PÁGINAS DE CODÓ (LXXXIV) – MAURO BASTOS PEREIRA REGO

Professor Carlos Gomes
Professor Carlos Gomes

Nasceu em Anajatuba, neste Estado, a 15 de fevereiro de 1937. Filho de Anastácio Pereira Rego e Maria Bastos Rego.

Estudou no Seminário de Santo Antonio e em seguida, na antiga Escola Técnica de São Luis, onde se formou em técnico de edificações (1957). Cursando a Universidade Federal do Maranhão (UFMA), licenciou-se em Pedagogia (1957). Em Codó, quando servidor do Banco do Brasil, implantou o ensino médio, com a fundação do Colégio Magalhães de Almeida (1965). É patrono do Colégio Professor Mauro Rego, da cidade de Governador Archer, Maranhão.

Criou no Colégio Magalhães de Almeida um curso semelhante, pelas suas características, ao Supletivo, bastante frequentado por pessoas ávidas de alargar os seus conhecimentos como: Luis Martins, Adoaldo Gomes, José Merval Cruz, Benedito Santos, Maria Zaidan, Terezinha Alvim Freitas, Raimundo Salazar, conhecido como Dico Onça e muitas outras pessoas de diferentes camadas da sociedade de Codó.

Exerceu laboriosamente com eficiência a presidência do Rotary Clube de Codó, no ano rotário 1971/1972.

A Câmara Municipal de Vereadores, em reconhecimento aos seus relevantes serviços prestados ao município, outorgou-lhe o Título de Cidadão Codoense, Projeto de Lei da autoria do vereador José Ribamar Bayma Piorsky. Os seus dotes culturais tornaram-no membro da Academia de Letras dos Funcionários do Banco do Brasil do Rio de Janeiro, ocupa a cadeira n° 57.

É autor de vários livros de valioso conteúdo literário. No universo da poesia publicou “Taça Vazia” – ( 1982) e “Ganzola” – (1987) “Santa Maria de Anajatuba” – (história). A sua ultima publicação conta estórias do imaginário anajatubense – Os Fantasmas do Campo – Iniciação dos Mistérios – Vol I – 2004.

Na Maçonaria, em administrações sucessivas, ocupou o cargo de Venerável Mestre da Loja “Divino Mestre” de Anajatuba, 1º Vigilante e Grande Secretário de Cultura do Grande Oriente do Estado do Maranhão.

Exerceu o magistério em Codó, com proficiência, não somente no Magalhães de Almeida, do qual é fundador, como também, lecionou em outros educandários.

Grande admirador do folclore codoense, entregava-se a dança da Punga, promovida pelo Centro Operário durante a festa do 13 de maio, data que marcou o fim da escravidão em nosso país.

Contam em seu currículo, outras atividades exercidas: Secretário Municipal de Educação em Anajatuba; Diretor Regional de Educação e Coordenador do Projeto – Viva Educação – em Itapecurú-Mirim; Coordenado do Ensino Médio no Complexo Educacional Nina Rodrigues de Anajatuba; Presidente da Academia Anajatubense de Letras, fundados da cadeira nº 2, Patronímea do Monsenhor Francisco de Paula Dourado e Silva (Padre Chiquinho).

Está no prelo o seu livro Melodia de meu Sonho – (poesias)

Codó – MA, 18 de agosto de 2014.                                                             Prof. Carlos Gomes.

Sócio Fundador da Associação Cultural Codoense “Antonio Almeida Oliveira”.

Transcrito do Livro Codoenses & Não Codoenses, inédito.

Deixe uma resposta