População do KM 17 continua reclamando de falta de policiamento 24 horas

Desde outubro do ano passado o posto da PM no povoado KM 17, um dos mais populosos da área rural de Codó, está sem policiamento 24 horas. E o início do quarto mês com o mesmo problema também é de muita reclamação entre os moradores.

 “Tá ruim até demais, tá péssimo isso aqui porque a vagabundagem tá tomando conta (…) à noite todinha é a turma fumando maconha e brigando incomodando o povo…USANDO DROGAS ABERTAMENTE? Com certeza, isso aí é comum”, disse José Aquino Rodrigues.

Vendedoras de comida, os taxistas do lugar. Onde estivemos ouvimos reclamação. Há relatos de que a PM faz rondas rápidas apenas no período da tarde, depois volta pra cidade e só retorna no dia seguinte para repetir a ação e isso tem aumentado o estado de insegurança.

 “As vezes nós estamos precisando de Polícia aqui, cadê a polícia? Não tem tem que vir de Codó, pra chegar essa viatura aqui é mais de meia hora porque tem muito buraco na estrada (…) Nós tamo precisando de polícia aqui, entendeu?, 24 horas”, pediu o taxista Antonio Santana Neto

FURTO A CAMINHONEIROS

 A falta de policiamento 24 horas não está atingindo somente a população residente aqui do KM 17. Conforme o que apuramos também já está atingindo caminhoneiros que precisam parar, obrigatoriamente, aqui no posto fiscal.

Pequenos furtos aumentaram contra caminhoneiros, até eles estão sentindo falta do policiamento, principalmente, à noite, como reclamou José Tony Martins.

 “Acho que de 10 que você entrevistar aí,  1 já viu alguma coisa…OU SEJA, SE TIVESSE POLICIAMENTO? Já evitaria, né, sem dúvida, evitaria”, assegurou o caminhoneiro

O Subcomandante da PM em Codó, major Hudson Carneiro foi quem falou sobre o assunto. Sem tocar na motivação da falta de policiamento 24 horas prometeu redirecionar as rondas para atender aos anseios de quem está reclamando.

“Se tá indo só à tarde com certeza nós vamos reforçar isso aí pra noite também pra ajudar a comunidade, mas aí a população pode contar com a ajuda da Polícia Militar que a gente vai procurar reforçar o máximo possível esse policiamento”

Um comentário sobre “População do KM 17 continua reclamando de falta de policiamento 24 horas”

  1. Esse problema é constante os vagabundos estão fazendo a festa por aqui, roubo todos os dias , todos sabem onde ficam as bocas de fumo e minguem faz nada, cadê o vereador da região cadê o gestor ( que por sinal o seu estabelecimento já foi roubado varias vezes) ninguém faz nada por aqui só qerem saber do voto e pronto. Aí fica dizendo que vão mandar fazer ronda isso n funciona os vagabundo veem as motos correm, depois q eles vão embora volta de novo. Km 17 terra sem lei e sem água

Deixe uma resposta