PREMIAÇÃO | Cartórios maranhenses são premiados durante Congresso Brasileiro de Direito Notarial e de Registro

Na noite da última quarta-feira (14), durante o XX Congresso Brasileiro de Direito Notarial e de Registro, realizado em São Paulo, três cartórios extrajudiciais do Maranhão receberam premiações pelo Prêmio de Qualidade Total Anoreg-BR (PQTA 2018), por terem atendido requisitos de qualidade de prestação de serviços internacionais previstos pela auditoria externa independente que avaliou 201 cartórios inscritos. Estiveram entre as vencedoras do PQTA 2018 as serventias extrajudiciais do 1º Ofício de Paço do Lumiar (Diamante), do 2º Ofício de Balsas (Ouro) e do 7º Ofício de Imperatriz (Bronze).

Os prêmios foram recebidos pelos titulares Felipe Madruga Truccolo (1º Ofício de Paço do Lumiar) e Ilkerson Maxwell Franco Santos (2º Ofício de Balsas). A representante do 7º Oficio de Imperatriz, Evelise Crespo Gonçalves Meister, não esteve presente à solenidade.

O Prêmio de Qualidade Total 2018 teve por objetivo auditar e premiar os serviços Notariais e de Registro de todo o país, que atendem aos requisitos de excelência e qualidade na gestão organizacional da serventia e na prestação de serviços aos usuários.

Os critérios de avaliação são: Estratégia, Gestão Operacional, Gestão de Pessoas, Instalações, Gestão de Segurança e Saúde no Trabalho, Gestão Socio Ambiental, Gestão da Informatização e Controle de Dados e Gestão da Inovação.

Apoiadora oficial do PQTA 2018, a Corregedoria Nacional de Justiça recomendou que todas as Corregedorias Estaduais fomentassem a participação das serventias extrajudiciais de seus Estados no certame. A CGJ-MA, por meio de documento emitido pelo corregedor-geral da Justiça, desembargador Marcelo Carvalho Silva, também recomendou a participação dos cartórios maranhenses na premiação.

De acordo com a juíza auxiliar da CGJ-MA Jaqueline Caracas (Serventias Extrajudiciais), o bom resultado na premiação demonstra a qualidade do trabalho prestado pelos cartórios à população e da atuação da Corregedoria na fiscalização das serventias. “Ficamos gratos em ver o resultado de um trabalho feito com o objetivo de oferecer mais serviços e facilitar a vida do cidadão naquilo que necessita dos cartórios”, avalia.

Assessoria de Comunicação/Corregedoria Geral da Justiça do Maranhão

Deixe uma resposta