos velhos esquemas do PMDB e terá sua fatia nos ministérios.

    Esse cenário é altamente prejudicial ao Maranhão.

    Os avanços conquistados com a eleição do governador Flávio Dino (PCdoB) serão alvo de boicote no governo federal.

    No Palácio do Planalto, José Sarney vai conspirar dia e noite contra os interesses do Maranhão, com o único objetivo de desgastar o governo Dino.

    Outra ação de Sarney será o controle da bancada de deputados federais e senadores do Maranhão, mediante a oferta de favores e cargos nos ministérios.

    Nessa perspectiva, o coronel vai fragilizar a relação do governador com os parlamentares, fortalecendo a oposição a Dino.

    O oligarca terá especial interesse no Ministério da Justiça, com o objetivo de bloquear as investigações e ações da Polícia Federal que possam alcançar seus familiares.

    Assim, Sarney vai pavimentar o pior de todos os cenários: o retorno de Roseana Sarney às disputas eleitorais majoritárias, provavelmente ao Senado, em 2018.

    Se o impeachment é ruim para o Brasil, muito pior será para o Maranhão.

    FONTE: BLOG MARRAPÁ

  2. Esse Pastor Max é ………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………..

Deixe uma resposta