Polícia prende lavrador que matou homem suspeito de furtar sua moto na zona rural de Codó

O homicídio  que o lavrador Francisco da Silva Soares confessou ter cometido contra  João Carlos Lopes da Silva, de 28 anos,  aconteceu no povoado Bela Vista, zona rural de Codó, mas ele veio se esconder na cidade e acabou preso.

Uma vez preso, Francisco disse ao delegado que preside o inquérito que matou num momento de ira ao enxergar de dentro de uma canoa na hora de uma travessia que fazia no rio Itapecuru a vítima furtando sua motocicleta.

“Ele de dentro da canoa dele viu a pessoa levando a sua moto, efetuou o disparo de arma de fogo onde atingiu a vítima, uma espingarda calibre 28, tá aqui apreendida, a vítima ela correu uns 30 metros e, claro, veio à óbito, a Polícia Civil se deslocou ao local, não tínhamos paradeiro do autor, mas as informações foram chegando e ele saiu da Bela Vista e veio se esconder no Codó Novo e conseguimos identificar a casa desse parente dele onde estava homiziado, fizemos o cerco e fizemos a sua prisão hoje”, disse o delegado Rômulo Vasconcelos

O lavrador mostrou-se arrependido, algo que o delegado considera irrelevante no momento porque houve o homicídio.

Vítima

A vítima, que não tinha passagens pela polícia, foi morta com o disparo que saiu desta espingarda apreendida na casa de Francisco.

 “O que interessa pra gente é que morreu alguém, houve um homicídio e a gente tem que apurar. Ele foi o autor do homicídio, agora a questão da motivação se foi por questão banal, uma futilidade isso aí pode ser questão de  agravamento da pena, se foi por motivo fútil ou motivo qualquer, mas o crime aconteceu”, disse a autoridade policial

Um comentário sobre “Polícia prende lavrador que matou homem suspeito de furtar sua moto na zona rural de Codó”

  1. Se for vdd, que ele matou porque iam roubando a moto dele, a dona JUSTIÇA, tem que mandar soltar esse, rapaz. Por cima dar uma medalha a ele, por fazer o papel que e do ESTADO.

Deixe uma resposta