Ministério das Cidades não relaciona casas de residencial de Codó como ‘prontas para entrega”

A postagem abaixo foi produzida pela assessoria de comunicação do Ministério das Cidades, encaminhada para e-mail de jornalistas maranhenses. Fala da visita do ministro das Cidades, Gilberto Kassab, à capital São Luis que ocorrerá nesta quinta-feira, 9.

Além disso cita números de casas prontas, do programa Minha Casa, Minha Vida. No Maranhão estão prontas para a entrega 4.320 unidades. Diz que, destas prontas, todas estão na capital, menos 1.000 que estão em Caxias.

Ou seja, as de Codó, apesar de construídas, no Residencial São Pedro, pelo menos, segundo a imprensa oficial do Ministério das Cidades, não estão relacionadas. Abaixo o texto original do Ministério:

……………………………………………………………………………

Nesta quinta-feira, dia 9, o ministro das Cidades, Gilberto Kassab, realiza vistoria das obras do Programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV), em São Luis, capital do Estado do Maranhão. O objetivo é acompanhar o andamento das obras referentes às etapas 1, 2, 3 e 4 do Residencial Amendoeira.

No Maranhão, 4320 unidades habitacionais do MCMV estão prontas para entrega. Desse total, 1000 unidades somente na cidade de Caxias. Já em São Luís, são 3220 moradias construídas no Residencial Amendoeira 1, 2, 3 e 4 e no Residencial Santo Antônio 1 e 2.

Durante a sua estada em São Luis, o ministro Kassab se reunirá com o governador do Estado, Flávio Dino, e o prefeito da capital, Edivaldo Holanda Júnior, para discutirem obras e projetos em andamento na região. O encontro faz parte da série de reuniões que o ministro vem realizando com governadores e prefeitos desde que assumiu o ministério, em janeiro deste ano. Por fim, Kassab se reunirá com representantes do Movimento Popular do Maranhão.

Desde 2003, o governo federal investiu, por meio do Ministério das Cidades, mais de R$ 11 bilhões nas áreas de habitação, mobilidade urbana, saneamento e infraestrutura no Maranhão. Desse total, R$ 7,8 bilhões foi com o Programa Minha Casa, Minha Vida. Em São Luís, foram investidos mais de R$ 4,2 bilhões, sendo R$ 2,1 bilhões na contratação de 35.566 unidades habitacionais

Assessoria de Comunicação
Ministério das Cidades

Um comentário sobre “Ministério das Cidades não relaciona casas de residencial de Codó como ‘prontas para entrega””

Deixe um comentário