Por Jacinto Junior – Vamos festejar a democracia

A nossa história desde seu nascimento fora marcada por solavancos conservadores.

Jacinto Junior
Jacinto Junior

No século 15, a presença estrangeira com uma finalidade: saquear toda nossa riqueza natural: ouro, madeira, minério e etc…; século 19 a instauração da república velha, contudo, a cultura europeia impregnada de malandragens e, especialmente, os desterrados e condenados eram deportados para a América brasilis; e, assim, constituiu-se esse estado-colônia e não estado-nação; mas, o século 20 reformula todo esse conceito estabelecendo um corte transversal expelindo a influencia externa implantando uma concepção própria de sociedade.

A recente democracia conquistada a duras penas – em 1984 -, inclusive, com desaparecimento, perseguições, torturas, mortes de dezenas, centenas de bravos heróis que ousaram enfrentar o regime de exceção, e, graças, a ‘eles’ – alguns anônimos – nos permite hoje usufruir dela confortavelmente, apesar de setores conservadores ligados ao odioso regime militar ainda hoje tentam nos convencer de que houve um singular momento da história que nos proporcionou excelentes condições  vida – sim, para a classe burguesa.

Durante a vigência de maldito regime, o país viveu uma realidade de puro terrorismo, a liberdade foi suprimida, o aliciamento foi imposto, o silêncio era o que se ouvia nos porões do Doi-codi, CCC e tantos outros elementos inquisitórios.

Mas tudo isso, já faz parte de um passado triste e inesquecível. Agora, estamos vivendo um momento de aperfeiçoamento e de plena liberdade.

Domingo (05/10/14) é dia para refletirmos o nosso destino e nosso futuro. Futuro de nosso estado e de nossa nação emergente. Certamente, o período eleitoral foi suficiente para que você eleitor/a pudesse avaliar criteriosamente o candidato que, aparentemente, o convenceu e demonstrou comprometimento com uma causa e uma luta.

Vá à urna e deposite seu voto com alegria e na certeza de que votou com espirito republicano e democraticamente. Somente a democracia é capaz de proporcionar o bem-estar social e o equilíbrio das forças políticas e das relações sociais. Que o Brasil continue a ser um modelo para todo o mundo, e nós brasileiros/as temos contribuído para forjar essa grandiosa mudança que estamos experienciando como protagonista dessa cultura democrática: as eleições.

6 comentários sobre “Por Jacinto Junior – Vamos festejar a democracia”

Deixe uma resposta