Prefeito Nagib e primeira-dama lançam o programa Codoense Empreendedor

Na noite de segunda-feira (23), foi realizado no Auditório da Escola Estevam Ângelo de Sousa o lançamento do Programa Codoense Empreendedor, um programa municipal de transferência de renda no valor de R$ 50 mensais, para que pequenos comerciantes e trabalhadores autônomos possam custear às suas atividades comerciais, minimizando gastos e aumentando assim a lucratividade. Além do prefeito Nagib e da primeira-dama, Agnes Oliveira, estavam na cerimônia o vice-refeito e secretário de educação Ricardo Torres, o secretário de finanças Ivaldo José, secretários de governo, vereadores e milhares de candidatos a adquirir o cartão Codoense Empreendedor.

De acordo com a primeira-dama e secretária de desenvolvimento social, Agnes Oliveira, as pessoas serão previamente cadastradas e avaliadas segundo o perfil imaginado pela administração, com preferência para pequenos negócios como manicure, mototaxistas e vendedores de lanches, entre outras atividades laborais que também possam ser agraciadas.

Nós montamos uma equipe de vinte pessoas que irão, pontualmente, realizar o cadastro dos mototaxistas, manicures, os vendedores de lanche, e trabalhadores autônomos que desejam empreender. Faremos lá no Salão Nobre da Prefeitura, onde, todos os dias, a equipe da Secretaria de Indústria e Comércio estará fazendo o cadastro destas pessoas. Logo em seguida vai ser passado para a Secretaria de Desenvolvimento Social, para saber se o perfil daquela pessoa se enquadra no programa e assim, em média de 30 dias após a sua inscrição, nós iremos conseguir colocar o cartão disponível, liberado para que ela possa gastar mensalmente esse valor”, explicou.

É realmente uma iniciativa que irá trazer um grande ânimo para economia do município. Foi uma Projeto de Lei aprovado pela Câmara e que hoje temos a honra e a grande alegria de colocar em funcionamento, beneficiando milhares de pessoas e valorizando o micro empreendedor, os trabalhadores autônomos, que terão no Cartão Codoense Empreendedor o apoio necessário para ajudar nos gastos e melhorar o lucro. O povo codoense é um povo trabalhador e merece esse programa. Parabéns a todos”, declarou o vereador Valdeck Frota.

Para o vice-prefeito e secretário de educação, Ricardo Torres, o programa é mais uma iniciativa do Governo Mais Avanço, Mais Conquistas para fomentar a livre iniciativa, os pequenos negócios e o espírito empreendedor dos codoenses. “O país passa por momentos ainda difíceis do ponto de vista financeiro. No entanto não podemos ficar apenas esperando. Tomamos a iniciativa de aquecer a economia dando uma força significativa, um apoio financeiro aos trabalhadores autônomos, contemplando esses empreendedores com uma quantia que chega a seiscentos reais por ano para ajudar na compra de produtos e insumos necessários para que possam manter às suas atividades comerciais.

Entusiasmado com a presença de um grande número de trabalhadores autônomos, buscando adquirir o cartão e aderir ao programa, o Prefeito Nagib falou sobre excelentes perspectivas de oportunizar incentivo aos empreendedores codoenses e a ampliação do programa, já no ano que vem. “A nossa meta é chegar, ainda este ano de 2019, a duas mil famílias beneficiadas, que terão um recurso, um aporte financeiro mensal para custear os insumos de seus produtos e outros gastos. Em outra etapa, nós iremos poder colocar mais pessoas e chegar ao limite do programa, que pelo Projeto de Lei aprovado pelos vereadores de Codó no ano de 2018, estipula o número máximo de até 20 mil pessoas, dependendo da capacidade financeira da prefeitura para disponibilizar esse recurso para o programa Codoense Empreendedor”.

Ascom – PMC

4 comentários sobre “Prefeito Nagib e primeira-dama lançam o programa Codoense Empreendedor”

  1. AVISO AOS NAVEGANTES:
    Não foi divulgado pelo Prefeito qual a origem deste dinheiro. Se a origem for dos Recursos repassados ao Município ele deve se preparar para a porrada que vem na frente. Dinheiro público não pode ser utilizado para este tipo de atividade. Quem faz este tipo de financiamento são as entidades financeiras. Cuidado como isto vai ser feito porque a rebordosa demora mas vem. Infelizmente sempre existem aqueles que acham que tudo pode ser feito. Cuidado Prefeito quem tentou fazer isso se deu mal. Quem avisa amigo é.

  2. Financiar atividade particular com dinheiro público é crime. A população paga seus impostos para ter o retorno com saúde, educação, segurança e outros benefícios. Estas são as prioridades. Como nada disso funciona como deveria com o justificar este desvio de finalidade dos recursos recebidos. Isso aí vai dá pano pras mangas.

Deixe uma resposta